Silagem de bagaço de laranja pré-seco e a sua utilização na alimentação de ruminantes – Revisão

Roberta de Lima Valença, Ângela Cristina Dias Ferreira, Ana Caroline Pinho dos Santos, Barbara Cristina Dantas da Silva, Vinicius da Silva Oliveira, José Adelson Santana Neto, José Uellington do Nascimento Lima, Edinete Santos de Oliveira

Resumo


O bagaço de laranja, composto de casca, sementes e polpa, é um subproduto de adequado valor nutricional para alimentação de ruminantes, por possuir características nutricionais, como energia e proteína semelhantes as do milho. Este subproduto é largamente utilizado na pecuária brasileira, sob a forma peletizada, sendo a peletização um processo de alto custo, gerando interesse das empresas processadoras de frutas em desenvolver mercados para o bagaço de laranja úmido. Todavia por ser um alimento de umidade elevada, acaba se deteriorando em um curto espaço de tempo e a silagem vem surgindo como alternativa para o armazenamento deste subproduto sem comprometer as características nutricionais do mesmo. O bagaço de laranja é um alimento rico em pectina, carboidrato altamente degradável no rúmen que apresenta tendência a manter o pH ruminal mais elevado em relação aos alimentos energéticos tradicionais, que são ricos em amido. Esta revisão tem como objetivo abordar temas em relação à silagem de bagaço de laranja e a sua utilização na alimentação de ruminantes.

Palavras-chave


Laranja, pectina, subproduto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711512016068

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171