Atividades Artísticas e Artesanais na perspectiva da Pedagogia Waldorf

contribuições à constituição do sujeito

Autores

  • Maria de Fátima da S.C.G. de Mattos Centro Universitário Moura Lacerda - CUML Programa de Pós-Graduação em Educação -Mestrado
  • Sílvia Helena Ferreira Pagliarini Zen Gorayeb ETEC Jose Martimiano da Silva https://orcid.org/0000-0002-6055-6962

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630522021049

Palavras-chave:

atividades artísticas, artesanato, Pedagogia Waldorf

Resumo

O presente estudo explorou no discurso da Pedagogia Waldorf a possibilidade de
uma educação voltada para o futuro do ser humano, baseado na própria
propositura, que é a de capacitar o sujeito para o enfrentamento dos desafios do
mundo contemporâneo, integrando ciência e arte por meio de atividades
educativas, práticas artísticas e artesanais, harmonizando as forças do pensar,
sentir e fazer. O objetivo deste estudo foi o de verificar a relação entre o interesse
despertado pelas atividades artísticas e artesanais em relação à formação de
atitudes individuais que expressem criatividade, organização e colaboração, em um
grupo de alunos matriculados no período da manhã no Ensino Fundamental I
regular em uma cidade pequena do interior paulista que no contra turno escolar,
frequentam um projeto educacional, com base nessa orientação pedagógica. Como
referencial teórico, apoiamo-nos em Rudolf Steiner (2005;2015), Schiller (1990),
Lanz (1990,2003,2005), Hahn (2007) e Walter Benjamin (2014).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima da S.C.G. de Mattos, Centro Universitário Moura Lacerda - CUML Programa de Pós-Graduação em Educação -Mestrado

Doutora em Artes pela ECA/USP

Mestre em História pela UNESP/Franca

Especialista em Cenografia e Indumentária Pela UNAERP/ Ribeirão Preto

Graduada em Educação Artistica, Música, Desenho e Pedagogia

Docente de Estética e Hostoria da Arte dos cursos de Moda, Arquitetura e Urbanismo do CUML

Docente Permanente do PPGE -Mestrado em Educação do CUML

Referências

ALVES, R. A utilidade e o prazer: um conflito educacional. In: DUARTE, João Francisco. Fundamentos estéticos da Educação. 6. ed. Campinas, SP: Papirus, 1988, p. 11-13.

ANTUNES, I.P. As Artes Plásticas na Pedagogia Waldorf: O Fazer Artístico da Criança. 2014. Disponível em <http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/23514/2/ULFBATES_838.pdf> acesso em 14.03.2019.

________. Rudolf Steiner: o retrato do visionário. 2011. Disponível em <http://www.sab.org.br/antrop/artigo-jose-tadeu-steiner-vision.htm> acesso em 09.04.2019.

BACH JÚNIOR, Jonas. A Pedagogia Waldorf como Educação para a Liberdade: Reflexões a partir de um possível diálogo entre Paulo Freire e Rudolf Steiner, 2012. Disponível em <http://www.ppge.ufpr.br/teses%20d2012/d2012Jonas%20Bach%20Junior.pdf> acesso em 12.04.2019.

Associação Pedagógica Rudolf Steiner. A Pedagogia Waldorf: 50 anos no Brasil. São Paulo: Dlippi Arte Editora, 2006.

______e MARIN, A. A. A Educação estética na Pedagogia Waldorf: O Imaginário e a Paisagem Interior. 2012. Disponível em <http://periodicosonline.uems.br/index.php/interfaces/article/view/559/523> acesso em 15.05.2019.

BENJAMIN, W. Reflexões sobre o Brinquedo, a Criança e a Educação. Trad. M.V. Mazzari. São Paulo: Editora 34, 2014.

BOS, Alexander. Desafios para uma Pedagogia Social. São Paulo: Antroposofica, 1986.

CARLGREN, Frans; KLINGBORN, Arne. Educação para a liberdade. 9ª. ed. São Paulo: Escola Waldorf Rudolf Steiner, 2005.

