Relação entre engajamento e motivação em atividades didáticas investigativas no ensino de Biologia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0124

Palavras-chave:

ensino por investigação, atividade didática investigativa, situação problema

Resumo

Com o intuito de promover o protagonismo dos estudantes na construção de seu conhecimento nas aulas de Biologia, este artigo apresenta um produto educacional que visa capacitar os alunos a participarem ativamente no processo de aprendizagem. Para atingir esse objetivo, o estudo se concentra em descrever os avanços de um ciclo investigativo dentro de uma atividade didática apresentada no referido produto educacional, baseando-se no referencial teórico proposto por García e García (2000). A abordagem principal dessa intervenção pedagógica compreende três aspectos essenciais para a conclusão eficaz do processo de aprendizagem. Estes incluem: a apresentação de uma situação-problema que instiga o pensamento crítico dos alunos, a interação entre o conhecimento prévio dos estudantes e novas informações provenientes de diversas fontes, a fim de solucionar a situação-problema, e, por fim, a conclusão que envolve a comunicação dos resultados realizados. Este estudo segue uma abordagem qualitativa, com o propósito de caracterizar os momentos do ciclo investigativo que surgem durante a realização da atividade, fundamentando-se no referencial teórico indicado e enfatizando a participação ativa dos alunos por meio dessa estratégia de ensino. Além disso, a pesquisa demonstra a eficácia das ações desenvolvidas pelos estudantes para resolver a situação-problema proposta, destacando-se as discussões e outras estratégias utilizadas ao longo da atividade, que desenvolvem para a consolidação do conhecimento individual e coletivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica da Graça dos Santos, Rede privada de ensino de Joinville/SC

Mestre em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias, professora de ciências da rede privada - Bom Jesus Ielusc, Joinville/SC/Brasil.

Luiz Clement, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor em Educação Científica e Tecnológica, Professor Associado do Departamento de Física e do Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias, Universidade do Estado de Santa Catarina, Joinville/Santa Catarina/Brasil.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2017.

CLEMENT, L. Autodeterminação e Ensino por Investigação: Construindo Elementos para Promoção da Autonomia em Aulas de Física, 334 p. Tese de Doutorado. UFSC, Florianópolis, 2013.

GARCÍA, E. J.; GARCÍA, F. F. Aprender investigando: una propuesta metodológica basada en la investigación. 7ª. ed. Sevilla/ES: DÍADA, 2000. 93 p. (Série Practica, n. 2. Colección Investigación y Enseñanza).

SANTOS, J. G; CLEMENT, L; Atividade investigativa: cobertura vacinal contra a Covid-19. Ensino em Tecnologia e Revista. Vol 7, n. 1. Curitiba, 2013.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

SANTOS, Jéssica da Graça dos; CLEMENT, Luiz. Relação entre engajamento e motivação em atividades didáticas investigativas no ensino de Biologia. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0124, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0124. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/boem/article/view/24846. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias