O relatório escrito em aulas de Cálculo Diferencial e Integral: a carta para a tia

Marcele Tavares Mendes, André Luis Trevisan

Resumo


Este texto discute a experiência de utilização de um relatório escrito enquanto instrumento de avaliação em aulas de Cálculo Diferencial e Integral. Para tal, lança mão de produções elaboradas por alunos matriculados em turmas sob responsabilidade dos autores, de cursos de Engenharia de uma universidade federal no Paraná entre os anos de 2014 e 2016. Buscou-se, por meio da proposição de uma carta destinada à “tia”, gerar junto aos alunos um momento de aprendizagem a partir da reflexão do processo de aprendizagem já vivenciado. Do ponto de vista metodológico, a discussão realizada a partir da análise da produção escrita presente nos relatórios tem natureza qualitativa e se fundamenta em uma análise interpretativa. Evidenciamos, a partir da análise realizada, as potencialidades do instrumento tanto no valorizar dos processos vividos pelos alunos enquanto cursam a disciplina (em termos de suas angústias, frustações, aprendizagens, descobertas) quanto os produtos de sua aprendizagem (por meio dos diferentes registros de representação da qual lançam mão na elaboração de sua produção escrita).


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2357724X06122018110