Marcas Populares e Reposicionamento de Moda: Análise das Estratégias de Comunicação

Autores

  • Sarah Schmithausen Schmiegelow Universidade Federal de Santa Catarina
  • Richard Perassi Luiz de Sousa Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x12262019006

Resumo

Este artigo aborda as estratégias de comunicação do reposicionamento de Moda das marcas populares de vestuário e acessórios. O objetivo é propor uma sistematização do conjunto de estratégias verificadas na comunicação púbica das marcas C&A, Lojas Renner, Marisa e Riachuelo. Trata-se de parte dos resultados de uma pesquisa qualitativa, de objetivos exploratórios e descritivos, com base na consulta de fontes documentais na rede digital internet. Os resultados apontam que as estratégias, ações, recursos e discursos aplicados pelas marcas estudadas podem ser sistematizados em três estratégias básicas: (1) sistema fast fashion; (2) co-branding e associações com o sistema de Moda; (3) e investimento em lojas especiais. Cada estratégia básica é suportada por uma série de ações complementares que, em conjunto, promovem a associação das marcas populares com a cultura de Moda.

Biografia do Autor

Sarah Schmithausen Schmiegelow, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Design na Universidade Federal de Santa Catarina. Mestra em Engenharia e Gestão do Conhecimento e graduada em Design (UFSC). Pesquisadora do grupo de pesquisa Significação da Marca, Informação e Comunicação Organizacional (SIGMO/UFSC).

Richard Perassi Luiz de Sousa, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina nos cursos de pós-Graduação em Design e Engenharia e Gestão do Conhecimento, e no curso de graduação em Design Doutor em Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Líder do grupo de pesquisa Significação da Marca, Informação e Comunicação Organizacional (SIGMO/UFSC).

Downloads

Publicado

2019-10-01

Edição

Seção

Variata