EFEITO DA ÉPOCA DE SEMEADURA E DA APLICAÇÃO DE FUNGICIDAS NO PROGRESSO DA FERRUGEM ASIÁTICA, OÍDIO E DOENÇAS DE FINAL DE CICLO NA CULTURA DA SOJA

Gilson José Marcinichen Galloti, Alvadi Antonio Balbinot Junior, Rogério Luiz Backes

Resumo


A cultura da soja é afetada por mais de uma centena de doenças, estando as doenças de final de ciclo (DFC), o oídio (Microsphaera diffusa) e, recentemente, a ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) entre as de maior ocorrência. A ferrugem asiática tem causado elevadas perdas de produtividade na cultura da soja, sendo maiores os prejuízos em infecções precoces. O oídio e as DFC são menos severas, causando menores perdas de produtividade. No presente trabalho avaliou-se a severidade das doenças, a eficiência de fungicidas e a produtividade de grãos de soja em duas épocas de semeadura. Em função das condições climáticas adversas às DFC e à ferrugem asiática, estas doenças apresentaram baixa severidade (menor que 1%) e não causaram redução de produtividade. Somente oídio apresentou maior severidade (chegando a atingir 41%), mas sem causar redução na produtividade.

Palavras-chave


Glycine max, fungicidas, epidemiologia, produtividade, componentes do rendimento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171