A práxis teatral e suas raízes visuais: Kane, Maeterlinck e o pós-dramático

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573104492023e0203

Palavras-chave:

praxis teatral, imagem, teatro pós-dramático, iluminação para o teatro, projeto

Resumo

Discute-se neste artigo prováveis raízes visuais para a praxis teatral. Observei derivações originadas no verbo grego théa, assim como no substantivo theatron, encontrados já na Grécia antiga. Partindo desse contexto, identifiquei elos teóricos com Hans-Thies Lehmann, Peter Szondi e Ewald Hackler. Foram incorporadas à argumentação duas obras da dramaturgia internacional escritas em épocas distintas, a saber: Les Aveugles (1890) e 4.48 Psychosis (2000), cujos autores são respectivamente, Maurice Maeterlinck (1862-1949) e Sarah Kane (1971-1999). Tal abordagem encontrou trechos que revelam aplicação consistente de imagens verbais no corpus dramatúrgico de cada uma dessas obras. Diante disso, sugiro atenção acadêmica para estudos sistematizados da praxis visual no teatro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Tudella, Universidade Federal da Bahia

Doutor em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia - PPGAC. Mestre em Design Teatral - Iluminação - New York University. Bacharel em Artes Cênicas - Direção Teatral pela Universidade Federal da Bahia. Professor associado da Universidade Federal da Bahia. Diretor, Designer e Professor-Pesquisador. Premiado, tanto na produção bibliográfica, quanto artística.

Referências

FUCHS, Elinor. Review postdramatic theatre, TDR: The drama review 52(2): 178–183. Cambridge: Cambridge University Press, 2008.

JURS-MUNBY, Karen. Introduction. In: LEHMANN, H-T. Postdramatic theatre. London: Routledge, 2006. p. 1-15.

HACKLER, Ewald. O teatro pioneiro de Maurice Maeterlinck. (não publicado).

KANE, Sarah. Complete plays. London: Methuen, 2001.

LEHMANN, H. -T. Postdramatic theatre. Translated by Karen Jurs-Munby. London: Routledge, 2006.

MAETERLINCK, M. L’Intruse; Les aveugles. 3rd. Bruxelas: Paul Lacomblez, 1890.

MAETERLINCK, M. The Life of the Bee, translated by Alfred Sutro. New York. 1914. https://www.gutenberg.org/ebooks/4511, 2023, 07, 22.

SZONDI, Peter. Teoria do drama moderno. [1880-1950]. São Paulo: Cosac & Naify. 2011.

THE NOBEL PRIZE IN LITERATURE 1911. NobelPrize.org. Nobel Prize Outreach

AB 2023. Tue. 7 Nov. 2023. https://www.nobelprize.org/prizes/literature/1911/summary/

TUDELLA, Eduardo. Práxis cênica como articulação de visualidade: a luz na gênese do espetáculo. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013.

TUDELLA, Eduardo. A luz na gênese do espetáculo [online]. Salvador: EDUFBA, 2017.

WATSON, Lee. Lighting design handbook. New York: McGraw-Hill, Inc., 1990.

Publicado

2023-12-13

Como Citar

TUDELLA, Eduardo. A práxis teatral e suas raízes visuais: Kane, Maeterlinck e o pós-dramático. Urdimento: Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 4, n. 49, p. 1–27, 2023. DOI: 10.5965/1414573104492023e0203. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/24735. Acesso em: 20 abr. 2024.