Concentração de nutrientes na solução do subsolo de lavoura fertilizada com dejeto suíno

Wagner Sacomori, Paulo Cezar Cassol, Paulo Roberto Ernani, David José Miquelutti, Jucinei José Comin, Luciano Colpo Gatiboni

Resumo


O expressivo crescimento e a concentração regional da suinocultura no Brasil elevam os riscos de poluição do solo e da água pelo excesso de dejeto líquido de suíno (DLS) aplicado em lavouras. O objetivo do trabalho foi avaliar o impacto do DLS na concentração de elementos na água percolada em solo sob diferentes doses desse resíduo num experimento a campo conduzido no sistema de plantio direto milho - aveia, sob Latossolo Vermelho Distroférrico. Os tratamentos consistiram em aplicações anuais de DLS nas doses 0, 50, 100 e 200 m³ ha-1; adubo mineral solúvel (AM); e DLS combinado com adubo mineral solúvel (DLS+AM), organizados no delineamento blocos completos com quatro repetições. Foram determinadas as concentrações de N mineral, P, K, Ca e Mg na solução do solo extraída por lisímetros de sucção nas profundidades de 0,4 e 0,8 m durante o 13º ano após o início das aplicações. As concentrações de N-NH4+ na solução foram maiores nas doses 100 e 200 m³ ha-1 de DLS e também quando houve aplicação de N mineral em cobertura. A dose 200 m³ ha-1 também promoveu maior concentração de N-NO3- que os demais tratamentos. A concentração de N-NH4+ foi menor do que o de N-NO3-, apesar do N do DLS ocorrer predominantemente na forma de N-NH4+. Os valores de P na solução do solo foram inferiores ao limite de detecção do método utilizado para a sua respectiva análise, indicando que não houve excesso desse nutriente na solução do solo nas profundidades avaliadas. As concentrações de K+, Ca+2 e Mg+2 na solução do solo aumentaram com as doses de DLS, evidenciando que o uso prolongado desse resíduo promove a movimentação desses cátions básicos para camadas inferiores do perfil do solo. O aumento da dose de DLS aplicada aumenta as perdas de N na forma de nitrato e de cátions básicos (K+, Ca+2 e Mg+2) por lixiviação.

Palavras-chave


Esterco, adubo orgânico, poluição da água, Zea mays.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711532016245

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171