avaliações externas, escolas, professores de matemática, máquinas de guerra, aparelhos de estado,

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X08172020249

Palavras-chave:

Avaliações Externas, Professores de Matemática, Escolas, Filosofias da Diferença

Resumo

Nesta produção inventiva multiplicamos efeitos de avaliações externas em espaços escolares. Nesse movimento, nossas produções flertam em diálogos com alguns escritos de Gilles Deleuze e Felix Guattari, com outros pesquisadores que se inventam em conceitos destes pensadores, com entrevistas com professores de matemática de escolas públicas do Ensino Fundamental. Nessa produção inventiva somos produzidos por afetos que atravessam uma estratégia neoliberal que se esforça em produzir a escola como uma mercadoria em detrimento à uma escola como direito. Efeitos de avaliações externas são produzidos em pressões e vigilâncias operados nas escolas, em privilégios e supremacia de uma disciplina em função de outra, em situações de adoecimentos de professores, em promessas de melhoria e qualidade da educação, em alunos como números, em...

Referências

CAMPO GRANDE. Promover educação de qualidade: programa municipal de avaliação externa de desempenho dos alunos da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande – MS. Soraya Regina de Hungria Cruz, Marcia Regina Teixeira Mortari Végas, Maria Elisabete Cavalcante (Org.). SEMED, Campo Grande – MS, 2011.

DELEUZE, G; GUATTARI, F. Mil Platôs. São Paulo: Editora 34, 1997. V. 5

FERREIRA, J. P. G. A EXTERIORIDADE DA MÁQUINA DE GUERRA EM MIL PLATÔS: UMA QUESTÃO DE MÉTODO. Kínesis. v. XI, p.133-151, 2019.

GALLO, S. Em torno de uma Educação Menor. Educação e Realidade. V. 27, p. 169-178, 2002.

GALLO, S.; MONTEIRO, A. . Educação menor como dispositivo potencializador de uma escola outra. REMATEC., v. 15, p. 185-200, 2020.

GOMES, Cladair Martins. Currículo e a Avaliações em larga escala: os gestores de escolas com alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica IDEB. 2019. 215p. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Católica Dom Bosco. Campo Grande – MS.

SAFATLE, V. P. O circuito dos afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do indivíduo. São Paulo: Cosac & Naify, 2015.

VIOLA DOS SANTOS, J. R. Entre medos, esperanças e desamparos: possibilidades de resistências para práticas avaliativas de professores de matemática. In: Avaliação e educação matemática: pesquisas e delineamentos. (Orgs) ORTIGÃO, M. I. R.; VIOLA DOS SANTOS, J. R. Brasília: SBEM, 2020.

ZORDAN, P. MÁQUINA DE GUERRA EM DEZ AFORISMOS. Carbono. Dossiê temático. p. 1-17, 2014.

Downloads

Publicado

2020-11-30