Sonoridades em espaços cênicos alternativos – experiências de gestão do Espaço PÉ DiReitO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103452022e0108

Palavras-chave:

Teatro, Sonoridade, Espaço cênico alternativo, Gestão cultural

Resumo

 partir do diálogo entre sonoridades da cena e a experiência de 10 anos da gestão do Espaço PÉ DiReitO, localizado em periferia da capital do País, este artigo tem como objetivo apresentar possibilidades de resoluções criativas que viabilizem e potencializem aspectos sonoros de obras performáticas em circulação. Para isso, abordam-se aspectos acústicos e riders do espaço e de obras, lista de profissionais envolvidos nas sonoridades da cena, assim como inúmeros desafios e atribuições relacionadas aos gestores de espaços cênicos alternativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Martins, Universidade de Brasília

Mestrando em Processos Composicionais da Cena pelo Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas (PPG-CEN) da Universidade de Brasília (UnB). Bacharel em Interpretação Teatral pelo Departamento Artes Cênicas (CEN) da Universidade de Brasília. Gestor do Espaço PEDiReitO. Participante do Grupo de Pesquisa Vocalidades & Cena.

César Lignelli, Universidade de Brasília

Pós-Doutor pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG - 2021 - 2022) e pelo Programa Avançado de Cultura Contemporânea da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ - 2014 - 2015). Doutor em Educação e Comunicação, FE/Universidade de Brasília (UnB - 2011). Mestre em Arte e Tecnologia IDA/UnB (2007). Graduado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO - 2000). Professor Associado de Voz e Performance do Departamento Artes Cênicas (CEN) e do Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas (PPG-CEN) da Universidade de Brasília.

Referências

ALETTA, Francesco; KANG, Jian. Historical Acoustics: Relationships between People and Sound over Time. Mdpi AG, 2020.

AVELAR, Romulo. O avesso da cena: notas sobre produção e gestão cultural. 4. ed. Belo Horizonte: Duo Editorial, 2014.

AVELINO, Lívio; CORRÊA, João Carlos (org.). Catálogo de Espaços Cênicos Alternativos do Distrito Federal. Rio de Janeiro: Funarte, 2017.

CARLSON, Marvin. Places of Performance. The Semiotics of Theatre Architecture. Ithaca: Cornell University Press, 1989.

CELESTE, Guberfain; BALTAR, Mariana; BECKER, Lidia. Análise Acústica como uma contribuição para o estudo do grito cênico: relato de experiência nas vozes de atrizes. Revista Voz e Cena, Brasília, v. 02, nº 02, p.114-129, 2021.

Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/vozecena/.

HILDY, F. J. Arquitetura teatral histórica: história do teatro aplicada em três lições. O Percevejo Online, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, 2012. Disponível em: http://seer.unirio.br/opercevejoonline/article/view/2401.

INGOLD, Tim. Making: anthropology, archaeology, art and architecture. Londres: Routledge, 2013.

JANIASKI, Flávia. O produtor e o produto no teatro de grupo. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 11, p. 067-077, 2018.

DOI: 10.5965/1414573102112008067. Disponível em:

https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102112008067.

LIGNELLI, César. Sons & cenas: apreensão e produção de sentido a partir da dimensão acústica. 2011. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2011.

LIGNELLI, César. Sonoplastia: breve percurso de um conceito. OuvirOUver, Uberlândia, v. 10, n. 1, p. 142–150, 2015.

DOI: 10.14393/OUV13-v10n1a2014-9. Disponível em: <https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/32065>.

LIMA, E. F. W. Arquitetura teatral no Brasil: da Colônia às formas contemporâneas. Textos do Brasil, n. 16 p. 84-115, Brasília: MINC, 2010.

LIMA, E. F. W. in: Anais de resumos expandidos/ IV JORNADA NACIONAL – ARQUITETURA, TEATRO e CULTURA Coord. Geral: Evelyn Furquim Werneck Lima. Rio de Janeiro, Brasil: UNIRIO/CNPq, Laboratório de Estudos do Espaço Teatral e Memória Urbana, 2019.

LIMA, E. F. W. Dos galpões industriais aos espaços públicos da cidade: alguns processos de configuração espacial nas artes da cena brasileira. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1-31, 2020.

DOI: 10.5965/14145731023820200023. Disponível em:

<https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/18005>.

NEUFERT, Ernst. A Arte de projetar em Arquitetura. Escola Politécnica de Darmstad, 1900. Tradução da 21ª edição alemã, 1976.

PASMADJIAN, U. La utilización de espacios teatrales no-convencionales en São Paulo: antecedentes a la década del 90. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 2, p. 041-059, 2017.

DOI: 10.5965/1414573101021998041. Disponível em:

https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101021998041.

RUFFORD, Juliet. Conferência “Constructive Play: Architecture, Theatre and the Culture of Late Capitalism” realizada na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=92XP1XJtq-o&t=62s. Acesso em: 19 abr. 2022.

SAMPAIO, Daniela. In: ENECULT, 01 a 03 de agosto de 2019, Salvador (BA).

SERRONI, José Carlos. Teatros – Uma Memória do Espaço Cênico no Brasil. São Paulo: SENAC, 2002. Versão online de livre acesso em: https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=OvyrDwAAQBAJ&oi=fnd&pg=PT4&dq=espa%C3%A7o+c%C3%AAnico&ots=UelJBR28ly&sig=9fvfJQr-VumchtxxiIca4xjmFuo#v=onepage&q=espa%C3%A7o%20c%C3%AAnico&f=false.

Acesso em: 19 abr. 2022.

SCHUMACHER, Thomas & KURTTI, Jeff. How Does the Show Must Go On? Disney Editions, 2007.

WEGNER, Ana Cristine & UHIARA, Rafaella. A Voz do ator em ambiente digital: entrevista com os sonoplastas e formadores da SP Escola de Teatro Edézio Aragão, Gregory Slivar e Raul Teixeira. Revista Voz e Cena, Brasília, v. 02, nº 02, p.194-211, 2021. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/vozecena/.

Downloads

Publicado

2022-12-12

Como Citar

MARTINS, P.; LIGNELLI, C. Sonoridades em espaços cênicos alternativos – experiências de gestão do Espaço PÉ DiReitO. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 45, p. 1-36, 2022. DOI: 10.5965/1414573103452022e0108. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/22660. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Cidades, espaços teatrais e experiências artísticas