EXPERIÊNCIAS NEABIANAS NO NÚCLEO EXTENSIONISTA RONDON

CONTRIBUIÇÕES DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS NEAB/UDESC

Autores

  • Karla Leandro Rascke Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  • Graziela dos Santos Lima Unesp
  • Janine Soares R. Moraes Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Ana Lopes Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/2594641205012021082

Palavras-chave:

NEAB

Resumo

O trabalho pretende apresentar as experiências de ex-bolsistas e bolsista do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros-NEAB/UDESC em atividades extensionistas em diferentes operações no Núcleo Extensionista Rondon, nos anos 2011, 2013, 2018 e 2019. Objetivamos refletir sobre nossa percepção em relação às ações de extensão no âmbito universitário, as quais participamos, e relacioná-las com as oficinas realizadas no NER/UDESC. Dessa forma, refletir sobre as ações NEABianas relacionadas aos trabalhos que diz respeito à equidade racial e à visibilidade das culturas africanas e afro-brasileira, conforme a Lei Federal 10.639/03, em conformidade com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana (2004), enfatizando a importância destas ações na região de execução da Operação NER/UDESC. Nossa metodologia neste texto pauta-se numa reflexão crítica sobre as experiências vivenciadas pelas participantes nas operações indicadas. Os principais resultados e conclusões dizem respeito ao entendimento de que a extensão universitária é uma potente forma de construir e consolidar políticas públicas de democratização do conhecimento nas IES brasileiras, bem como da promoção da igualdade racial.

Referências

Avaliação da Extensão Universitária. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/Avaliacao-Extensao.pdf Acesso em: 09/06/2018.

BRASIL. Lei nº 10.639, de 09 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.639.htm Acesso em: 14/06/2018

BRASIL. Lei nº 11.645, de 10 de março de 2008. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2008/lei-11645-10-marco-2008-572787-publicacaooriginal-96087-pl.html Acesso em: 14/05/2018

CARDOSO, Paulino de Jesus Francisco; LIMA, Graziela dos Santos; PACHECO, Ana Júlia. O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB/UDESC): 10 anos de história. In: SANTANA, Moisés; COELHO, Wilma de Nazaré Baía; CARDOSO, Paulino de Jesus Francisco (Orgs.). O enfrentamento do racismo e preconceito no Brasil: a experiência dos NEABs. Itajaí (SC): Casa Aberta, 2014.

______. RASCKE, Karla Leandro. Formação de Professores: produção e difusão de conteúdos sobre a história e cultura afro-brasileira e africana. Florianópolis: DIOESC, 2014.

GONÇALVES, Ana Maria. Um defeito de cor. Rio de Janeiro: Record, 2009. 952 p.

LIMA, Paulo Gomes. Uma leitura sobre Paulo Freire em três eixos articulados: o homem, a educação e uma janela para o mundo. Pro-Posições, [S.L.], v. 25, n. 3, p. 63-81, dez. 2014. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0103-7307201407504.

LIMA, Graziela dos Santos. Cabeçalho de Assuntos de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros. 2016. 111 p. Dissertação (Mestrado em Gestão da Informação) – Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

MATOS, Gislayne Avelar e SORSY, Inno. O Ofício Do Contador De Histórias. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2005

NER/UDESC-NÚCLEO EXTENSIONISTA RONDON. Histórico de Operações. Disponível em: https://www.udesc.br/nucleorondon/opera%C3%A7%C3%B5es Acesso em: 20 jan. 2021

POLÍTICA NACIONAL DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Fórum de Pró-Reitores de Extensão da Instituições de Educação Superior Públicas Brasileiras. Disponível em: https://www.moodle.udesc.br/pluginfile.php/279222/mod_resource/content/1/Politica%20Nacional%20de%20Extensao%20Universitaria%20maio2012.pdf Acesso em 08/06/2018

Plano Nacional de Extensão Universitária. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/Plano-nacional-de-extensao-universitaria-editado.pdf Acesso em: 10/06/2018

RASCKE, Karla Leandro; CARDOSO, Paulino de Jesus Francisco; CARVALHO, C. A confecção de abayomis para abordagem de História e Cultura Afro-Brasileira: uma experiência do NEAB-UDESC (2013-2014). Revista Extensão. Vol. 8, n. 1, 2015. Cruz das Almas, BA: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

RENEX Rede Nacional de Extensão. Áreas Temáticas. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/?option=com_content&view=article&id=2&Itemid=3 Acesso em: 10/06/2018

SANTOS, Alfredo Balduíno. Extensão Universitária como viabilizadora de políticas públicas: a visão de acadêmicos da UDESC. 2012. 98 f. Dissertação de Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas - Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI, 2012.

SOUZA, Flavia de Assis. O saber-corpo e a busca pela descolonização da saúde coletiva. Saúde em Debate, [S.L.], v. 43, n. 8, p. 189-202, 2019. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0103-11042019s814.

Downloads

Publicado

2021-09-30

Como Citar

RASCKE, K. L.; LIMA, G. dos S.; MORAES, J. S. R.; LOPES, A. EXPERIÊNCIAS NEABIANAS NO NÚCLEO EXTENSIONISTA RONDON : CONTRIBUIÇÕES DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS NEAB/UDESC. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, v. 5, n. 1, p. 82-100, 2021. DOI: 10.5965/2594641205012021082. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/19969. Acesso em: 8 dez. 2021.