E no asilo, tem teatro? Relatos de uma experiência com o teatro na comunidade

Autores

  • Vanderlei Antonio Bachega Junior Mestrando na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) https://orcid.org/0000-0003-1826-4955
  • Gabriela Pereira Fregoneis Professora Temporária no Curso de Artes Cênicas da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

DOI:

https://doi.org/10.5965/2358092521232020224

Palavras-chave:

idosos, ensino, teatro na comunidade

Resumo

O relato em questão se ateve a articular a concepção de Teatro na Comunidade, comentando uma experiência de ensino do teatro com idosos residentes de uma instituição de longa permanência. A articulação dos conceitos permitiu observar, por meio da prática de ensino, as possíveis formas de manifestação do fazer teatral em um asilo. A experiência se refere a produção e execução de um projeto de ensino desenvolvido por graduandos em Teatro, no contexto de uma disciplina de estágio na comunidade.

Biografia do Autor

Vanderlei Antonio Bachega Junior, Mestrando na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Graduado em Artes Cênicas pela Univerdade Estadual de Maringá, habilitação em licenciatura plena em teatro, é aluno do mestrado na Universidade do Estado de Santa Catarina. Professor, ator e iluminador, dedica-se ao estudo da pedagogia do teatro e à pedagogia da iluminação.

Gabriela Pereira Fregoneis, Professora Temporária no Curso de Artes Cênicas da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Doutora em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É autora dos livros "Entre o Teatro e o Cinema: Experiências Performativas" e "Corporeidades Deslizantes - A cena explorada para além do sujeito". Atualmente Professora Temporária no Curso de Artes Cênicas da Universidade Estadual de Maringá. Tem experiência na área de Artes Cênicas, com ênfase em Poéticas Cênicas, Corpo e Mídias. 

Downloads

Publicado

2020-08-14

Como Citar

BACHEGA JUNIOR, V. A.; FREGONEIS, G. P. E no asilo, tem teatro? Relatos de uma experiência com o teatro na comunidade. Revista NUPEART, Florianópolis, v. 23, p. 224-234, 2020. DOI: 10.5965/2358092521232020224. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/17472. Acesso em: 27 out. 2021.