Dos olhos de Bragança – uma poética da janela

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234615372023e0015

Palavras-chave:

desenho, janela, sketches, artes visuais, Bragança

Resumo

O texto relata o percurso de investigação baseada nas artes, que parte de um estudo de caso realizado na cidade de Bragança, em Portugal. A proposta pretende captar e (re)interpretar graficamente, através de desenhos in loco, janelas percebidas nas ruas da zona histórica, as quais despertaram interesse visual e afeto no processo de observação e fruição em caminhadas cotidianas. Foram realizados, no outono de 2021, mais de 40 desenhos dos mais variados estilos de janelas, com ênfase em questões antitéticas como espaço de ida e volta, dentro e fora, preservação e descaso, público e privado, pertencimento e abandono. A janela que, simbolicamente, representa o olho de moradas, transita entre o concreto e o imaginário, entre o popular e o particular, muito além de sua função construtiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Santos Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe

Professor na Coordenação de Arquitetura e Urbanismo do Instituto Federal de Lagarto/SE (IFS). Doutor em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e graduado em Desenho e Plástica pela UFBA. Associado da Anpap e Membro do Grupo Multidisciplinar de Estudo e Pesquisa em Arte e Educação do Departamento de Artes Plásticas da ECA/USP. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2696323318828759 E-mail: desenho.lima@gmail.com e desenho.lima@ifs.edu.br

Referências

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

CHAUÍ, Marilena. Janela da Alma, Espelho do Mundo. In: NOVAES, Adauto (Org.). O olhar. São Paulo: Cia das Letras, 1998.

CM-Bragança. Breve Panorâmica Histórica. S/p. Disponível em: https://www.cm-braganca.pt/municipio/sobre-braganca/breve-panoramica-historica, acesso em: 21 jan 2022.

COSTA, F. Pereira da. Enciclopédia prática da construção civil. Fascículo 16. Distribuição da Portugália. Editora. 2ª ed. Lisboa, s/d.

COTELO, Victor Lopez. El hueco, punto de inflexión. Tectónica: monografías de arquitectura, tecnología y construcción, El Hueco, nº 4, s/d.

DA VINCI, Leonardo. Anotações de Da Vinci por ele mesmo. Trad. Marcos Malvezi. São Paulo: Madras, 2004.

IPB. Descrição geral. s/p. Disponível em: http://portal3.ipb.pt/index.php/pt/guiaects/instituto-politecnico-de-braganca, acesso em: 21 jan 2022.

JORGE, Luís Antonio. O desenho da janela. 1. ed. São Paulo: Selo Universidade Annablume, 1995.

LE CORBUSIER. Le Corbusier et Pierre Jeanneret: 1938-1946, Vol. IV, 1995.

MERLEAU-PONTY, Maurice. O olho e o espírito. Tradução: Paulo Neves e Maria Ermantina Galvão Gomes. 1. ed. eletrônica. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, v. 10, p. 7-28, 1993.

PALLASMAA, Juhani. Os olhos da pele: a arquitetura e os sentidos. Trad. Alexandre Salvaterra. Porto Alegre: Bookman, 2011.

SILVA, Jorge Henrique Pais da; CALADO, Margarida. Dicionário de termos de arte e arquitectura. 2005.

SILVA, Suzi Bianca de Jesus. A janela: Relações e Transformações no Contexto da História da Arquitectura. Prova final da Licenciatura de Arquitectura. Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra, 2008.

TAVORA apud SILVA, Suzi Bianca de Jesus. A janela: Relações e Transformações no Contexto da História da Arquitectura. Prova final da Licenciatura de Arquitectura. Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra, 2008.

Downloads

Publicado

2023-10-27

Como Citar

LIMA, Márcio Santos. Dos olhos de Bragança – uma poética da janela. Palíndromo, Florianópolis, v. 15, n. 37, p. 1–22, 2023. DOI: 10.5965/2175234615372023e0015. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/23403. Acesso em: 25 fev. 2024.