A utopia ciborgue dos comuns: Teatro digital como dissonância e ressonância coletivas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101432022e0204

Palavras-chave:

Encenação, Dramaturgia, Teoria crítica, Teatro digital, Teatro , epico

Resumo

O artigo apresenta um processo criativo, inspirado pelo texto de Bertolt Brecht, Os dias da Comuna de Paris, realizado no âmbito da disciplina de Montagem, do curso de Licenciatura em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina. Abordando a interrupção desse percurso criativo, determinada pela pandemia de COVID-19, o artigo investiga as novas estratégias empreendidas pelo grupo, utilizando vídeos e a plataforma digital do Zoom, para dar continuidade à criação, acessando, nesta análise crítica, os conceitos de utopia, a partir de Thomas More, e de “ciborgue”, apresentado por Donna Haraway.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Barbara Biscaro, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Doutorado em Teatro – pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Graduada em Educação Artística – Licenciatura em Artes Cênicas, pela mesma universidade. Professora Colaboradora do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Ivan Delmanto, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Doutorado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (ECA/USP). Mestrado em Letras pela mesma universidade. Graduado em Artes Cênicas – Direção Teatral, pela Universidade de São Paulo (USP).  Professor da graduação e pós-graduação no Curso de Artes Cênicas, do Centro de Artes, da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Aventura. São Paulo: Autêntica, 2018.

BRECHT, Bertolt. Os dias da Comuna. São Paulo: Editorial Caminho, 1981.

DEBORD, Guy. Comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 2007.

FERNANDES, Silvia. Performatividade e Gênese da Cena. Revista Brasileira Estudos da Presença, Porto Alegre, v. 3, n. 2, p.404-419, maio/ago., 2013. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/presenca.

FICHTE, J.G. “Reivindicacion de la libertad de pensamiento”. Fichte. Madrid: Gredos, 2013.

GOUVEIA JR, Márcio Meirelles. Prefácio. In: MORE, Thomas. Utopia. Tradução: Márcio Meirelles Gouvêa Jr. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

HAN, Byung Chul. No enxame. Reflexões sobre o digital. Lisboa: Antropos, 2016.

HAN, Byung Chul. Teletrabalho, Zoom e depressão. Disponível em: https://brasil.elpais.com/cultura/2021-03-23/teletrabalho-zoom-e-depressao-o-filosofo-byung-chul-han-diz-que-nos-exploramos-mais-que-nunca.html. Consultado em: 3 ago.2021.

HARAWAY, Donna. Manifesto ciborgue. TADEU, Tomaz (org.). Antropologia do ciborgue. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1996.

LANE, Jill. “Digital Zapatistas,” TDR: The Drama Review, Volume 47, N. 2 (T 178), Verão 2003, p.129-144.

MATOS, Andytias. Utopia: passado, presente e futuro de um não-lugar, Variações sobre um tema de Thomas More Posfácio. In: MORE, Thomas. Utopia. Tradução: Márcio Meirelles Gouvêa Jr. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

MORE, Thomas. Utopia. Tradução: Márcio Meirelles Gouvêa Jr. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

ROBINSON, Earl. Notes on the music. In: The Brecht-Eisler Song Book. New York: Oak Publications, 1967.

ROSS, Kristin. Luxo Comunal – O Imaginário Político da Comuna de Paris. Tradução: Gustavo Racy. São Paulo: Autonomia Literária, 2021.

SILVA, Arthur Ferreira da. Fundamentos da metodologia de reunião em espaço em aberto. 2010. Disponível em: https://www.academia.edu/1501843/Fundamentos_da_Metodologia_de_Reuni%C3%A3o_em_Espa%C3%A7o_Aberto?bulkDownload=thisPaper-topRelated-sameAuthor-citingThis-citedByThis-secondOrderCitations&from=cover_page Consultado em: 03 ago. 2021.

TADEU, Tomaz (org.). Antropologia do ciborgue. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

VIRILIO, Paul. The Art of the Motor. Mineapolis: University of Mineesota Press, 1995.

ZUMTHOR, Paul. La presenza della voce: introduzione alla poesia orale. Tradução: Costanzo di Girolamo. Bologna: Il Mulino, 2001.

Downloads

Publicado

2022-04-06

Como Citar

BISCARO, B.; MATOS, I. D. F. de . A utopia ciborgue dos comuns: Teatro digital como dissonância e ressonância coletivas. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 43, 2022. DOI: 10.5965/1414573101432022e0204. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1-31. Acesso em: 2 out. 2022.