Teatro como alegoria

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102412021e0211

Palavras-chave:

Pedagogia das Artes Cênicas, Alegoria, Arte-educação

Resumo

Teatro como alegoria é um sistema pedagógico e de encenação que se insere entre as tendências contemporâneas da Pedagogia das Artes Cênicas. Seu foco está na relação entre o fazer e apreciar a obra de arte. A alegorização da cena destaca o texto e/ou a imagem, ao abrir espaço de jogo para o imaginário do leitor/atuante ou espectador.

Biografia do Autor

Ingrid Dormien Koudela, Universidade de São Paulo (USP)

Livre docente, Doutorado (1988), Mestrado (1982) e Graduação em Artes Cênicas (1971) – todos pela Escola de Comunicação e Artes (ECA), Universidade de São Paulo (USP). Professora Dra. Associada aposentada da  mesma universidade. 

Referências

ALMEIDA, Igor (Org.) Ingrid Dormien Koudela: O Teatro como Alegoria. Recife: SESC/Pernambuco, 2018.

BAKHTIN, Mikhail. A Cultura Popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo: Hucitec, 2010.

BENJAMIN, Walter. Passagens de Walter Benjamin. TIEDEMANN, Rolf; BOLLE, Willi; MATOS, Olgária Chaim Feres (Org.). Trad. Irene Aron e Cleonice P. B. Mourão. Belo Horizonte: UFMG, 2018.

BENJAMIN, Walter. Guarda-livros juramentado. In: Rua de Mão Única. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 2012, (Obras Escolhidas- v. 2).

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução: Sérgio Paulo Rouanet. 8ª ed. São Paulo: Brasiliense, 2012.

BENJAMIN, Walter. Das Passagen-Werk. Gesammelte Schriften, Band V-1 Suhrkamp, 1991.

BRECHT, Brecht. Gesammelte Werke 18. Frankfurt: Suhrkamp, 1967.

BRUEGEL, Peter, o Velho. A Torre de Babel, óleo sobre painel,114 x155 cm Kunsthistorisches Museum, Viena, (1563-1567).

BRUEGEL, Peter, o Velho. Os Sete Vícios Capitais, sete gravuras Kunsthistorisches Museum, Viena, (1563-1567).

CONSTANCIO, Rudimar. (Org.) Utopias Pedagógicas em Artes como gesto de (Re)Existência. Recife: SESC Pernambuco, 2018.

CASTRO, Ruy. Metrópole à Beira-Mar. O Rio Moderno dos Anos 20. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

GAMA, Joaquim C.M. Alegoria em Jogo. A Encenação como Prática Pedagógica. São Paulo: Perspectiva, 2016.

KAFKA, Franz. América. São Paulo: Ed. 34, 2012.

KOUDELA, Ingrid Dormien. Guerras Civis. Ilhas de Desordem de Heiner Müller. São Paulo: Perspectiva, 2021.

KOUDELA, Ingrid Dormien. A Cidade como Alegoria in: O Percevejo, Rio de Janeiro, v.1, fasc. 2, 2009. Disponível em:

http:www.seer.unirio.brindex, phpopercevejoonlinearticleview526468. Acesso em: 30 abr. 2021.

KOUDELA, Ingrid Dormien e José Simões de Almeida Júnior. Léxico de Pedagogia do Teatro. São Paulo: Perspectiva e SP- Escola de Teatro, 2015.

KOUDELA, Ingrid Dormien. A encenação contemporânea com o prática pedagógica. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v.1, n.10, p.45-54, 2008.

KOUDELA, Ingrid Dormien. Teatro de figuras alegóricas: A Ferida Woyzek. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v.1, n.18, p.71-76, 2012.

KOUDELA, Ingrid Dormien (Org.). Heiner Müller o Espanto no Teatro. São Paulo: Perspectiva, 2003.

MÜLLER, Heiner. Phoenix. In: Heinermüllermaterial. Trad. Ingrid Dormien Koudela. Leipzig: Reclam, 1990.

O` DONNELL, Julia. A Invenção de Copacabana. Culturas urbanas e estilos de vida no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

RABELAIS, François. Gargântua e Pantagruel. Belo Horizonte: Itatiaia, 2009.

RONAI, Paulo (Org.). Antropologia do Conto Húngaro. Prefácio: GUIMARÃES, Rosa. Rio: Civilização Brasileira, 1957.

RÖHL, Ruth. O teatro de Heiner Müller: modernidade e pós-modernidade. São Paulo: Perspectiva, 1997.

VYGOTSKY, Lev. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

WARBURG, Aby. Vídeos de atlas mnemosyne. Disponível em: https://www.hkw.de/.../2020/aby_warburg/bilderatlas_mnemosyne_start.php Acesso em: 03 maio 2021.

Downloads

Publicado

2021-08-14

Como Citar

KOUDELA, I. D. Teatro como alegoria. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 41, p. 1-28, 2021. DOI: 10.5965/1414573102412021e0211. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20776. Acesso em: 5 dez. 2021.