Experimentação de texturas: o encontro com a potencialidade das experiências artísticas da criança

Adriana Moreira

Resumo


Este texto consiste em meu relato de experiência, como professora de teatro, sobre uma prática teatral e pedagógica que denominei Experimentação de Texturas. Tal prática foi desenvolvida em aulas de teatro com crianças de 2 a 5 anos de idade, em escolas da Educação Básica da cidade de Uberlândia/MG, entre os anos de 2014 e 2018. A partir dos conceitos formulados pela artista visual Anna Marie Holm, foi possível reelaborar as experiências artísticas das crianças e repensar o papel do professor nas aulas de teatro, pautando-se por uma perspectiva que visa a escuta, a liberdade e a imprevisibilidade. Por meio das relações com os materiais diversos e suas infinitas texturas, o espaço e a ação da criança, tornou-se possível descobrir a construção de inúmeras teatralidades imbuídas e emergidas no decorrer da prática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2358092521212019151

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Indexadores, diretórios e bases de dados


      

Revista Nupeart - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

ISSN 2358-0925 


 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.