CORPO E ORIGAMI: UM ESTUDO SOBRE DOBRAS E SUA INOVAÇÃO DENTRO DA ARTE CONTEMPORÂNEA

Autores

  • Samanta Aline Teixeira Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Caroline Apolinário Gomes Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Luis Carlos Paschoarelli Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Milton Koji Nakata Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
  • Monica Moura Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234607142015102

Palavras-chave:

corpo , origami, arte, dobras, contemporâneo

Resumo

Esse artigo analisa a arte contemporânea em comunhão com as técnicas criativas do corpo e do origami, gerando o entrelaçamento entre as artes manuais e corporais e a tecnologia a elas aplicada. Em um primeiro momento, é analisado o cenário contemporâneo, as novas tecnologias e os caminhos da sociedade atual. Em um segundo momento, considera-se o comportamento do corpo e do origami inseridos dentro desse novo contexto. Por fim, são analisados alguns projetos que utilizam como principal alicerce a performance corporal e as dobraduras japonesas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samanta Aline Teixeira, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Mestranda na Pós Graduação em Design, Planejamento de Produto, pela UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", unidade FAAC - Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, em Bauru/SP. Bacharela em Design Gráfico pela UNESP em 2012, com Diploma de Mérito Acadêmico, tendo em vista o melhor desempenho da aluna no curso dentro do período diurno. Foi pesquisadora de Iniciação Científica em 2011, financiada pela FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Estuda o aspecto dobra/dobradura (origami) em conexão com o Design Contemporâneo.

Caroline Apolinário Gomes, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Design - Linha de Pesquisa Planejamento de Produto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho . Possui graduação em Design pela mesma universidade (2009-2014). Membro do Grupo de Pesquisas Design Contemporâneo: sistemas, objetos e cultura. Tem experiência na área do Design Gráfico, atuando principalmente com editoração, ilustração, ambientação e produção cenográfica.

Luis Carlos Paschoarelli, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

É Livre-Docente em Design Ergonômico pela Universidade Estadual Paulista (2009); possui pós-doutorado em Ergonomia (2008) pela Universidade Técnica de Lisboa; doutorado em Engenharia de Produção (2003) pela UFSCar; Mestrado em Projeto, Arte e Sociedade - Desenho Industrial (1997) e graduação em Desenho Industrial (1994) pela UNESP. É co-lider no Grupo de Pesquisa Design Ergonômico: Projeto e Interfaces onde coordena os projetos de pesquisa: Design Ergonômico: avaliação e intervenção ergonômica no projeto, Design Ergonômico: metodologias para a avaliação de instrumentos manuais na interface homem X tecnologia e Contribuições do Design Ergonômico na pesquisa e projeto de equipamentos para a reabilitação de pessoas com capacidades específicas. Está lotado no Laboratório de Ergonomia e Interfaces - Departamento de Design, onde atua como docente no curso de graduação em Design e do Programa de Pós-graduação em Design da UNESP. Tem experiência na área do design, ergonomia, design ergonômico, design de produto e design gráfico. Atualmente é o coordenador do Programa de Pós-graduação em Design - Mestrado e Doutorado - da UNESP e "Ergonomista Sênior" da ABERGO - Associação Brasileira de Ergonomia.

Milton Koji Nakata, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Possui graduação em Comunicação Visual pela Fundação Educacional de Bauru (1982), mestrado em Projeto Arte e Sociedade pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994) e doutorado em Comunicação e Poéticas Visuais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003). Atualmente é professor assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, lotado no Departamento de Design, onde atua como docente no curso de graduação em Design e de Programa de Pós-graduação em Design. É membro do grupo de pesquisa Design Contemporâneo.Tem experiência na área de Artes e Design, com ênfase em Design Gráfico, atuando principalmente nos seguintes temas: ilustração, projeto gráfico, design gráfico, identidade visual e artes visuais. 

