Cenários e perspectivas da formação docente em Angola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0140

Palavras-chave:

Angola, formação docente, cenários

Resumo

Este texto apresenta algumas considerações e reflexões acerca da realidade escolar na formação de professores do Ensino Primário e do Ensino Secundário em Angola. Tem como objetivo analisar o impacto das práticas curriculares dos professores no processo de ensino e aprendizagem e dos conhecimentos e saberes inerentes à docência na educação angolana à luz das deliberações oficiais (Diários da República). A formação de professores é fundamental e deve ser priorizada para o cumprimento dos objetivos educacionais, já que visa preparar o futuro professor para proporcionar uma adequada qualidade de educação às novas gerações. Metodologia: O artigo se constituí numa abordagem com enfoque qualitativo, tendo como base documentos oficiais que permitem analisar de forma contextualizada os pressupostos definidores da formação de professores e o perfil de professor que se pretende formar para cumprir com os desafios atuais. Por isso, levanta-se as seguintes questões: Qual a perspectiva da formação docente em Angola? Estarão as instituições de formação de professores preparadas para cumprir estes objetivos? Resultados: foram selecionadas 8 temáticas na qual duas delas mescladas às outras, e referenciados em Estudos Analíticos 1, 2, 3, 4, 5 e 6 (EA1, 2, 3, 4, 5 e 6). Após se ter efetuado a incursão das temáticas, verificou-se que a formação docente em Angola necessita se adequar ao contexto sociocultural em que ela ocorre. Portanto, conclui-se que, no caso particular de Angola, a formação docente precisa de forma urgente ser trabalhada e atualizada para a preparação de profissionais competentes e que possam enfrentar os desafios de uma formação mais qualificada que vai ao encontro dos aspectos técnicos de forma a valorizar e garantir os vários saberes com alto nível.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulino Gregório Armando Kuebo, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestre, estudante, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis/Santa Catarina/Brasil.

Lourival José Martins Filho, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor, Professor, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis/Santa Catarina/Brasil.

Referências

ALFREDO, Francisco Caloia; TORTELLA, Jussara Cristina Barboza. Formação de professores em Angola: o perfil do professor do ensino básico. EcosS – Rev. Cient., São Paulo, n. 33, p. 125-142, jan./abr. 2014.

ANGOLA. Lei nº 4/75, de 9 de dezembro. Nacionalização do ensino. Diário da República, I Série, n. 25. Luanda: Conselho da Revolução, 9 dez. 1975.

ANGOLA. Decreto n.º 13/01. Assembleia Nacional. Lei de bases do sistema de educação, dez. 2001.

ANGOLA. Conselho de Ministros. Estratégia Integrada para a Melhoria do Sistema de Educação 2001-2015, Luanda, ago. 2001.

ANGOLA. Decreto n.º 109/11. Diário da República. Estatuto do Subsistema de Formação de Professores. I Série - N.º 98, mai. 2011.

ANGOLA. Decreto n.º 17/16. Diário da República. Lei de bases do sistema de educação e ensino, revoga a Lei n.º 13/01, I série, n.º 170, out. 2016.

ANGOLA. Decreto n.º 160/18. Diário da República. Estatuto da Carreira dos Agentes de Educação. I Série - N.º 95, jul. 2018.

ANGOLA. Decreto n.º 273/20. Diário da República. Regime Jurídico da Formação Inicial de Educadores de Infância, de Ensino Primário e do Ensino Secundário. I Série - N.º 168, out. 2020.

ANGOLA. Despacho n.º 155/2021 de 2 de setembro. Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação. Autoriza a redução para média 12 (doze) valores de acesso às provas de seleção para os cursos de licenciatura em educação e ensino. Luanda, set. 2021.

ANGOLA. Instituto Nacional de Estatística. Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos. Anuário das estatísticas sociais 2022-2050, jul. 2022.

BURNARD, Pamela. Introduction. The Context for Professional Knowledge in Music Teacher Education. In: GEORGI‐HEMMING, Eva; BURNARD, Pamela; HOLGERSEN, Sven‐Erik. Professional knowledge in music teacher education. Hampshire, England: Ashgate, 2013. p. 1‐15.

BUZA, Alfredo Gabriel; LEHER, Roberto; CANGA, Juliana Lando. O público e o privado da mercantilização da educação em Angola. Trabalho necessário. v. 20, n. 42, mai.-ago., 2022.

GUEDES. Mário Adelino Miranda. Perspectiva da formação docente em Angola no período pós-independência. s/d.

PERRENOUD, Philip. Ensinar: agir na urgência, decidir na incerteza. 2. ed. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

PETERSON, Pedro D. O professor do ensino básico: perfil e formação. Lisboa: Instituto Piaget, 2003.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

KUEBO, Paulino Gregório Armando; MARTINS FILHO, Lourival José. Cenários e perspectivas da formação docente em Angola. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0140, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0140. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/boem/article/view/24813. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias