O ensino profissional em Florianópolis: entre cortes, costuras e algumas agulhadas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630712023e2921

Palavras-chave:

ensino profissionalizante, Florianópolis, formação em moda

Resumo

O ensino profissionalizante no contexto da capital catarinense e a partir do período republicano é o tema de pesquisa que fomentou a escrita desse artigo. Seu propósito foi refletir em que medida as diferentes modalidades de ensino profissionalizante praticadas em Florianópolis, de inciativa pública, atentou para o perfil socioeconômico da sociedade local, em especial, as formações voltadas para o universo da produção e consumo do vestuário. Para alcançar tal objetivo foram arroladas fontes primárias como legislação estadual e anúncios de jornais e, igualmente, teses, dissertações e publicações diversas que trataram do tema, época e sociedade. Dada a vasta problemática definida, a delimitação temporal foi estabelecida entre 1910 e1993. Após análises, se concluiu que os projetos educacionais profissionalizantes adotados não eram atentos à realidade socioeconômica e nem mesmo ao projeto de desenvolvimento local definido pela gestão estadual, cuja razões dessas decisões se devem a própria compreensão do que é o sistema produtivo do vestuário e o status social desfrutado por seus profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Rúbia Sant'Anna, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora em História (UFRGS, 2005). Professora efetiva da Universidade do Estado de Santa Catarina. Professor permanente do PPGAV da mesma instituição. Link do Lattes: http://lattes.cnpq.br/8949042412277782. E-mail mara.santanna@udesc.br

Referências

ALMEIDA, Alcides Vieira de. Dos aprendizes artífices ao CEFET/SC: resenha histórica. Florianópolis: Ed. do Autor, 2003.

ALVES, Wilson Barbosa. A pedagogia de Rui Barbosa versus a filosofia positivista: uma contribuição à discussão sobre o ensino do desenho no Brasil. Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho”. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (FAAC). Dissertação de Mestrado, 2016.

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SANTA CATARINA - ALESC. Constituição (1935). Decreto nº 713, de 5 de janeiro de 1935. Decreto N. 713. Florianópolis, SC, Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/133656/Decreto%20713%20de%201935%20SC.pdf?sequence=1&isAllowed=y Acesso em: 20 ago. 2021.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SANTA CATARINA (Estado). Constituição (1965). Lei nº 3.676, de 28 de junho de 1965. Disponível em: http://leis.alesc.sc.gov.br/html/1965/3676_1965_Lei.html Acesso em: 11 nov. 2021.

BELINSLY, Alba Carneiro. Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro - dos pressupostos aos reflexos de sua criação - de 1856 a 1900. Dissertação de Mestrado em Artes Visuais. UFRJ, 2003.

BERTELLI, Luiz Gonzaga. A construção de São Paulo e seus artífices, notas biográficas. São Paulo: Academia Paulista de História/Centro de Integração Empresa-Escola, 2016.

BRASIL. Decreto n. 50.492, de 25 de abril de 1961. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1960-1969/decreto-50492-25-abril-1961-390234-publicacaooriginal-1-pe.html Acesso em: 10/11/2022

BRASIL. Lei n. 3552, de 16 de fevereiro de 1959. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l3552.htm Acesso em: 10/11/2022.

BRASIL. Lei n. 4.759, de 20 de agosto de 1965. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1950-1969/L4759.htm Acesso em 10/11/2022.

BROCH, Caroline, BRESCHILIARE, Fabiane Castilho Teixeira; BARBOSA-RINALDI, Ieda Parra. A expansão da educação superior no Brasil: notas sobre os desafios do trabalho docente. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas) [online]. 2020, v. 25, n. 2. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-4077/S1414-40772020000200002. Acesso em: 10 nov. 2022.

CALDAS, Dario. Cursos e Desvios do |Ensino Superior de Moda. In: CALDAS, Dário. Observatório de Sinais: teoria e prática da pesquisa de tendências. Rio de Janeiro: Editora Senac, Rio, 2004.

CINTRA, Maria Cristina. O processo de aprendizado do ofício de alfaiate em Florianópolis (1913-1968). 2004. Dissertação (Mestrado) - Universidade do Estado de Santa Catarina, 2004.

CLASEN, Mary Neuza Freitas; Ninita Muniz: a trajetória de uma modista catarinense. 2005. 62 p. Trabalho de conclusão de Especialização - Universidade do Estado de Santa Catarina, 2005.

CPDOC. Relatório Referente aos Terrenos das Escolas de Aprendizes Artífices, 1935. Disponível em: In. Ministério da Educação e Saúde – Educação e Cultura. Arquivo Gustavo Capanema. Disponível em: Relatório Ministerial sobre a Escola de Aprendizes Artifices, 1923 (ufsc.br). http://docvirt.com/docreader.net/DocReader.aspx?bib=arq_gc_g&Pesq=%22Amazonas Acesso em 28/10/2022.

CUNHA, Luiz Antônio. O ensino industrial-manufatureiro no Brasil, Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 14, maio/ago. 2000.

ESTADO DE SANTA CATARINA. Lei n. 1463, de 30 de abril de 1956. Assembleia Legislativa do Estado. Acervo Físico

ESTADO DE SANTA CATARINA. Lei n. 235, de 10 de dezembro de 1948. Assembleia Legislativa do Estado. Acervo Físico.

ESTADO DE SANTA CATARINA. Lei n. 3191, de 06 de maio de 1963. Assembleia Legislativa do Estado. Acervo Físico.

