A Cantora Careca

Autores

Resumo

O grupo de acadêmicos traz em cena o universo de Eugène Ionesco, escritor e dramaturgo francês (1909 – 1994). A Cantora Careca é uma obra pertencente à corrente batizada de Teatro do Absurdo, e se caracteriza por sua linguagem verbal non sense e sua veia irônica, levando os personagens a diálogos absurdos que impossibilitam a comunicação entre os mesmos. A peça também traz elementos do Teatro de Animação.

Biografia do Autor

Fabiana Lazzari de Oliveira, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Atuo na área de História do Teatro, Práticas Cênicas e Estudos interculturais. Professora dra. do Departamento de Artes Cênicas do Centro de Artes/UDESC. Orientando mestrandos e doutorandos no PPGT.

Paulo Balardim, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Professor Associado na área de Prática Teatral - Teatro de Animação, no Departamento de Artes Cênicas e no Programa de Pós-Graduação em Teatro do Centro de Artes - CEART da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Pós-doutorado em Teatro de Animação (Université Paul Valéry-Montpellier III/2019).

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

OLIVEIRA, F. L. de; BALARDIM, P. A Cantora Careca. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 40, p. 1-18, 2021. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/19952. Acesso em: 1 ago. 2021.