Implantação, desenvolvimento e desafios do observatório de saúde mental e política sobre drogas: relato de experiência

Autores

Palavras-chave:

saúde mental, observatório de saúde, tecnologia da informação e comunicação

Resumo

Trata-se de relato de experiência, cujo objetivo é descrever o processo de implantação, desenvolvimento e desafios do Observatório de Saúde Mental e Política sobre Drogas, idealizado no ano de 2020, com principal objetivo de captar e compilar pesquisas institucionais, teses, dissertações, monografias, artigos, livros, capítulos de livros e produções técnicas, com intuito de impulsionar a devolução dessas produções para sociedade. A partir dele, os usuários podem realizar pesquisas e compartilhar as obras em redes sociais. Hodiernamente, tem-se acervo com 140 obras. Os desafios se relacionam, principalmente, com a valorização desta ferramenta como meio de pesquisa e divulgação do observatório, que cresce a passos graduais. No entanto, conclui-se que o Observatório de Saúde Mental e Políticas Sobre Drogas possui relevância social para pesquisadores e população em geral, ao proporcionar a democratização do conhecimento científico na área da saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexia Gomes Souza, State University of Vale do Acaraú

Estudante do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA 

Emilia do Nascimento Silva, State University of Vale do Acaraú

Estudante do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA 

João Breno Cavalcante Costa, Universidade Federal do Ceará

Aluno do Mestrado Acadêmico em Saúde da Família - UFC/Sobral 

Claudine Carneiro Aguiar, Secretaria de Saúde de Sobral

Técnica da Secretaria de Saúde de Sobral 

Caio San Rodrigues, State University of Vale do Acaraú

Estudante do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA 

Francisca Verônica Dias Melo, State University of Vale do Acaraú

Estudante do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú '- UVA 

Referências

CARLOTTO, I. N.; DINIS, M. A. P. Tecnologias da informação e comunicação (TICS) na promoção da saúde: considerações bioéticas. Saber & Educar, [S. l.], n. 25, p. 1-10, 2018. DOI http://dx.doi.org/10.17346/se.vol25.306. Disponível em: http://revista.esepf.pt/index.php/sabereducar/article/view/306. Acesso em: 23 abr. 2021.

DALTRO, M. R.; DE FARIA, A. A. Relato de experiência: Uma narrativa científica na pós-modernidade. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 19, n. 1, p. 223-237, 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-42812019000100013. Acesso em: 2 ago. 2022.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Observatório Saúde na Mídia. [S. l.] Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, 2022. Disponível em: https://saudenamidia.icict.fiocruz.br/. Acesso em: 26 abr. 2022.

HOSTGATOR. Sobre a HostGator. [S. l.]: Hostgator Brasil, 2022. Disponível em: https://www.hostgator.com.br/sobre-a-hostgator. Acesso em: 1 jul. 2022.

INOMATA, D. O. et al. Divulgação científica em tempos de pandemia: Podcast BiblioQuê? presente. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, v. 5, n. 2, p. 107-119, 2021. DOI: https://doi.org/10.5965/2594641205022021107. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/21304. Acesso em: 2 ago. 2022.

PAIM, M. C.; PAIM, J. S. Desenvolvimento do Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS): proposta de contribuição para os gestores do SUS. Revista Consensus, [S. l.], v. 24, 2017. Disponível em: https://www.conass.org.br/consensus/desenvolvimento-observatorio-de-analise-politica-em-saude-oaps-proposta-de-contribuicao-para-os-gestores-sus/. Acesso em: 23 abr. 2021.

PAIM, M. C.; SANTOS, M. L. R. Estado da arte dos observatórios em saúde: narrativas sobre análises de políticas e sistemas. Saúde em Debate, [S. l.], v. 42, n. spe2, out. 2018. DOI https://doi.org/10.1590/0103-11042018S225. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/9vZQFrnX3x7GHFfcxCJvd3h/abstract/?lang=pt. Acesso em: 23 abr. 2021.