FERNANDES, Rosane Schimitz. Escola Profissional Feminina de Florianópolis: reproduções sociais e culturais costuradas pela educação popular (1935-1983). Dissertação (Mestrado em Educação e Cultura) – Universidade Estadual de Santa Catarina/UDESC, Programa de Pós-graduação em Educação e Cultura, Florianópolis, 2007.

FONSECA, C. S. História do ensino industrial no Brasil (Vol. 1). Rio de Janeiro, RJ: ETN, 1986, 2014.

HASS, Monica (org). Partidos, eleições e votos. Chapecó/SC: Argos, 2003.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censos demográficos, 1950/1960/1970. Rio de Janeiro: IBGE.

JORNAL O ESTADO. Florianópolis, 01 jan. 1950/ 31 mar. 1970. Diário.

MAKOWIECKY, Sandra. Projeto Pedagógico do Curso Bacharelado em Moda da UDESC. Manuscrito, 1993.

MANFREDI, Silvia Maria. Educação profissional no Brasil. São Paulo: Cortez, 2002.

MARCON, Maria Teresinha de Resende. A metropolização de Florianópolis: o papel do Estado. Dissertação (Mestrado em Geociências) Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2000.

PAIVA Edvaldo Pereira et alii. Plano Diretor de Florianópolis. Porto Alegre: Imprensa Oficial do Rio Grande do Sul, 1952. (Acervo da Biblioteca Central da UFSC – obras raras).

PELUSO, J. V. Antônio. O crescimento populacional de Florianópolis e suas repercussões no plano e na estrutura da cidade. In: Estudos de Geografia Urbana de Santa Catarina. Florianópolis: UFSC; Secretaria de Estado da Cultura e do Esporte, 1991.

PEREIRA, Elson Manoel. Histoire d’um outil d’aménagement : le zonage, l’exemple d’une ville brésilienne. Grenobre/FR. UPMF – Grenoble II, [Memóire de thèse]. 1999.

PEREIRA, Juliana; SANT’ANNA, Mara Rúbia. Ofício de alfaiate: de anúncios em jornais à perda da relevância da profissão. In: MARTINS, Marcelo; SENA, Taísa V. (Orgs). Anais do Congresso de Iniciação Científica em Design e Moda (CIC-DEM). Barueri/SP: Estação das Letras e das Cores, 202.

PIRES, Doroteia. PIRES, Dorotéia B. A história dos cursos de design de moda no Brasil. Revista Nexos: Estudos em Comunicação e Educação. Especial Moda. São Paulo: Universidade Anhembi Morumbi, ano 6, nº 9, 2002.

PORTAL DA CÂMARA DOS DEPUTADOS. Congresso. Câmara dos Deputados. Constituição (1909). Decreto nº 7.566, de 23 de setembro de 1909. Crêa nas capitaes dos Estados da República Escolas de Aprendizes Artifices, para o ensino profissional primario e gratuito. Decreto Nº 7.566, de 23 de setembro de 1909. Rio de Janeiro, RJ. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1900-1909/decreto-7566-23-setembro-1909-525411-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 10 ago. 2021.

QUELUZ, Gilson Leandro. Concepções de ensino técnico na República Velha: 1909-1930. Curitiba: PPGTE/CEFET-PR, 2000.

RIFFEL, Renato. As reformulações das atividades de alfaiataria na região do Vale do Itajaí-Mirim diante do surgimento do mercado de pronto para vestir na década de 1970. Monografia (Especialização em moda) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

RIZZO, Paulo M.B. Do urbanismo ao planejamento urbano: utopia e ideologia. Caso de Florianópolis. 1950 a 1990. Dissertação (Mestrado em Geociências) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1993.

RODRIGUES, José. Os Empresários e a Educação Superior. SP: Autores Associados, 2007.

SANT’ANNA, Mara Rúbia. Aparência e poder: novas sociabilidades urbanas, em Florianópolis, de 1950 a 1970. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História. [Doutorado] Porto Alegre, UFRGS, 2005.

SANT’ANNA, Mara Rúbia. Costuras narrativas de um passado recortado pelo presente. In: MAKOWIECKY, Sandra; OLIVEIRA, Sandra Ramalho; COLLAÇO, Vera (org). Centro de Artes da UDESC: história, imagens e memórias. Florianópolis: Editora da UDESC, 2018.

SILVA, Luisa de Marilac de Castro. Entre o Desejável e o Possível: a Escola de Aprendizes Artífices do Rio Grande do Norte: 1909-1937. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.

SILVA, Maria da Guia de Sousa. Escola para os Filhos dos Outros: Trajetória Histórica da Escola Industrial de Natal (1942-1968). Orientadora: Dra. Marlúcia Menezes de Paiva. 227 f. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

BUSINNES SCHOOL. Sistema S: O que é, Importância e História - FIA Acesso em: 28 out. 2022.

SUGAI, M. Inês. As intervenções viárias e as transformações do espaço urbano. A via de contorno norte-Ilha. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994.

THEIS, Mara Rúbia; RIFFEL, Renato; SCHMITT, Darlan Jevaer; SCHAEFER, Egéria Höeller Borges. A educação e a indústria do vestuário no nordeste catarinense: do aprendizado informal ao ensino profissionalizante. 17º Colóquio de Moda. Mesa 4: “Entre o ensino das artes e dos ofícios, heranças e projetos para a Moda hoje”. Ocorrido dia 27/09/2022. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=IKdOpVFzp8E&t=265s.

Publicado

2023-02-01

Como Citar

SANT’ANNA, Mara Rúbia. O ensino profissional em Florianópolis: entre cortes, costuras e algumas agulhadas. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 1–27, 2023. DOI: 10.5965/25944630712023e2921. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22921. Acesso em: 20 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>