Adubação de mudas de Cabralea canjerana (Vell.) Mart. (Canjerana) com fertilizante de liberação lenta

Überson Boaretto Rossa, Nocy Bila, Jaçanan Eloisa Freitas Milani, Danielle Janaina Westphalen, Alessandro Camargo Angelo, Antônio Carlos Nogueira

Resumo


O sucesso da produção de mudas de essência nativas nos viveiros florestais muitas vezes é limitado pela falta de informações quanto às demandas nutricionais das espécies. Nem sempre o substrato é capaz de fornecer todos os nutrientes que as plantas precisam para seu melhor desenvolvimento, fazendo-se necessário a adição de fertilizantes. Uma técnica de fertilização consiste no emprego de fertilizantes de liberação lenta que podem apresentar vantagens sobre os fertilizantes convencionais. Esse experimento objetivou avaliar o desenvolvimento de mudas de Canjerana submetido a doses de fertilizante de liberação lenta. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com 4 doses em 4 repetições, tendo 40 plantas como unidade experimental. As doses foram: T1 – 0 kg (controle); T2 – 2 kg; T3 – 4 kg; T4 – 6 kg; T5 – 8 kg e T6 – 10 kg de FLL por m³ de substrato base. Após 220 dias foram avaliados os parâmetros: altura total da planta, diâmetro do colo, biomassa fresca da parte aérea, biomassa seca da parte aérea, biomassa seca da raiz e biomassa seca total, bem como calculado a dose de máxima eficiência técnica. Observou-se que doses entre 6,22 a 9,86 kg m-3 foram as que resultaram maior desenvolvimento das mudas.

Palavras-chave


Qualidade de mudas; Nutrição; Vivericultura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171