Análise dos figurinos do filme Marighella

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630722023e3536

Palavras-chave:

filme Marighella, figurinos, composição visual

Resumo

O presente artigo traz uma análise sobre o traje de cena no universo cinematográfico, a partir do filme Marighella, que tem a composição de figurinos desenvolvida pela figurinista Verônica Julian, que traz um trabalho minucioso e dedicado na produção junto a toda uma equipe. Com narrativa inspirada na biografia do guerrilheiro baiano Carlos Marighella, o longa-metragem, dirigido por Wagner Moura, escolhe retratar os últimos cinco anos de vida do fundador da Ação Libertadora Nacional. O estudo dos figurinos é pautado principalmente na obra de teóricos do cinema e também do traje de cena, e em entrevista realizada com a figurinista pela autora. A partir das referências e do material analisado foi possível entender melhor a escolha do guarda roupa dos personagens, bem como o emprego de cores e materialidades aplicadas a cada um deles e perceber a importância da integração e harmonia entre o figurino, o cenário e a produção artística como um todo para a composição visual de um filme.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cecília Amaral Pinto, Universidade de São Paulo

Maria Cecília Amaral é Mestra em Artes Cênicas, pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (2022).  Bacharel em Design de Moda pela Universidade Anhembi Morumbi (2009), pós-graduada em Cenografia e Figurinos pelo Centro Universitário Belas Artes (2012) e Arte Educação pela FAINC (2016). Estudou dramaturgia na Fundação das Artes de São Caetano do Sul, pelo programa FIC (2020-2021). Atua como figurinista e diretora de arte para produções audiovisuais e cênicas e também se dedica ao ensino nas áreas que atua ministrando cursos de figurino desde 2011 e de direção de arte desde 2019 para diferentes instituições culturais. Atua como professora convidada dos cursos de figurino e direção de arte para o Programa Pontos MIS, desde 2018. Participa do grupo de pesquisa Núcleo de Traje de Cena, Indumentária e Tecnologia, da Universidade de São Paulo, como pesquisadora, desde março/2019. Publicou um artigo e três entrevistas como capítulos de três publicações: Dos bastidores eu vejo o mundo: cenografia, figurino, maquiagem e mais,  nas edições de 2020 à 2022.  Também apresenta experiências com produção cinematográfica na Direção, Edição e Produção de trilha sonora para produções audiovisuais; Coordenação de mostras de cinema;  Composição de Júri em mostras de cinema.

Referências

BETTON, Gérard. Estética do Cinema. São Paulo: Martins fontes, 1987.

HAMBURGER, Vera. Arte em cena. A direção de arte no cinema brasileiro. São Paulo: SENAC, 2014.

JULIAN, Verônica. Entrevista com Verônica Julian: O processo de criação dos figurinos do filme Marighella. [Entrevista concedida a] Maria Cecília Amaral. Dos bastidores eu vejo o mundo: cenografia, figurino, maquiagem e mais: edição especial teatros pretos. São Paulo: ECA – USP, 2022. p.332-347, outubro, 2022. Disponível em: <https://doi.org/10.11606/9786588640715>. Acesso em: 24 Out. 2022.

LOPES, João. Maria Rita, mãe de Marighella, Bem blogado, 2019. Disponível em: <https://bemblogado.com.br/site/maria-rita-mae-de-marighella/>. Acesso em: 10 Abr. 2022.

MAGALHÃES, Mario. Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

MARCINIK, Yuri. Filme “Marighella” é um signo da última década no Brasil, Cultura Plural, 2021. Disponível em: <https://culturaplural.sites.uepg.br/?p=6640>. Acesso em: 20 Mar. 2022.

MARIGHELLA. Direção: Wagner Moura. [S.I.]: O2 Filmes; Globo Filmes; Paris Filmes; ArtMattan Productions; Elle Driver, 2021. 1 DVD (155 min), NTSC, color.

MARQUES, Mariana. Para entender como funcionam os mecanismos de financiamento ao audiovisual brasileiro, Instituto de cinema, [s.d.]. Disponível em: https://www.institutodecinema.com.br/mais/conteudo/-para-entender-como-funcionam-

os-mecanismos-de-financiamento-ao-audiovisual-brasileiro>. Acesso em: 12 Abr. 2022.

MOURA, Wagner. Wagner Moura e Seu Jorge falam sobre ‘Marighella’. [Entrevista concedida a] Luciana Veras. Revista Continente, nov. 2021. Disponível em: <https://revistacontinente.com.br/secoes/entrevista/wagner-moura-e-seu-jorge-falam-sobre--marighella->. Acesso em: 20 mar. 2022.

MOURA, Wagne. Wagner Moura sobre o filme Marighella: “Estou preparado para a porrada”.[Entrevista concedida a] José Eduardo Bernardes e Mariana Pitasse. Brasil de Fato, out. 2021. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/2021/10/05/wagner-moura-sobre-o-filme-marighella-estou-preparado-para-a-porrada>. Acesso em: 20 mar.2022.

OLIVEIRA, Joana. ‘Marighella’, na zona cinzenta entre cortes, problemas na Ancine e censura sob Bolsonaro, El País, 2019. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2019/09/12/cultura/1568322222_654952.html>. Acesso em: 20 mar. 2022.

PINTO, Frederico. A FOTOGRAFIA e a arte em Marighella. [Entrevista concedida a] Danielle Noronha. Associação Brasileira de Cinematografia, nov. 2021. Disponível em:<https://abcine.org.br/site/a-fotografia-e-a-arte-em-marighella-entrevista-com-adrian-teijido-abc-e-frederico-pinto-abc>. Acesso em: 30 mar. 2022.

SILVA, Jorge Mario. Seu Jorge explica as diferenças nas preparações dos filmes “Cidade de Deus” e “Marighella”. [Entrevista concedida a] Leonardo Lichote. Roda Viva, nov. 2022. Disponível em: <https://cultura.uol.com.br/noticias/53913_seu-jorge-explica-as-diferencas-na-preparacao-para-cidade-de-deus-e-marighella.html>. Acesso em: 28 nov. 2022.

SILVA, Jorge Mario. Wagner Moura e Seu Jorge falam sobre ‘Marighella’. [Entrevista concedida a] Luciana Veras. Revista Continente, nov. 2021. Disponível em: <https://revistacontinente.com.br/secoes/entrevista/wagner-moura-e-seu-jorge-falam-sobre--marighella->. Acesso em: 20 mar. 2022.

TEIJIDO, Adrian. A FOTOGRAFIA e a arte em Marighella. [Entrevista concedida a] Danielle Noronha. Associação Brasileira de Cinematografia, nov. 2021. Disponível em:

abcine.org.br/site/a-fotografia-e-a-arte-em-marighella-entrevista-com-adrian-teijido-abc-e-

frederico-pinto-abc>. Acesso em: 30 mar. 2022.

VALE, Fernando. O grito da Passeata dos Cem Mil contra a ditadura militar, Zona Curva, 2018. Disponível em: <https://www.zonacurva.com.br/o-grito-da-passeata-dos-cem-mil-contra-a-ditadura-militar/>. Acesso em: 20 Mar. 2022.

VERÔNICA Julian. São Paulo. Disponível em: <https://www.veronicajulian.com>. Acesso em: 30 abr. 2022.

VIANA, Fausto. O figurino teatral e as renovações do século XX. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2010.

Downloads

Publicado

2023-05-25

Como Citar

AMARAL PINTO, Maria Cecília. Análise dos figurinos do filme Marighella. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 7, n. 2, p. 1–18, 2023. DOI: 10.5965/25944630722023e3536. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/23536. Acesso em: 15 abr. 2024.