FEDERAÇÃO DAS ESCOLAS WALDORF NO BRASIL. A escola Waldorf. São Paulo. Disponível em: <http://www.fewb.org.br/Norma-Waldof.php> acessado em 08.04.2019.

FUZARI, M. F. e FERRAZ, M. H. Arte na educação escolar. São Paulo: Cortez, 2001.

GORAYEB, S.H.F.P.Z. Atividades Artísticas e Artesanais na perspectiva da Pedagogia Waldorf: contribuições à constituição do sujeito. 2019, 120 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós Graduação em Educação. Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto / SP, 2019.

HAHN, H. O nascimento da Escola Waldorf a partir dos impulsos da trimembração social: Tradução: Rudolf Wiedemann. São Paulo: Federação das Escolas Waldorf no Brasil, 2007

LANZ, R. Noções Básicas de Antroposofia. 7 ed. São Paulo: Antroposófica, 2005.

_________. A Pedagogia Waldorf. São Paulo: Antroposófica, 1990.

_________. Passeios por meio da História à Luz da Antroposofia. São Paulo: Antroposófica. 4.ed., 2018.

_________. A Pedagogia Waldorf. Caminho para um Ensino mais humano. São Paulo: Antroposófica, 2003.

MINAYO, M.C.S.(org). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

MIZOGUCHI, S. M. Rudolf Steiner e a Pedagogia Waldorf. In: Viver Mente & Cérebro. São Paulo: Duetto Editorial. 2006.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. Currículos e Programas no Brasil. Campinas: Papirus, 1990.

SALLES, R. Formação Continuada com Base na Pedagogia Waldorf: contribuição do projeto dom da palavra. São Paulo ,2010. Disponível em: <http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1795/1/Rubens%20Salles.pdf> acesso em 08.04.2019

SCHILLER, F.A Educação Estética do Homem. São Paulo: Iluminuras, 1990.

SCHLESENER, A.H. Educação e infância em alguns escritos de Walter Benjamin. Revista Paidéia, 2011, vol 21, n 48, p.129-135.

SOCIEDADE ANTROPOSÓFICA. Biografia de Rudolf Steiner. Disponível em: <http://www.sab.org.br/portal/antroposofia/sobre-rudolf-steiner/biografia-de-rudolf-steiner> acesso em 05.04.2019.

________. Currículo Waldorf. Disponível em: <http://www.sab.org.br/portal/pedagogiawaldorf/29-o-curriculo-waldorf> acesso em 04.03.2019.

STEINER, R.A arte da educação I: o estudo geral do homem, uma base para a pedagogia. São Paulo: Antroposófica, 5 ed.2015.

________. A arte de educar baseada na compreensão do ser humano. São Paulo: Federação das Escolas Waldorf no Brasil, 2005.

________. A arte de educar baseada na compreensão do ser humano. São Paulo: Federação das Escolas Waldorf no Brasil, 2005.

________. Arte e Estética segundo Goethe. São Paulo:Antroposófica,1997.

________. A Filosofia da Liberdade: fundamentos para uma filosofia moderna: resultados com base na observação pensante, segundo método das ciências naturais. São Paulo: Antroposófica, 2000.

_________. História da Arte: Reflexos e Impulsos Espirituais. Tradução da versão em francês de M.M. de Morais e J. Hosomi. São Paulo: Antroposófica, 2010

________. O método cognitivo de Goethe: linhas básicas para uma gnosiologia da cosmovisão goethiana. São Paulo: Antroposófica, 2004.

SALLES, R. Formação Continuada com Base na Pedagogia Waldorf: contribuição do projeto dom da palavra. São Paulo ,2010. Disponível em: <http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/1795/1/Rubens%20Salles.pdf> acesso em 08.04.2019 Data de submissão: 25/05/2021Data de aprovação: 30/05/2021

Publicado

2021-07-09

Como Citar

DA S.C.G. DE MATTOS, Maria de Fátima; FERREIRA PAGLIARINI ZEN GORAYEB, Sílvia Helena. Atividades Artísticas e Artesanais na perspectiva da Pedagogia Waldorf: contribuições à constituição do sujeito. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 5, n. 2, p. 49–68, 2021. DOI: 10.5965/25944630522021049. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/20420. Acesso em: 20 maio. 2024.