Monica Moura, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Pós Doutoramento pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/Rio (2012), Doutora (2003) e Mestre (1994) pelo Programa de Pós Graduação em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Bacharel em Artes Visuais e Licenciada em Educação Artística/ Arte Educação (1983) pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo - FEBASP. Designer e Professora com atuação nas áreas de Design de Interiores, Gráfico, Moda e Mídias Digitais. Pesquisadora em Design, sendo sua principal pesquisa atual a respeito do Design Contemporâneo Brasileiro. Atualmente é Professora Assistente Doutora no Departamento de Design, Professora Permanente e Orientadora Credenciada no Programa de Pós Graduação em Design da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação - FAAC e Professora Colaboradora no Programa de Pós Graduação em Artes da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Coordena o Grupo de Pesquisa 'Design Contemporâneo: sistemas, objetos e cultura' e atua nas Linhas de Pesquisa Planejamento de Produto e Teoria e Crítica do Design. Membro de associações, comitês científicos e do corpo editorial de publicações acadêmico-científicas da área de Design. Presidente da Sociedade Brasileira de Design da Informação-SBDI (gestão 2011-2013). Membro fundador e da diretoria da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda - ABEPEM (gestão atual). Responsável pela Editoria em Design da Estação das Letras e Cores Editora e Colunista da Revista Dobras. Tem experiência na área do Design (ambiente/ interiores, gráfico, informação, moda, produto) e seus temas de pesquisa de maior interesse são: Design Contemporâneo; Teoria do Design; Relações entre Design e Arte; Tecnologias e Mídias Digitais; Ensino; Interdisciplinaridade e Transdisciplinaridade; Metodologias e Processos em Design.

Referências

AKOS, G. et al. Mode Lab Education. Nova Iorque: [s.n.], 2015. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

ARGAN, G. C. História da arte como história da cidade (trad. Pier Luigi Cabra). 5. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

AZEVEDO, W. O que é Design. São Paulo: Brasiliense, Col. Primeiros Passos. 1988.

. Os signos do design. São Paulo: Global, Col. Contato Imediato, 1994.

BACCI, A. et al. Veasyble: Unfold an beautiful intimacy. Itália: [s.n.], 2009. Disponível em: <http://www.veasyble.com/index.html>. Acesso em: 27 jul. 2015.

BENTO, B. A reinvenção do corpo: sexualidade e gênero na experiência transexual. Rio de Janeiro: Garamond, 2006.

BOURRIAUD, N. Estética relacional (trad. Denise Bottmann). São Paulo: Martins Edi- tora, 2009.

BUTLER, J. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade (trad. Renato Aguiar). 8.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

CASTILHO, K. OLIVEIRA, A. C. Corpo e moda: por uma compreensão do contemporâ- neo. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2008.

CURIMBABA, R. G. et al. DNA Prisional: identidade à flor da pele. In: Actas del VIII Congreso Internacional de Diseño de La Habana. Habana: Instituto Superior de Diseño, 2015.

DELEUZE, G. A Dobra: Leibniz e o barroco (trad. Luiz B. T. Orlandi). Campinas: Papirus, 1991.

ECSTATIC Spaces by Tara Keens Douglas. [S.l.: s. n.], 2012. Disponível em: . Acesso em: 27 jul. 2015.

FLUSSER, V. O mundo codificado: Por uma filosofia do design e da comunicação (trad. Raquel Abi-Sâmara). São Paulo: Cosac Naify, 2007.

GARAGEM Fab Lab. São Paulo: [s.n.], 2015. Disponível em: <http://www.garagemfa- blab.com/>. Acesso em: 26 jul. 2015.

GARDIN, C. O corpo mídia: modos e moda. In: OLIVEIRA, Ana Claudia; CASTILHO, Kathia (Orgs). Corpo e moda: por uma compreensão do contemporâneo. Barueri: Estação das Letras e Cores, 2008. p.75-84.

GIUSTI, I. Laerte: “Gostaria de não ter renegado minha homossexualidade por 40 anos”. São Paulo, [s.n.], 2014. Disponível em: <http://igay.ig.com.br/2014-03-11/la- erte-gostaria-de-nao-ter-renegado-minha-homossexualidade-por-40-anos.html>. Acesso em: 31 jul. 2015.

GOELLNER, V. S. Currículo, gênero e sexualidade: o “normal”, o “diferente” e o “ex- cêntrico”. In: LOURO, G. L. FELIPE, J. GOELLNER, S. V. (Org.). Corpo, gênero e sexu- alidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Editora Vozes, 2012. p. 28-40.

