O ENSINO DE ARTE E AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS (HQ): A ARTE SEQUENCIAL E O DESENVOLVIMENTO GRÁFICO

Autores

  • Luciano Soares Lima Universidade Federal do Rio Grande - FURG/ Aluno
  • José Antonio Vieira Flores Universidade Federal do Rio Grande - FURG/ Professor
  • Cláudio Tarouco de Azevedo Universidade Federal de Pelotas - UFPel/ Professor

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234607142015027

Palavras-chave:

arte sequencial , desenvolvimento grafico , desenho , ensino de artes visuais

Resumo

As histórias em quadrinhos – HQ são muito mais do que uma mídia relacionada ao entretenimento; tornaram-se, ao longo dos anos, uma importante ferramenta pedagógica. Este artigo apresenta um breve contexto histórico da origem das histórias em quadrinhos e estabelece relações dessa arte sequencial com o ensino de Artes Visuais. Defende a ideia de que a análise gráfica de diferentes gêneros de histórias em quadrinhos pode contribuir para a compreensão do processo, a produção de HQ em sala de aula e para o estímulo do desenvolvimento gráfico infantil, na fase do pensamento simbólico. A pesquisa foi desenvolvida com estudantes de uma escola pública municipal de ensino básico da cidade do Rio Grande / RS e apresenta resultados que apontam para a importância da utilização das HQ nos processos criativos associados ao desenho e à escrita; na promoção do interesse dos estudantes pela disciplina de artes; e no desenvolvimento gráfico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Soares Lima, Universidade Federal do Rio Grande - FURG/ Aluno

Formado em Artes Visuais Licenciatura. Cursando atualmente o mestrado em educação.

José Antonio Vieira Flores, Universidade Federal do Rio Grande - FURG/ Professor

Integrante do Instituto de Letras e Artes da FURG. Professor de Artes Visuais, nos campos da gravura e do desenho gráfico.

Cláudio Tarouco de Azevedo, Universidade Federal de Pelotas - UFPel/ Professor

Integra o departamento de Artes da Universidade Federal de Pelotas. É bolsista PNPD, atuando como professor colaborador do programa de pós-graduação em Artes Visuais.

Referências

CASTELL, Cleusa Peralta. Pela linha do tempo do desenho infantil: um caminho trans estético para o currículo integrado. Rio Grande: FURG, 2012.

DERDYK, Edith. Formas de pensar o desenho: desenvolvimento do grafismo infantil.

ed. Porto Alegre: Zouk, 2010a.

DERDYK, Edith (Org.). Disegno. Desenho. Desígnio. 2. ed. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2010b.

EISNER, Will. Quadrinhos e arte sequencial: princípios e práticas do lendário cartunis- ta. 4. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010.

GOIDANICH, Hiron Cardoso. Enciclopédia dos quadrinhos. 2. ed. Porto Alegre: L&PM, 2011.

GOMBRICH, Ernst Hans. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC, 2011. OSTROWER, Fayga. Criatividade e processos de criação. Petrópolis: Vozes, 2010. RAMOS, Paulo. A leitura dos quadrinhos. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2012.

VERGUEIRO, Waldomiro; RAMOS, Paulo; RAMA, Angela; VILELA, Túlio; BARBOSA, Ale- xandre (Orgs.). Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2006.

ABISMO INFINITO (2010) Will Eisner – Profissão Cartunista. Disponível em: http:// abismoinfinito.wordpress.com/2010/02/10/will-eisner-profissao-cartunista/. Acesso em: 18 de março de 2014.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL NAÇÃO HQ (2006) As Aventuras de Nhô-Quim ou Impres- sões de uma Viagem à Corte. Disponível em: http://nacao.net/2006/01/30/as-a- ventura-de-nho-quim-ou-impressoes-de-uma-viagem-a-corte/. Acesso em: 29 de março de 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares – Cursos de Graduação. Artes Visuais Resolução-CNE/CES nº1, de 16 janeiro de 2009. Disponível em: http:// portal. mec. gov. br/ index.php? option= com_ content&id=12991: diretrizes- curriculares- cursos-de-graduacao. Acesso em: 17 de agosto de 2014.

CALLARI, Alexandre (2011) O Comics Code Authority. Disponível em: http:// pipoca- enanquim.com.br/sem-categoria/o-comics-code-authority/. Acesso em: 29 de mar- ço de 2015.

CLETO, Pedro (2013) Richard F. Outcault nasceu há 150 anos. Disponível em: http:// asleiturasdopedro.blogspot.com.br/2013/01/richard-f-outcault-nasceu-ha-150-a- nos.html. Acesso em: 12 de abril de 2014.

FONSECA, Rafa (2010) Narrativa Gráfica com Will Weisner. Disponível em: http:// desenhandopercursosurbanos.blogspot.com.br/2010/06/narrativa-grafica-com-will

-eisner.html. Acesso em: 14 de agosto de 2014.

GUIA DOS QUADRINHOS (2013) Plataforma HQ nº 1. Disponível em: http://www. guiadosquadrinhos.com/edicao/plataforma-hq-n-1/pl184100/108832. Acesso em: 25 de agosto de 2014.

MARVEL’S ‘NUFF SAID (2011). Disponível em: http:// tapvd. home. xs4all. nl/SWW_ Marvel_v01.html. Acesso em: 14 de agosto de 2014.

Downloads

Publicado

2015-12-18

Como Citar

LIMA, Luciano Soares; FLORES, José Antonio Vieira; DE AZEVEDO, Cláudio Tarouco. O ENSINO DE ARTE E AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS (HQ): A ARTE SEQUENCIAL E O DESENVOLVIMENTO GRÁFICO. Palíndromo, Florianópolis, v. 7, n. 14, p. 027–044, 2015. DOI: 10.5965/2175234607142015027. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/6779. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção aberta

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)