Caracas vinculada:

cidade hospital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630432020026

Resumo

O projeto Caracas Vinculada, vencedor do 1º lugar no Concurso de Projetos Participativos em Espaço Público, organizado pela CCS City 450, é proposto como um exercício crítico baseado no conceito de inoperância em "outras" maneiras de "ativar" o espaço público de intervenções temporárias que promovem a formação de relações e laços entre os cidadãos, a cidade e a natureza do bairro popular Santa Rosa em Caracas, Venezuela. O chamado "Cidade Hospital" inclui o encontro da Avenida Andrés Bello com a Rua San Julián, onde está localizado o Hospital Ortopédico Infantil. Embora tradicionalmente muitas pessoas se reúnam neste setor, ele não possui espaços adequados para o tráfego de pedestres ou para acessibilidade universal, nem locais de recreação para os habitantes da comunidade. Nesse sentido, a proposta reuniu um grupo multidisciplinar de pessoas: arquitetos, artistas plásticos, ativistas sociais e até instituições, grupos e organizações comunitárias que, com o apoio dos próprios habitantes do setor, conseguiram "ativá-lo" por meio do trabalho participativo em diferentes instâncias. Esses tipos de intervenções efêmeras, em vez de resolver concretamente os problemas de infraestrutura, equipamentos ou serviços dos setores urbanos mais vulneráveis, abrem instâncias para o diálogo, a reflexão e a crítica sobre “outras” maneiras e maneiras de fazer uso de espaços como esse em nossas cidades.

Biografia do Autor

Gustavo Sosa

Arquitecto Universidad Simón Bolívar.

Jesús Belmonte

Arquitecto Universidad Simón Bolívar.

Magíster en Arquitectura del Paisaje Pontificia Universidad Católica de Chile.

Karlys Pulido

Arquitecta Universidad Simón Bolívar.

Enrique Girán

Arquitecto Universidad Simón Bolívar

Oscar Aceves, Facultad de Ciencias de la Construcción y Ordenamiento Territorial. Escuela de Arquitectura. Universidad Tecnológica Metropolitana.

Arquitecto Universidad Central de Venezuela.

Magister en Arquitectura Pontificia Universidad Católica de Chile.

Oscar Rodriguez

Arquitecto Universidad Simón Bolívar.

Magister en Collective Housing Universidad Politécnica de Madrid / Eidgenössische Technische Hochschule Zürich.

Referências

BOANO, C. Una arquitectura cualquiera: la inoperatividad de la práctica del diseño. In: DIAZ, F., QUINTANA, F., GALARETTO, L. (eds.). Camillo Boano. Santiago: Ediciones ARQ, 2017. p. 7-9. ISBN 978-956-9571-39-8.

DE FERRARI, F., GRASS, D. Commonality vs Commodity. In: DIAZ, F., DE FERRARI, F., GRASS, D. (eds.). Atelier Bow Wow. Santiago: Ediciones ARQ, 2015. p. 7-11. ISBN 978-956-9571-06-0.

SATO, A. Venezuela segundo tiempo: plenitud moderna. Asociación de Oficinas de Arquitectos de Chile, Santiago de Chile, n. 41, p. 30-37, agosto. 2019. ISBN 9-770718-318001.

TSCHUMI, B. The Manhattan Transcripts. London: Academy Group Ltd., 1994. ISBN 0312512864.

Publicado

2020-10-02 — Atualizado em 2020-10-01

Versões