Meta-textualidade, instâncias de enunciação e conflitos não-narrativos – reflexões sobre impulsos não-dramáticos na dramaturgia brasileira contemporânea

Autores

  • Stephan Baumgärtel Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101182012141

Resumo

Este artigo analisa o texto contemporâneo como proposta de um arranjo cênico para expor o trabalho formativo da linguagem quando encontra o ser humano e passa por seu corpo na concretude dos corpos dos atores. Ele exemplifica essa visão por meio de uma leitura estrutural e temática de dois exemplos da dramaturgia textual brasileira: Vida de Márcio Abreu e Pinokio de Roberto Alvim.

Biografia do Autor

Stephan Baumgärtel, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Professor doutor do CEART/UDESC

Downloads

Publicado

2012-03-18

Como Citar

BAUMGÄRTEL, S. Meta-textualidade, instâncias de enunciação e conflitos não-narrativos – reflexões sobre impulsos não-dramáticos na dramaturgia brasileira contemporânea. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 18, p. 141-154, 2012. DOI: 10.5965/1414573101182012141. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101182012141. Acesso em: 26 jul. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Encontro com o Dramaturgo