Um crítico e uma prostituta: Incursões do pensamento em direção ao espectador qualquer

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101402021e0205

Palavras-chave:

Recepción teatral. Espectador. Crítica teatral. Singularidad cualsea.

Resumo

A partir da pergunta feita por Virginia Woolf em seu ensaio Como se deve ler um livro? e de seu vivo interesse pela figura do leitor comum, neste artigo deslocamos a análise do campo literário para o teatral de modo a problematizar a figura do espectador. Com o intuito de investigar as singularidades e potencialidades das quais o olhar do espectador comum (propositalmente enfocado aqui como espectador qualquer) estaria investido, o artigo mobiliza dois personagens: um crítico, descrito por Diderot em seu Discurso sobre a poesia dramática como um espectador ideal, e uma prostituta aficionada por tragédias gregas, interpretada pela atriz Melina Mercouri no filme Nunca aos Domingos, de Jules Dassin. Buscando diferir o olhar do espectador comum daquele que seria o seu extremo oposto, o especialista, especificamos dois procedimentos distintos presentes na relação entre o olhar e a obra: o gesto hermenêutico, articulando o saber a partir de um campo transcendental, e o gesto-qualquer, recusando exterioridades e fundando um espaço de imanência.

Biografia do Autor

Luiz Paulo Pimentel de Souza, Universidade de São Paulo (USP)

Ator, dramaturgo e pesquisador em Artes Cênicas. Formado em Interpretação Teatral pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, mestre em Filosofia e Educação pela Faculdade de Educação da USP. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (ECA/USP).

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O homem sem conteúdo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013a.

AGAMBEN, Giorgio. A comunidade que vem. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013b.

DIDEROT, Denis. Discurso sobre a poesia dramática. São Paulo: Cosac Naify, 2005.

DIDEROT, Denis. Paradoxo sobre o comediante. São Paulo: Editora Escala, 2006.

OVÍDIO. Metamorfoses. São Paulo: Editora 34, 2017.

PIMENTEL, Luiz Paulo; AQUINO, Julio Groppa. Um qualquer espectador: notas sobre um escândalo teatral. In: Sala Preta, v. 17, n. 1, p. 147-167, 2017.

PIMENTEL, Luiz Paulo. Do governo das patas: um estudo sobre a emergência do espectador crítico no teatro brasileiro. 2018, 225p. Dissertação (Mestre em Filosofia da Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

SHAW, George Bernard. Pigmaleão. Porto Alegre: L&PM, 2011.

WOOLF, Virginia. O valor do riso e outros ensaios. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

Souza, L. P. P. de. (2021). Um crítico e uma prostituta: Incursões do pensamento em direção ao espectador qualquer . Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 1(40), 1-25. https://doi.org/10.5965/1414573101402021e0205