HALL, S. A identidade Cultural na Pós-Modernidade (trad. Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro). Rio de Janeiro: DP & A Editora, 2002.

LANG, R. J. Origami Design Secrets: Mathematical Methods for an Ancient Art. 2. ed. Massachusetts: A K Peters, 2003.

LÉVY, P. O que é o virtual? (trad. Paulo Neves). São Paulo: Editora 34, Col. Trans, 1999.

MEYER, D. E. Gênero e educação: teoria e política. In: LOURO, G. L., FELIPE, J. GO- ELLNER, S. V. (Org.). Corpo, gênero e sexualidade. 8. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2012. p. 09-27.

MIKA Barr Studio. Israel: [s.n.], 2015. Disponível em: <http://www.mikabarr.com/>. Acesso em: 27 jul. 2015.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo (trad. Eliane Lisboa). Porto Alegre: Sulina, 2006.

. Os sete saberes necessários à educação do futuro. (trad. Catarina Eleonora F. Da Silva e Jeanne Sawaya). 3. Ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MOURA, M. Introdução. In: Design Brasileiro contemporâneo: reflexões. São Paulo: Estação das Letras e das Cores, 2014, p.11-34.

. Atualidades da Pesquisa em Design e Moda no Brasil. dObra[s], São Paulo, n. 13, p. 24-35, abr. 2013.

NAKAO, J. A hora do Brasil. Fortaleza: [s.n.], 2012. Disponível em: <http://www.jum- nakao.com/portfolios/reality-project-a-hora-do-brasil/>. Acesso em: 31 jul. 2015.

NOJIMA, V. L.; BRAIDA, F.; MOURA, M. A contemporaneidade híbrida nas Artes e no Design. In: MOURA, Mônica (Org). Design Brasileiro contemporâneo: reflexões. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2014. p. 69-92.

RAVELLO, E. LanaSutra. [S.l.: s. n.], 2011. Disponível em: <http://erikravelo.info/lana- sutra/>. Acesso em: 26 jul. 2015.

SALIH, S. Judith Butler e a Teoria Queer (trad. Guacira Lopes Louro). Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

SANTAELLA, L. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.

SERRES, M. Os cinco sentidos: Filosofia dos corpos misturados 1 (trad. Eloá Jacobina). Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

. Filosofia mestiça (trad. Maria I. D. Estrada). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

SPRING/SUMMER 2015 Ready to Wear Issey Miyake. Reino Unido: Vogue UK, 2014. Disponível em: <http://www.vogue.co.uk/fashion/spring-summer-2015/ready-to

-wear/issey-miyake>. Acesso em: 27 jul. 2015.

STUDIO Peripetie. Londres: [s.n.], 2015. Disponível em: <http://studio-peripetie.com/ hunger-magazine>. Acesso em: 27 jul. 2015.

STEWART, I. Some assembly needed. Nature, Londres, v. 448, p. 419-419, jul. 2007.

V&A Raphael Gallery Fashion Instillation by Petra Storrs. Londres: [s.n.], 2015. . Acesso em: 26 jul. 2015.

VOGUE Brasil. Dragão Fashion: estilista Jum Nakao é destaque com reality show criativo. [S.I.]: Vogue, 2012. Disponível em: <http://revista.vogue.globo.com/moda/ news/dragao-fashion-estilista-jum-nakao-e-destaque-com-reality-show-criati- vo/>. Acesso em: 31 jul. 2015

Downloads

Publicado

2015-12-18

Como Citar

TEIXEIRA, Samanta Aline; GOMES, Caroline Apolinário; PASCHOARELLI, Luis Carlos; NAKATA, Milton Koji; MOURA, Monica. CORPO E ORIGAMI: UM ESTUDO SOBRE DOBRAS E SUA INOVAÇÃO DENTRO DA ARTE CONTEMPORÂNEA. Palíndromo, Florianópolis, v. 7, n. 14, p. 102–123, 2015. DOI: 10.5965/2175234607142015102. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/6847. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção aberta