Cidade e experiência estética: ocupar as ruas, para ocupar os currículos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103452022e0113

Palavras-chave:

Cidade, Experiência estética, Teatro, Formação de professores

Resumo

Há nas relações formativas contemporâneas a necessidade atitudinal e epistêmica de se fazer da cidade um espaço para que a experiência estética possa existir e, assim sendo, uma das maneiras para que tal premissa educativa, que resvala diretamente na formação de novos espectadores, possa se consolidar enquanto área de conhecimento e campo de experiência seria a ocupação regular dos espaços públicos por ações estéticas diversas, desse modo, as Universidades não estão fora deste contexto. Assim, de maneira ensaística, o trabalho a seguir levanta algumas reflexões sobre as potências formativas que a cidade pode oferecer na construção de artefatos estéticos e, ainda, algumas possíveis relações entre currículo, cidade e cultura na formação artística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Abimaelson Santos, Universidade Federal do Maranhão

Doutorado em Artes pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP). Mestrado em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Graduação – Licenciatura em Teatro pela UFMA. Professor da Universidade Federal do Maranhão.

Referências

CAMPBELL, Brígida. Arte para uma cidade sensível. São Paulo: Invisíveis Produções, 2015.

CANCLINI, Nestor Garcia. Leitores, Espectadores e Internautas. São Paulo: Iluminuras, 2008.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: Artes do fazer. 22ª ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

LEFEBVRE, Henri. O Direito à Cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

MORENO, Renata. Entre o capital e a vida: pistas para uma reflexão feminista sobre as cidades. In: MORENO, Renata (Org.). Reflexões e práticas de transformações feministas. São Paulo: SOF, 2015.

OLIVEIRA, Fernanda Areias; PEREIRA, João Victor. A reescritura de espaços históricos no processo teatral de Negro Cosme em Movimento, do Grupo Cena Aberta. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, ago./set. 2020.

Downloads

Publicado

2022-12-12

Como Citar

SANTOS, A. . Cidade e experiência estética: ocupar as ruas, para ocupar os currículos. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 45, p. 1-30, 2022. DOI: 10.5965/1414573103452022e0113. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/22687. Acesso em: 29 jan. 2023.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Cidades, espaços teatrais e experiências artísticas