O Estilo Enquanto Lógica de Identificação: elo entre as características expressivas complexas que se coadunam no trânsito do processo histórico e a manifestação expressiva particular e singular de um indivíduo

Autores

  • Flávia Zambon Tronca Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS)

Palavras-chave:

Complexidade, Ritmo, Estilo

Resumo

O estilo é expressão da individualidade, personalíssimo, e tem a sua própria linguagem e ritmo, porém, é invisível ao primeiro olhar. É síntese da experiência de um sujeito tornando-se identidade pessoal. Porém, apesar de ser único, pessoal e intransferível o estilo estabelece inúmeras combinações com as expressões cristalizadas de muitos outros. Ao mesmo tempo que é marca de si, é, também, espírito do tempo em toda a sua complexidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUDOT, François. Moda do século. São Paulo: Cosac Naify, 2002.

BOLLON, Patrice. A moral da máscara: merveilleux, zazous, dandis, punks, etc. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

CATELLANI, Regina Maria. Moda ilustrada de A a Z. São Paulo: Manole, 2003.

CIDREIRA, Renata Pitombo. Os sentidos da moda: vestuário comunicação e cultura. São Paulo: Annablume, 2006.

DÓRIA, Carlos. Bordados da fama: uma biografia de Dener. São Paulo: SENAC São Paulo, 1998.

LIPOVETSKY, Giles. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

___. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget, 2001 1b.

____. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2000 c.

____. O método 1: a natureza da natureza. Porto Alegre: Sulina, 2002.

MOUTINHO, Maria Rita e VALENÇA, Máslova Teixeira. A moda do século XX. Rio de Jasneiro: SENAC, 2000.

ONFRAY, Michel. La sculpture de soi: La morale esthétique. Paris: Grasset, 1993.

PAREYSON, Luigi. Estética: teoria da formatividade. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1993.

SANT’ANNA. Mara Rúbia. Teoria de moda: sociedade, imagem e consumo. São Paulo: Estações das Letras, 2007.

SEELING, Charlotte. Moda: século dos estilistas. Portugal: Könemann, 2000.

SIMMEL,George. Philosophie de la modernité: la femme, la vie, líndividualisme. Paris: Éditions Payot, 1989.

___, Georg. La parure et autres essais. Trad. Michel Collomb, Philippe Marty et Florence Vinas. Paris: Édition de la Maison des Sciences de l’homme, 1998.

VEILLON, Dominique. Moda e guerra. Rio de Janeiro: Zahar, 2004.

Downloads

Publicado

2008-07-01

Como Citar

TRONCA, F. Z. O Estilo Enquanto Lógica de Identificação: elo entre as características expressivas complexas que se coadunam no trânsito do processo histórico e a manifestação expressiva particular e singular de um indivíduo. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 1, n. 2, 2008. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/7619. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Ensaios