Diferentes tradições, vidas que se entrelaçam: O encontro de duas artistas em Manaus

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101432022e0112

Palavras-chave:

Mulheres artistas, Performance, Povos indígenas, Tradição

Resumo

Duas mulheres artistas de diferentes tradições - a artista-performer indígena e a artista-performer não indígena - se encontraram pela primeira vez ao realizarem uma performance artística juntas e descobriram afinidades que as levaram a trilhar um caminho onde vida e arte se entrelaçam, estabelecendo um diálogo entre os diferentes saberes de cada uma, buscando novas possibilidades de criação para as suas práticas poéticas, se reinventando a cada novo desafio que se apresenta, como a pandemia de COVID-19.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Benites Bordin, Universidade do Estado do Amazonas (UEAM)

Doutora em Artes Cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professora Adjunta do Curso de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEAM).  

Mepaeruna Tikuna

Artista e professora indígena da etnia Tikuna.

Referências

BORDIN, V. B. Contadores de histórias – Um relato da criação de espaços a partir dos encontros com os Tikuna no Parque das Tribos. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1-31, 2020. Acesso em: 20 dez. 2021. DOI: http:/dx.doi.org/10.5965/14145731023820200027

GONÇALVES, Luiz Davi Vieira. Estudos étnicos no teatro: A Metodologia Kõkamõu como Perspectiva Simétrica para o Processo de Pesquisa e Criação em Arte. Revista Arte da Cena, Porto Alegre, v.4, n.1, jan.-jun. 2018. Acesso: 10 de out. 2021. DOI: https://doi.org/10.5216/ac.v4i1.52454

GONÇALVES, Luiz Davi Vieira. O(s) corpo(s) Kõkamõu: a performatividade do pajé-hekura Yanonami da região Maturacá. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.

GROTOWSKI, Jerzy. O Teatro Laboratório de Jerzy Grotowski 1959-1969. São Paulo: Perspectiva: SESC, 2007.

KAMBEBA, Márcia Wayna. O lugar do Saber. São Leopoldo/RS: Casa Leiria, 2020.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

LAGROU, Els. A fluidez da forma: arte, alteridade e agência em uma sociedade amazônica (Kaxinawa, Acre). Rio de Janeiro: Topbooks, 2007.

LAGROU, Els. Arte indígena no Brasil: agência, alteridade e relação. Editor: Fernando Pedro da Silva; Coordenação: Fernando Pedro da Silva e Marília Andrés Ribeiro; Orientações Pedagógicas: Lucia Gouvêa Pimentel e William Resende Quintal. Belo Horizonte: Editora C / Arte, 2009.

MATAREZIO FILHO, Edson Tosta. A Festa da Moça Nova: ritual de iniciação feminina dos índios Ticuna. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de São Paulo, 2015.

MOTTA, Cristiane Madeira. O corpo que somos na experiência de cantar tradições. Tese (Doutorado em Artes) - Universidade de São Paulo, 2019.

ORTEGA, Vanda. “Evento: Diálogo com as Mulheres Indígenas”. (Fala). Manaus: UEA, 2018.

TAYLOR, Diana. O arquivo e o repertório. Performance e memória. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

VIDAL, Lux. Grafismo indígena: estudos de antropologia estética. 2ª edição – São Paulo: Studio Nobel: Fapesp, 2000.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Os pronomes cosmológicos e o perspectivismo ameríndio. Rio de Janeiro: Mana 2 (UFRJ), 1996.

ZUMTHOR. Paul. Performance, recepção e leitura. 2ª ed. São Paulo: Cosac Naify, 2002.

Downloads

Publicado

2022-04-06

Como Citar

BORDIN, V. B.; TIKUNA, M. Diferentes tradições, vidas que se entrelaçam: O encontro de duas artistas em Manaus. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 43, p. 1-23, 2022. DOI: 10.5965/1414573101432022e0112. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/21515. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: As artes da cena dos e com os povos indígenas