As diferentes naturezas do mesmo objeto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034701292024014

Palavras-chave:

história, memória, revista Móin-Móin, teatro de formas animadas, teatro de objetos

Resumo

O texto apresenta a edição n. 29 da Móin-Móin - Revista de Estudos Sobre Teatro de Formas Animadas, com o tema “Teatro de objetos, memória e história”, seu contexto de composição, as questões que provocaram os autores e o convite à leitura dos artigos publicados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo César Balardim Borges

Professor Associado na área de Prática Teatral - Teatro de Animação, no Departamento de Artes Cênicas e no Programa de Pós-Graduação em Teatro do Centro de Artes - CEART da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Atualmente coordena o Programa de Extensão Formação Profissional no Teatro Catarinense, o qual tem como principal ação a edição da Móin-Móin - Revista de Estudos Sobre Teatro de Formas Animadas. Pós- Doutorado em Teatro de Animação (Université Paul Valéry - Montpellier III), Doutorado em Artes Cênicas (PPGT / UDESC), Mestrado em Artes Cênicas (PPGAC / UFRGS) e licenciatura em Letras - Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (ULBRA).

Katy Deville

Atriz, cantora, marionetista, Katy Deville também é diretora. Ao longo dos anos, Katy tem permanecido
fiel, em suas criações, ao teatro de objetos. Com o objetivo de desenvolvimento dessa linguagem, fundou em 1979, com Christian Carrignon, o Théâtre de Cuisine. A partir de então, o grupo é considerado como referência na Europa. Desde 1999, Katy Deville oferece laboratórios e workshops da companhia, compartilhando seu processo de criação. De 1988 a 1992, parte em tourné com Philippe Genty e o espetáculo Dérives. Em 1993, estabelece a companhia na Friche Belle de Mai, em Marseille (França).

Christian Carrignon

Carrignon (nascido em Paris em 1948) funda com Katy Deville a companhia Théâtre de Cuisine,
em 1979. A partir de então, vem desenvolvendo o teatro de objetos em amplas frentes, tanto como ator quanto como pesquisador, dramaturgo e diretor. O Théâtre de Cuisine criou cerca de vinte espetáculos em vinte anos e, em 1993, estabeleceu-se em uma residência permanente no Friche La Belle de Mai, em Marseille. Christian Carrignon também ministra workshops e publica artigos sobre o teatro de objetos. 

Liliana Pérez Recio, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professora no Departamento de Artes Cênicas do CEART - UDESC, fez doutorado em Teatro pelo Programa de Pós-graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina.  Com Bacharelado em Teatro pelo Instituto Superior de Arte (Cuba, 2000) e Licenciatura em Teatro pelo Instituto Ítalo Brasileiro (São Paulo, 2022): é diretora teatral e atriz bonequeira. Integrou o elenco do Teatro Nacional de Guiñol durante nove anos; assim como diversos coletivos do cinema, rádio e televisão em Cuba.  Fundou e dirigiu El Arca Teatro Museo de Títeres em Havana, (2009 – 2022).

Fabiana Lazzari

Professora Adjunta do Departamento de Artes Cênicas-CEN e do Programa de Pós-Graduação em Artes
Cênicas-PPGCEN, do Instituto de Artes-IdA, da UnB. Coordena o Proj. de Extensão de Ação Continuada LATA-Laboratório de Teatro de Formas Animadas e do Grupo de Pesquisa vinculado ao CNPq-
LATA/UnB. Doutora e Mestre em Teatro pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro- PPGT/UDESC. Licenciada em Educação Artística-Habilitação em Artes Cênicas (UDESC). Bacharel em Educação Física (UDESC). Atriz, Sombrista, Arte-educadora, Gestora e Produtora Cultural e fundadora da entreAberta Cia Teatral e do SKIA-Espaço da Sombra.

Referências

BERGSON, Henri. O riso, ensaio sobre a significação do cômico. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983. Traduzido da 375o. Edição francesa, publicada em 1978 por Presses Universitaires de France. Tradução: Nathanael C. Caixeiro

QUÉRUEL, Anne-Marie. Arts Visuels & Marionnettes et Théâtres d’Objets. Caen: Canopé Editions, 2014.

LEONARDELLI, Patrícia. Teatralidade e Performatividade: espaços em devir, espaços do devir. Cena, [S. l.], n. 10, 2012. DOI: 10.22456/22363254.20891. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/cena/article/view/20891. Acesso em: 2 abr. 2024.

MATTÉOLI, Jean-Luc. L’objet pauvre: mémoire et quotidienne sur les scènes contemporaines françaises. Rennes: Presses Universitaires de Rennes, 2011.

CARRIGNON, Christian. Le théâtre d’objet: mode d’emploi. Agôn (online), Dossiers, N°4: L'objet, Le jeu et l'objet: dossier artistique, 2011. Disponível em: https://journals.openedition.org/agon/2079.

Downloads

Publicado

2024-05-10

Como Citar

BORGES, Paulo César Balardim; DEVILLE, Katy; CARRIGNON, Christian; RECIO, Liliana Pérez; LAZZARI, Fabiana. As diferentes naturezas do mesmo objeto. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 29, p. 14–24, 2024. DOI: 10.5965/2595034701292024014. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/moin/article/view/25566. Acesso em: 24 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)