Cartas a jovens estudantes: questionamentos para pensar sobre a escola na contemporaneidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984317818220227%20

Palavras-chave:

Escola, Juventudes, Criação

Resumo

O presente relato de experiência busca refletir acerca de provocações advindas do projeto “Objetos de Pensar”, por meio de oficinas ministradas a professores e estudantes de graduação e pós-graduação. A escrita apresenta-se como relato de prática, propondo uma articulação entre elementos despertados pelos participantes e discussões acerca das relações entre jovens e a escola na contemporaneidade. O referencial teórico parte de contribuições que envolvem o lugar dos jovens na escola (DAYRELL, 2003; 2007) e o tempo-espaço dedicado ao estudo (LARROSA, 2018). Os resultados, elaborados por meio de Análise Textual Discursiva (MORAES; GALIAZZI, 2011), compõem temáticas que versam sobre os impactos do Objeto nos participantes da oficina e os modos de perceber os tempos das juventudes no espaço escolar, que pode tanto limitar e cercear os estudantes quanto possibilitar diferentes criações. Ao final, considera-se a relevância de discussões que envolvam o protagonismo dos estudantes, destacando-os como habitantes do espaço escolar e que, portanto, têm muito a pensar e a dizer sobre o mesmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bianca Isabel Pederiva, Universidade do Vale do Taquari

Graduada em Psicologia pela Universidade do Vale do Taquari (Univates). Foi bolsista de Iniciação Científica do Grupo de Pesquisa Currículo, Espaço, Movimento (CEM/CNPq/Univates), com vinculação ao Grupo de Pesquisa Juventudes, Imagem e Educação (JImE/CNPq/Univates), apresentando estudos nas áreas de Educação e Filosofia da Educação. Atuou como vice-presidente do Diretório Acadêmico de Psicologia. Foi voluntária do Projeto de Extensão Vem pra Cá, no qual trabalhou com o ensino de português como língua adicional para imigrantes. Foi estagiária da Ouvidoria da Univates e do Saúde Univates Psicologia, serviço em que realizou atendimentos em psicoterapia com crianças, adolescentes e adultos. Atualmente é residente no Programa de Atenção Materno-Infantil e Obstetrícia do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), tendo como campos de prática o Hospital Fêmina e a Unidade de Saúde SESC.

Suzana Feldens Schwertner, Universidade do Vale do Taquari

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010), com período de doutorado sanduíche na Arizona State University (ASU), Estados Unidos. Pós-Doutorado em Educação pela UFRGS (2011). Atualmente, é professora do curso de Psicologia da Universidade do Vale do Taquari - Univates e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino - Univates, nas linhas de pesquisa Ciência, Sociedade e Ensino; Formação de Professores, Estudo do Currículo e Avaliação. Coordenadora do Grupo de Pesquisa do Diretório CNPq: Juventudes, Imagem e Educação. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Currículo, Espaço, Movimento (CNPq).

Referências

BLACK, D. O trono do estudar. Brasil: 12 Dólares (SP), Marini (RJ) e Rockit (RJ) por Fabio Pinczowski. 2015. (4 min 57 s). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v= q4-SE_tJ4OM>. Acesso em: 13 ago. 2020.

DAYRELL, J. A escola “faz” as juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 1105-1128, out. 2007.

DAYRELL, J. O sujeito como social. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 24, p. 40-52, set./dez. 2003.

DAYRELL, J.; CARRANO, P. Juventude e Ensino Médio: quem é este aluno que chega à escola. In: DAYRELL, J.; CARRANO, P.; MAIA, C. L. (orgs.). Juventude e Ensino Médio: sujeitos e currículos em diálogo. Belo Horizonte: UFMG, 2014. p. 101-133.

LARROSA, J. Esperando não se sabe o quê: sobre o ofício de professor. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2018.

LEÃO, G.; CARMO, H. C. do. Os jovens e a escola. In: CORREIA, L. M.; ALVES, M. Z.; MAIA, C. L. (orgs.). Cadernos Temáticos: Juventude Brasileira e Ensino Médio. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014. p. 11-44.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. do C.. Análise textual discursiva. 2. ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2011.

MUNHOZ, A. V.; OLEGARIO, F.; HATTGE, M. D.; SCHWERTNER, S. F. (orgs.). Objetos de Pensar: exercícios para a docência. Lajeado: Editora Univates, 2020. Disponível em: < https:// www.univates.br/editora-univates/media/publicacoes/316/pdf_316.pdf>. Acesso em: 26 ago. 2020.

RANCIÈRE, J. L’école de la démocratie. Paris: Edilig, 1998.

SCHWERTNER, S. F. Fotografias em discurso: as funções da escola em foco. Reflexão e Ação, v. 27, n.1, p. 133-150, jan./abr. 2019. Disponível em: <https://online.unisc.br/seer/ index.php/reflex/article/view/10930/pdf>. Acesso em: 13 ago. 2020.

SCHWERTNER, S. F.; CONRAD, J. M. Um click na escola: olhares e discursos de jovens estudantes sobre a instituição escolar contemporânea. Caderno Pedagógico, v. 13, n. 2, p. 28-46, 2016. Disponível em: <http://www.univates.br/revistas/index.php/cadped/article/ view/1126/1015>. Acesso em: 13 ago. 2020.

SCHWERTNER, S. F.; CONRAD, J. M.; DIESEL, D.; WEBER, D. M. O livro é de papel, e a imaginação rola solta: a biblioteca escolar na ótica de jovens estudantes. Educação em Foco, v. 20, n. 31, p. 95-114, set. 2017. Disponível em: <http://revista.uemg.br/index.php/ educacaoemfoco/article/view/1894/1422>. Acesso em: 13 ago. 2020.

SCHWERTNER, S. F.; MUNHOZ, A.V. Imagens da escola e as suas funções na contemporaneidade: o discurso de estudantes concluintes do Ensino Médio. Imagens da Educação, v. 7, n. 1, p. 58-69, jan. 2017. Disponível em: <http://periodicos.uem.br/ojs/ index.php/ImagensEduc/article/view/30285/pdf>. Acesso em: 13 ago. 2020.

SILVA, C. A.; ZANELATTO, E.; SCHWERTNER, S. F. Grupos focais: desafios e possibilidades na pesquisa educativa. Debates em Educação, v. 11, p. 1-13, 2019. Disponível em: <https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/6852/pdf>. Acesso em: 13 ago. 2020.

TEIXEIRA, I. Uma carta, um convite. In: DAYRELL, J.; CARRANO, P.; MAIA, C. L. (orgs.). Juventude e Ensino Médio: sujeitos e currículos em diálogo. Belo Horizonte: UFMG, 2014. p. 11-42.

VILLAS, S.; NONATO, S. Juventude e projetos de futuro. In: CORREIA, L. M.; ALVES, M. Z.; MAIA, C. L. (orgs.). Cadernos Temáticos: Juventude Brasileira e Ensino Médio. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014. p. 11-45.

WELLER, W. Jovens no Ensino Médio: projetos de vida e perspectivas de futuro. In: DAYRELL, J.; CARRANO, P.; MAIA, C. L. (orgs.). Juventude e Ensino Médio: sujeitos e currículos em diálogo. Belo Horizonte: UFMG, 2014, p. 135-156.

Downloads

Publicado

2022-12-30

Como Citar

PEDERIVA, B. I.; SCHWERTNER, S. F. . Cartas a jovens estudantes: questionamentos para pensar sobre a escola na contemporaneidade . Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 18, n. 2, p. 007-029, 2022. DOI: 10.5965/1984317818220227 . Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/19367. Acesso em: 5 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)