Odisseia dos sentidos: um espetáculo de luz e fogo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101432022e0207

Palavras-chave:

Circo, Processo de criação, Malabarismo, Fogo

Resumo

Neste artigo, argumenta-se sobre o processo que levou à montagem do Odisseia dos sentidos, um espetáculo de circo que estreou em 2011 e foi remontado três vezes para, enfim, constituir um grande show de malabarismo de luz e fogo. A análise descritiva expõe o ponto de vista de dois artistas sobre um processo de criação em circo, que focalizou a técnica da manipulação de objetos. No início, a obra se destacou por seu caráter principalmente performático, mas posteriormente foi recebendo novas nuances estéticas, num processo de construção e direção coletiva que consolidou uma dramaturgia que afluiu não apenas o olhar dos artistas, mas também do público que assistiu as apresentações em diferentes cidades da Bahia, no Brasil e na Europa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Alves de Macedo, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia - PPGAC/UFBA. Mestrado em Estudo de Linguagens pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB e Graduação em Pedagogia pela Universidade Católica do Salvador (UCSAL).

Fabio Dall Gallo, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Pós-doutorado pela Universidade de Pádua- Itália (2018). Doutorado em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (2009). Mestrado em ciências sociais. Graduação em economia política pela Alma Mater Studiorum Universidade de Bolonha - Itália. Professor Associado II do Departamento de Técnicas do Espetáculo da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, é docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC) da mesma Universidade.

Referências

ALMEIDA, Luiz Guilherme Veiga de. Ritual, risco e arte circense. Brasília: Editora

Universidade de Brasília, 2008.

BOLOGNESI, Mario Fernando. O circo “civilizado”. Comunicação apresentada no Sixth International Congress of the Brazilian Studies Association (BRASA). Atlanta, Georgia (EUA), 2002. Acesso em: 09 jun. 2021. Disponível em: https://www.cirurgioesdaalegria.org.br/storage/app/uploads/public/5c4/1c2/a6d/5c41c2a6dafa9327193305.pdf

COHEN, Renato. Performance como linguagem: criação de um tempo-espaço de experimentação. São Paulo: Perspectiva, 2002.

COSTA, Eliene Benicio Amancio. Saltimbancos urbanos: o circo e a renovação teatral no brasil, 1980- 2000. São Paulo: Perspectiva, 2018.

DRAGUIGNAN. Théâtres en dracénie: scène conventionnée dès l’enfance et pour la danse. Dossier pédagogique Le cirque. (2018). Acesso em: 09 jun. 2021. Disponível em: http://bit.ly/2HB9Ft2.

GUZZO, Marina Sousa Lobo. Risco como estética, corpo como espetáculo. São

Paulo: Anna Blume, 2009.

LABAN, Rudolf. L’arte del movimento. Macerata: Ephemeria, 1999.

MACHADO, Hilka Pelizza Vier. Bricolagem na criação e trajetória de um circo contemporâneo. Revista Organizações & Sociedade, p.314-332, p. 2020.

NÉSPOLI, Eduardo. Performance e Ritual: Processos de subjetivação na arte contemporânea. 2004. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Artes. Universidade Estadual de Campinas. 2004. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/284810/1/Nespoli_Eduardo_M.pdf

PARTSH-BERGSOHN. Isa. Trad. Ciane Fernandes. A dança-teatro de Rudolph Laban a Pina Bausch. Revista Digital Art&, Ano II – Número 01 – Abril de 2004.

PAVIS, Patrice. A análise dos espetáculos: teatro, mímica, dança, dança-teatro, cinema. São Paulo: Perspectiva, 2005.

SALLES, Cecília Almeida. O gesto inacabado: processos de criação artística. São Paulo: FAPESP: Annablume, 2004.

TUDELLA, Eduardo Augusto da Silva. Práxis cênica como articulação de visualidade: a luz na gênese do espetáculo. 2013. Tese (Doutorado) - Escola de Teatro. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013. Disponível em:

https://spescoladeteatro.org.br/caderno-de-luz/arquivos/eduardo-tudella-praxis-cenica-como-articulacao-de-visualidade.pdf

WALLON, Emmanuel (Org.) O Circo no Risco da Arte. Belo Horizonte: Autêntica,

Downloads

Publicado

2022-04-06

Como Citar

MACEDO, C. A. de; GALLO, F. D. Odisseia dos sentidos: um espetáculo de luz e fogo. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 43, p. 1-20, 2022. DOI: 10.5965/1414573101432022e0207. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20482. Acesso em: 2 out. 2022.