Visualização em Geometria, aproximações entre as perspectivas de Duval e Gutiérrez: um estudo com acadêmicos de um curso de licenciatura em Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X08162020032

Palavras-chave:

Licenciatura em Matemática, Ensino de geometria, Habilidades de visualização, Visualização geométrica

Resumo

Este artigo é parte de uma pesquisa de doutorado em Educação Matemática e se propõe a analisar a atividade de visualização, colaborando para a discussão da temática em cursos de licenciatura em Matemática, contribuindo para que mais alternativas que favoreçam a aprendizagem em Geometria sejam encontradas. Tem-se por objetivo investigar a atividade de visualização na resolução de uma tarefa de Geometria por acadêmicos de um curso de licenciatura em Matemática de uma Universidade ao norte do estado do Paraná, ao ingressarem no curso e ao concluírem as disciplinas de Geometria constantes na estrutura curricular do referido curso, e também identificar se os conceitos Geométricos requeridos na tarefa estão matematicamente consolidados. Trata-se uma pesquisa qualitativa, na perspectiva do paradigma interpretativo, segundo a modalidade estudo de casos múltiplos. A fundamentação teórica para análise dos dados se pauta nas ideias apresentadas por Duval e por Gutiérrez sobre a visualização em Geometria. Foi observado que os elementos e operações que compõe a visualização ocorrem, de modo geral, nos dois grupos. Porém, notou-se uma diferença -ainda que pequena- entre o desempenho dos integrantes dos grupos. Foram observadas dificuldades em relação ao conceito formal de quadrado e ao emprego de alguns dos elementos e operações que compõe a visualização pela perspectiva adotada.

Biografia do Autor

Raquel Polizeli Corradi, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Mestre em Matemática, doutoranda em Educação Matemática, professora do Magistério Superior no Departamento de Matemática, Universidade Tecnológica Federal do Paraná-UTFPR, Campo Mourão/Paraná/Brasil.

Valdeni Soliani Franco, Universidade Estadual de Maringá

Doutor em Matemática, professor do programa de Pós-graduação em Educação para a Ciência e a Matemática da Universidade Estadual de Maringá - UEM, Maringá/Paraná/Brasil

Referências

BISHOP, Alan J. Spatial abilities and mathematical thinking. In: ZWENG, M. et al.(eds.). Proceedings of the IV ICME. Birkhäuser: Boston, USA, 1983. p. 176-178.

BURATTO, Ivone C. Historicidade e visualidade: proposta para uma nova narrativa na educação matemática. Orientador: Cláudia Regina Flores. 2012. 241 f. Tese (Doutorado em Educação Cientifica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2012. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101029. Acesso em: 11 mar. 2018.

CORRADI, Raquel P.; FRANCO, Valdeni S. Conceitos básicos em Geometria e as habilidades de visualização: antes e depois da licenciatura em Matemática. Educação Matemática em Revista – RS, v.1, n. 20, p.36- 52, 2019a. Disponível em: http://www.sbem.com.br/revista/index.php/EMR-RS/article/view/1885/1377 . Acesso em: 18 mai. 2020

CORRADI, Raquel P. et al. Habilidade de visualização: um comparativo por meio da resolução de tarefas, com foco na rotação. XV CIAEM-IACME, Medellín, Colombia, 2019b. Disponível em: http://conferencia.ciaem-redumate.org/index.php/xvciaem/xv/paper/viewFile/187/360 . Acesso em: 18 mai. 2020.

DUVAL, Ramond. Representation, vision and visualization: cognitive function in mathematical thinking. Basic issues for learning. In: HITT, F.; SANTOS, M. (ed.). Proceeding of the 21st Annual Meeting of the 228North American Chapter of the International Group for the Psychology of Mathematics Education, Mexico, oct. 1999b. p. 3-26.

DUVAL, Ramond. Registros de Representações Semióticas e funcionamento cognitivo da compreensão em Matemática. In: MACHADO, S. D. A. (org.). Aprendizagem em matemática: registros de representação semiótica. 4. ed., Campinas, São Paulo: Papirus, 2008. p. 11-33.

DUVAL, Ramond. Ver e ensinar a matemática de outra forma: entrar no modo matemático de pensar: os registros de representação semióticas. Org.: Tânia M. M. Campos. Tradução: Marlene Alves Dias. São Paulo: PROEM, 2011.

