Calda sulfocálcica, óleo mineral e extrato de alho na superação da dormência de quivizeiro

Luiz Antonio Biasi, Bernardo Lipski, Éder David Borges da Silva, Odirlei Raimundo de Oliveira, Adriana de Toni Sachi, Rafael Aparecido Peressuti

Resumo


Este trabalho teve por objetivo testar o efeito da calda sulfocálcica (CS), do óleo mineral (OM) e do extrato de alho (EA) na superação da dormência de quivizeiro 'Bruno'. No experimento com calda sulfocálcica foram testados 16 tratamentos em esquema fatorial 4 x 4 (soluções para superação da dormência x posição das gemas). As soluções foram: OM 6%; OM 6% + CS 10%; OM 6% + CS 20% e OM 6% + CS 30%. No experimento com extrato de alho foram testados 28 tratamentos em esquema fatorial 7 x 4 (soluções para superação da dormência x posição das gemas). As soluções foram: testemunha; OM 4%; OM 4% + EA 2%; OM 4% + EA 4%; OM 4% + EA 6%; OM 4% + EA 8% e OM 4% + EA 10%. Em ambos experimentos foram avaliadas as quatro gemas da porção apical dos ramos em quatro avaliações. Foram consideradas gemas brotadas todas as que se encontravam com uma folha visível ou em estádios fenológicos mais avançados. Em ambos experimentos, a gema apical sempre apresentou a maior porcentagem de brotação, formando um gradiente decrescente até as gemas inferiores. A calda sulfocálcica não apresentou efeito na superação da dormência de gemas de quivizeiro, apresentando-se semelhante ao tratamento apenas com óleo mineral. O extrato de alho apresentou efeito na superação da dormência das gemas do quivizeiro. O tratamento com OM 4% + EA 10% foi superior aos demais, mas não diferiu dos tratamentos com OM 4% + EA 6% e OM 4% + EA 8%. Essa superioridade é consequência da maior brotação das gemas laterais inferiores, já que a brotação das gemas apicais foi praticamente a mesma, em média 93,33%. Conclui-se que, para superação da dormência de gemas de quivizeiro 'Bruno', a calda sulfocálcica até a concentração de 30% em combinação com óleo mineral 6% não é eficiente e o extrato de alho na concentração de 10% em combinação com óleo mineral 4% eleva a porcentagem de brotação das gemas laterais, mas não em níveis satisfatórios.

Palavras-chave


Actinidia deliciosa; Brotação; Gemas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________________________________________________________________________

Revista de Ciências Agroveterinárias (Rev. Ciênc. Agrovet.), Lages, SC, Brasil        ISSN 2238-1171