“Trocadilho”

uma proposta pedagógica circense para a Educação Infantil

Autores

  • Simone Alves Universidade Federal da Paraíba
  • Carolina Dias Laranjeira Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.5965/2358092525252021045

Palavras-chave:

Ensino do Circo, Metodologia Educacionais em Artes, Educação Infantil

Resumo

O presente artigo apresenta um dos resultados de uma pesquisa de Mestrado desenvolvida em colaboração com crianças da turma do Pré-Escolar II e professoras de um CREI (Centro de Referência de Educação Infantil) na periferia de João Pessoa - PB. Desde a experiência artística profissional adquirida no Circo, narra-se o percurso de criação de uma proposta pedagógica baseada na junção da arte circense com os jogos e as brincadeiras infantis. Tal proposta, chamada de “Trocadilho”, é analisada ao descrever princípios e conteúdos próprios dos saberes artísticos e educativos do circo e identificar parâmetros que guiam o currículo praticado a partir das diretrizes da Base Nacional Comum Curricular - BNCC. A intervenção no ambiente educacional, provocada pela proposta, permite afirmar que é possível aprender o circo por meio das culturas infantis, ao mesmo tempo em que se permite à comunidade escolar e não apenas ao público infantil o brincar por meio do circo.

Biografia do Autor

Simone Alves, Universidade Federal da Paraíba

Professora da Educação Básica em João Pessoa, faz parte da equipe de direção do Centro Cultural Piollin, do Fórum Paraibano de Circo e da Rede Paulo Freire. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, especialização em supervisão e orientação escolar pelo Centro Integrado de Tecnologia, e em Educação Emocional pelo Espaço Arte Yoga. É mestre em Artes (Prof-Artes/UFPB). Pesquisa e atua na área da Educação Infantil e das Artes cênicas, especificamente, nas Artes Circenses. E-mail: simonefalvesm@gmail.com

Carolina Dias Laranjeira, Universidade Federal da Paraíba

Professora do Mestrado Profissional em Artes (Prof-Artes/UFPB) e dos cursos de licenciatura em Dança e bacharelado e licenciatura em Teatro da Universidade Federal da Paraíba. Graduada em Dança e Mestre em Artes (UNICAMP), Doutora em Artes Cênicas (UFBA). Líder do Grupo de Pesquisa CosMover: dança em perspectivas pluriepistêmicas. Desenvolve e orienta pesquisas abrangendo os temas: processos criativos, culturas populares, dramaturgia da dança e estados corporais nos âmbitos artísticos e educacionais. E-mail: ca.laran@gmail.com

Referências

ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Tradução de Dora Flaksman. Rio de Janeiro: Afiliada, 1981.

BENÍCIO, Eliane. Saltimbancos urbanos: o circo e a renovação teatral no Brasil, 1980-2000. São Paulo: Perspectiva; Salvador: PPGAC/UFPBA, 2018.

BORTOLETO, Marco Antonio Coelho; PINHEIRO, Pedro Henrique Godoy Gandia; PRODÓCIMO, Elaine. Jogando com o circo. São Paulo: Fontoura, 2009.

BOLOGNESI, Mário Fernando. Palhaços. São Paulo: Ed Unesp; 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC/SEB, 2017.

COLL, César; POZO, Juan Ignacio; SARABIA, Bernabé; VALLS, Enric. Os conteúdos na reforma: ensino e aprendizagem de conceitos, procedimentos e atitudes. Porto Alegre: Artes Médicas Sul Ltda., 1998.

DAMÁSIO, António. O mistério da consciência: do corpo e das emoções do conhecimento de si. Tradução de Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

FERREIRA, Diego Leandro; BORTOLETO, Marco Antonio Coelho; SILVA, Erminia. Segurança no circo: questão de prioridade. Jundiaí - SP: Fontoura, 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

GALLO, Fabio Dal. Escola Picolino: o circo social e a arte-educação. São Paulo: Perspectiva; Salvador: PPGAC/UFBA, 2018.

GONSALVES, Elisa. Educação e emoções. Campinas, SP: Alínea, 2015.

KRAMER. Sônia. A infância e sua singularidade. In: BRASIL. Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de 6 anos de idade. Brasília - DF: Ministério da Educação; FNDE, 2006. p. 19-21.

MACEDO, Cristina Alves. Educação no circo: crianças e adolescentes no contexto itinerante. Salvador: Quarteto, 2008.

MENDES, Simone de Fátima Alves; LARANJEIRA, Carolina Dias. Brincadeira só se aprende brincando: Arte Circense na formação (de base e continuada) de professores. Fazer pensar e ensinar artes cênicas: Epistemologias do extremo leste do Brasil. Campinas - SP: Papirus, 2021.

QVORTRUP, Jens. A infância enquanto categoria estrutural. In: Educação e Pesquisa, v. 36, n. 2, 2010. p. 631-643.

SILVA, Ermínia; ABREU, Luís Alberto de. Respeitável público... o circo em cena. Rio de Janeiro: Funarte, 2009.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Estudos da infância e sociedade contemporânea: desafios conceptuais. In: O Social em Questão, n. 21, 2009. p. 15-30.

Downloads

Publicado

2021-09-01

Como Citar

ALVES, S.; LARANJEIRA, C. D. “Trocadilho”: uma proposta pedagógica circense para a Educação Infantil . Revista NUPEART, Florianópolis, v. 25, n. 25, p. 45-66, 2021. DOI: 10.5965/2358092525252021045. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/19742. Acesso em: 2 dez. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)