DUVAL, Ramond. Abordagem cognitiva de problemas de geometria em termos de congruência. Trad. Méricles Thadeu Moretti. Revista Eletrônica de Educação Matemática, Florianópolis, v. 07, n. 1, p.118-138, 2012b.

DUVAL, Ramond. Figures et visualisation géométrique: «voir» en géométrie. In: BAILLÉ, J.; LIMA, J. (ed.). Du mot au concept. Figure. Grenoble: Presses Universitaires, 2015. p. 147-182.

FERNÁNDEZ BLANCO, Tereza. Una aproximación ontosemiótica a la visualización y el razonamiento espacial. Orientador: José Antonio Cajaraville Pegito; Juan Díaz Godino. 2011. 465 f. Tesis doctoral. Santiago de Compostela. Universidad de Santiago de Compostela, Espanha, 2011. Disponível em: https://www.ugr.es/~jgodino/Tesis_doctorales/Teresa_Fernandez_tesis.pdf. Acesso em: 04 out. 2017.

FERNÁNDEZ BLANCO, Tereza. La investigación en visualización y razonamiento espacial. Pasado, presente y futuro. In: BERCIANO ALCARAZ, A.; GUTIÉRREZ PEREDA; ESTEPA CASTRO, A.; CLIMENT RODRÍGUEZ, N. (eds.). Investigación en Educación Matemática XVII. Espanha, Bilbao: SEIEM 2013, 2013. p. 19-42. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5063587 . Acesso em: 04 out. 2017.

FERNÁNDEZ BLANCO, Tereza. Atendiendo habilidades de visualización en la Enseñanza de la geometría. Universidad de Santiago de Compostela. IX Festival Internacional de Matemática, Quepos, Puntarenas, Costa Rica, 12 a 14 de jun., 2014. p. 21 – 33. Disponível em: http://revistas.tec.ac.cr/index.php/memorias/article/view/2505/2293 . Acesso em: 13/03/2018.

GODINO, Juan. D. et al. Una aproximación ontosemiótica a la visualización en educación matemática. Enseñanza de las Ciencias, [S. l], v. 30, n. 2, p. 109-130, 2012. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/13319844.pdf. Acesso em: 27 abr. 2019.

GUTIÉRREZ, Ángel. Procesos y habilidades en visualizacion espacial. In: Memorias del 3er Congreso Internac. sobre Investig. en Educ. Mat. (Valencia, 1991), Universidad de Valencia. Valencia. 1992. Disponível em: https://www.uv.es/Angel.Gutierrez/marcotex.html. Acesso em: 11 dez. 2017.

GUTIÉRREZ, Ángel. Visualization in 3-Dimensional Geometry: in search of a framework. University of Valence, Spain, 1996a. Disponível em: https://www.uv.es/Angel.Gutierrez/marcotex.html. Acesso em: 11 dez. 2017.

GUTIÉRREZ, Ángel. The aspect of polyhedra as a factor influencing the students' ability for rotating them. New directions in geometry education, Brisbane, Austrália, p. 23-32, 1996b. Disponível em: https://www.uv.es/Angel.Gutierrez/marcotex.html. Acesso em: 11 dez. 2017.

KAWAMOTO, Mariko. Habilidades de visualização em Geometria espacial: um diagnóstico com alunos de 3º ano do Ensino Médio. Orientador: Vera Helena Giusti de Souza. 2016. 180 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Coordenadoria de Pós-Graduação – Universidade Anhanguera de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3824010. Acesso em: 01 dez. 2017.

PONTE, João P. Gestão curricular em Matemática. In: GTI (Ed.), O professor e o desenvolvimento curricular. Lisboa: APM, 2005. p. 11-34. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/242643133_Gestao_curricular_em_Matematica. Acesso em: 29 abr. 2019.

SANTOS, Alessandra H. Um Estudo Epistemológico da Visualização Matemática: o acesso ao conhecimento matemático no ensino por intermédio dos processos de visualização. Orientador: José Carlos Cifuentes. 2014. 97 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba - PR, 2014. Disponível em: http://www.exatas.ufpr.br/portal/ppgecm/wp-content/uploads/sites/27/2016/03/045_AlessandraHendidosSantos.pdf. Acesso em: 01 dez. 2017.

YIN. Robert. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2020-12-17