PAIM, M. C.; SANTOS, M. L. R. Observatórios enquanto redes sociotécnicas: a dinâmica da associação para atuação na análise de políticas e sistemas de saúde. Interface (Botucatu). Botucatu, v. 24, p. e190687, 2020. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2020.v24/e190687/pt. Acesso em: 27 abr. 2022.

PINHO, A.; SALDAÑA, P.; GENTILE, R. Gestão Bolsonaro faz corte generalizado em bolsas de pesquisa no país: Medida atinge até alunos que já tinham sido aprovados; estudante chegou a mudar de estado. In: FOLHA de São Paulo. São Paulo, 8 mai. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2019/05/gestao-bolsonaro-faz-corte-generalizado-em-bolsas-de-pesquisa-pelo-pais.shtml. Acesso em: 26 abr. 2022.

REDAÇÃO DA ABRANET. IBGE: 40 milhões de brasileiros não têm acesso à Internet. In: ABRANET: Associação Brasileira de Internet. [S. l.], 14 abr. 2021. Disponível em: https://www.abranet.org.br/Noticias/IBGE%3A-40-milhoes-de-brasileiros-nao-tem-acesso-a-Internet-3345.html?UserActiveTemplate=site. Acesso em: 26 abr. 2022.

SENADO FEDERAL. Observatório da mulher contra a violência. Brasília: Portal Institucional do Senado Federal, 2016. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/institucional/omv. Acesso em: 27 abr. 2022.

SILVA. M. P. D. As práticas informacionais na produção científica dos pesquisadores na pós-graduação. 2020. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/35672. Acesso em: 26 abr. 2022.

SMARTLAB. Observatório de segurança e saúde no trabalho: promoção do meio ambiente do trabalho guiado por dados. [S. l.]: Smartlab Brasil Seleção Atual, 2022. Disponível em: https://smartlabbr.org/sst. Acesso em: 26 abr. 2022.

SOARES, L. C.; FERNEDA, E.; DO PRADO, H. A. Observatórios: um levantamento do estado do conhecimento. Brazilian Journal of Information Science: research trends, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 86-110, 2018. DOI: 10.36311/1981-1640.2018.v12n3.08.p86. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjis/article/view/7958. Acesso em: 26 abr. 2022.

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS. O Projeto. [S. l.]: Observatório das vacinas, 2020. Disponível em: https://www.observatoriodasvacinas.com.br/o-projeto/. Acesso em: 27 de abr. 2022.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Quem somos?. São Paulo: Observatório de Saúde da Região Metropolitana de São Paulo, 2022. Disponível em: https://www.fsp.usp.br/observasaude/quem-somos/. Acesso em: 26 abr. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Quem somos?. [S. l.]: Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS), 2022. Disponível em: https://observatorio.analisepoliticaemsaude.org/quem-somos. Acesso em: 7 ago. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE. Quem somos?. [S. l.]: Observatório de Saúde Mental, 2022. Disponível em: http://obsam.ufrn.br/quem-somos/. Acesso em: 26 abr. 2022.

XAVIER, F. et al. Análise de redes sociais como estratégia de apoio à vigilância em saúde durante a Covid-19. Estudos Avançados. v. 34, n. 99, p. 261-282, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3499.016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ea/a/mJdn8gkLSwfqBgXNvnfnQFg/abstract/?lang=pt. Acesso em: 26 abr. 2022.

Downloads

Publicado

2022-12-23

Como Citar

OLIVEIRA, E. N.; SOUZA, A. G.; SILVA, E. do N.; COSTA, J. B. C.; AGUIAR, . C. C.; RODRIGUES, C. S.; MELO, . F. V. D. Implantação, desenvolvimento e desafios do observatório de saúde mental e política sobre drogas: relato de experiência . Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, v. 6, n. 2, 2022. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/22578. Acesso em: 6 fev. 2023.