AVALIAÇÃO DE DIETAS ARTIFICIAS PARA CRIAÇÃO DE Hypocala andremona (STOLL, 1781) (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE)

Alvimar Bavaresco, Mauro Silveira Garcia, Marcos Botton, Aline Nondillo

Resumo


Hypocala andremona (Stoll, 1781) (Lepidoptera: Noctuidae) é a principal praga do caquizeiro no Brasil. Neste trabalho foi avaliada a adequação de dietas artificiais para a criação do inseto em laboratório e estudado seu desenvolvimento e aspectos reprodutivos no hospedeiro natural (folhas de caquizeiro da cultivar Fuyu), na temperatura de 26±1ºC, UR de 70±10% e fotofase de 12 horas. H. andremona não completou a fase de lagarta quando criada em dietas artificiais contendo como fontes protéicas feijão branco, germe de trigo, farelo de soja, leite em pó desnatado e levedura de cerveja (dieta 1A); feijão carioca, germe de trigo e levedura de cerveja (dieta 2A); e germe de trigo e leite em pó desnatado (dieta 3A) Nestas dietas, caqui desidratado, açúcar cristal e/ou inositol foram adicionados como fagoestimulantes. A adição de caqui desidratado nas dietas proporcionou incremento no início da atividade de alimentação de H. andremona, sendo que na dieta 1C maior número de lagartas iniciou a atividade de consumo (45,0%). Dessa forma, recomenda-se a continuidade dos trabalhos visando adequar esta dieta para a criação de H. andremona. Em folhas de caquizeiro da cultivar Fuyu, a duração do período ovo adulto de H. andremona foi de 39,1 dias e a sobrevivência total de 15,2%. A longevidade foi 15,6 e 16,8 dias para machos e fêmeas, respectivamente, e a fecundidade média de 410,1 ovos/fêmea. De acordo com a tabela de vida de fertilidade, H. andremona apresenta duração média de uma geração (T) de 45,0 dias. A taxa líquida de reprodução (Ro) demonstrou que a população do inseto pode aumentar 35,04 vezes a cada geração. A capacidade inata de aumentar em número (rm) foi de 0,07903 e a razão finita de aumento (C) foi de 1,08224 fêmeas/fêmea/dia.

Palavras-chave


nutrição de insetos, fagoestimulante, caqui, Diospyros kaki.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171