Educação pela arte - experiências teatrais na Educação do Campo (2010-2013)

Autores

  • Monique Lima de Oliveira Universidade Estadual de Campinas

Palavras-chave:

Educação do Campo, Teatro, Formação de Educadores,

Resumo

Este texto é um breve relato de experiência e provém da pesquisa de mestrado O teatro na formação de educadores - Experimentos com a Licenciatura em Educação do Campo da UFRRJ, defendida em 2013 pelo Programa de Pós-graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (PPGEduc) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Realizada com a turma Oséias de Carvalho (2010-2013), um dos principais objetivos da pesquisa foi estudar as ações do Laboratório de Artes a partir das experiências narradas por cada um dos educandos e educandas, nos seus cadernos reflexivos - que também são instrumentos pedagógicos desse Laboratório. Esta primeira turma foi formada por militantes dos movimentos sociais e sindicais, do campo e da cidade, e das populações quilombola, indígena e caiçara. O resultado imediato da pesquisa foi a criação da primeira vaga para docente de teatro da UFRRJ. A experiência que segue é fruto das reflexões da autora sobre as leituras das narrativas dos integrantes dessa primeira turma, sobre as narrativas das experiências teatrais, no âmbito do Laboratório de Artes do Curso.

Biografia do Autor

Monique Lima de Oliveira, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda em Sociologia (Unicamp)

Referências

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. 8.ed. - São Paulo: Brasiliense, 2012.

FREIRE, Paulo. Ação Cultural para a Liberdade. Ação Cultural e Revolução Cultural. 5ª ed., Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1981.

JOSSO, Marie-Christine. A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Educação. Porto Alegre/RS, ano XXX, n. 3 (63), p. 413-438, set./dez. 2007. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/download/2741/2088.

LAMBERT, Maria Fátima y Monteiro, A. S. Aproximações a uma definição da educação estética e da “formação de gosto”. Revista Portuguesa de Filosofía. Tomo. XLIX. Fasc. 1-2. Año 1993; página 171-194. Disponível em: https://www.academia.edu/1085404/Aproxima%C3%A7oes_a_uma_defini%C3%A7ao_da_educa%C3%A7ao_est%C3%A9tica_e_da_forma%C3%A7ao_de_gosto

LARROSA, Jorge. Experiência e Alteridade em Educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.19, n2, p.04-27, jul./dez. 2011.

LEC. Projeto Político Pedagógico da Licenciatura em Educação do Campo (LEC-2010-2013/UFRRJ), 2010.

MARCUSE, Herbert. Eros e Civilização. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1972.

PERISSÉ, Gabriel. Estética & Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

POLLAK, Michael. Memória, Esquecimento, Silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 2, n.3, p. 3-15 1989. Em:http://www.uel.br/cch/cdph/arqtxt/Memoria_esquecimento_silencio.pdf

SANT'ANNA, Paulo Afranio; MARQUES, Luiz Otávio Costa. Pibid Diversidade e a Formação de Educadores do Campo. Educ. Real., Porto Alegre , v. 40, n. 3, p. 725-744, set. 2015. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-62362015000300725&lng=pt&nrm=iso>

SCHWARZ, Roberto. Cultura e Política. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2009.

Downloads

Publicado

2018-01-01

Edição

Seção

Relatos de Experiência