Sobre a Revista

Foco e Escopo

BOEM – Boletim online de Educação Matemática é um periódico científico que publica textos sobre temas de Educação Matemática, aberto a diferentes perspectivas, com o objetivo de evidenciar e compartilhar a produção acadêmica da área. Vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UDESC/FAED e ao Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias (PPGECMT) da UDESC/CCT.

O principal objetivo do BoEM é abrir espaços para trabalhos de diversos temas que se relacionem com a Educação Matemática, tais como tendências em Educação Matemática, teorias, metodologias e práticas de ensino, formação de professores, ensino de estatística, ensino de matemática na educação básica, ensino de matemática no ensino superior etc. Ou seja, pretendemos criar um espaço multi temático aberto às mais variadas discussões.

A cada ano, são publicados no mínimo dois números de edições regulares com textos inéditos no formato de artigos, revisões, ensaios ou relatos de experiências. Além desses, também são publicados números especiais, na forma de edições temáticas ou dossiês, em conjunto com editores convidados.

A submissão, a publicação e a consulta de textos são gratuitas. Os direitos autorais são cedidos pelos autores à revista.

As ideias e opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos seus autores e não representam a posição oficial da Revista BOEM ou de setores da Universidade do Estado de Santa Catarina.

A partir de 2020, cada edição regular do BOEM será dividida em até 4 seções:

(i) Artigos (textos sobre pesquisas concluídas);

(ii) Ensaios (textos sobre pesquisas em andamento);

(iii) Relatos de experiência (textos com descrição e análise de experiências);

(iv) Revisões (textos de revisão teórica ou bibliográfica).

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

Política contra plágio e autoplágio

Todo texto submetido ao BOEM será analisado com o uso de um software antiplágio. O objetivo é identificar situações de plágio e/ou de autoplágio nos textos enviados à revista.

Por plágio, entendemos a cópia de trabalho intelectual de uma outra pessoa – seja na totalidade ou como fragmentos – sem a devida atribuição de sua autoria.

Por autoplágio, entendemos a reprodução – total ou parcial – de um trabalho do(s) próprio(s) autor(es) do texto, já publicado anteriormente, sem a devida notificação dessa situação.

Para evitar a caracterização de autoplágio, textos oriundos de:

- relatórios de pesquisa, teses e/ou dissertações somente serão aceitos se evidenciarem um processo de elaboração e síntese que resulte comprovadamente em nova produção;

textos oriundos de trabalhos apresentados e/ou publicados em anais de eventos científicos somente serão aceitos se houver uma considerável ampliação teórica e/ou metodológica em relação à versão publicada com, por exemplo, novos dados, novas reflexões etc..

Obrigatoriamente, em ambos os casos, a situação deve ser comunicada no ato da submissão, no campo "Comentários para o editor" e também deverá ser mencionada no arquivo do texto, em nota de rodapé, a origem da produção apresentada.

 

Arquivamento

Para a preservação digital, esta revista utiliza o sistema PKP PN no Open Journal System.

 

Indexadores