Desfazer a casa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234614342022314

Palavras-chave:

Memória, Casa, Ninho, Processo artístico

Resumo

Esse ensaio visual apresenta um conjunto de fotografias do processo de retirada de pedaços de cimento que cobriam um ninho de sabiá encontrado durante uma caminhada. A construção desse trabalho está permeada pelo relacionamento com minha mãe, em uma convivência que evoca memórias que se traduzem em uma produção visual/textual onde pretendo nublar os limites entre o real e o ficcional. A partir de conversas internas, em tom íntimo, o texto se dirige à uma mãe propriamente dita e à natureza onde se ambientam as memórias acessadas para essa escrita. Com escritos de Jorge Luis Borges, busco diálogos breves sobre tempo e memória que, amarrados à poética de Louise Bourgeois, articulam escritas fragmentadas de memórias relacionadas à casa. Gaston Bachelard traz o aporte teórico para pensar algumas manifestações de casa nesse imaginário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiza Rodrigues Reginatto, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestranda em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina, na linha de Processos Artísticos Contemporâneos (2020 – 2022), sob orientação da Profª. Drª. Sandra Maria Correia Favero. Pesquisa memória em paisagens reais e imaginária

Referências

BACHELARD, Gaston. A água e os sonhos: Ensaio sobre a imaginação da matéria. São Paulo: Martin Fontes, 1989.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BARTHES, Roland. O prazer do texto. São Paulo: Perspectiva, 1987.

BORGES, Jorge Luis. Borges Essencial. Barcelona: Penguin Random House, 2017.

BOURGEOIS, Louise. Destruction of the father, reconstruction of the father. Writings and interviews, 1923 – 1997. Londres: MIT Press, 1998.

Downloads

Publicado

2022-09-01

Como Citar

REGINATTO, L. R. Desfazer a casa. Palíndromo, Florianópolis, v. 14, n. 34, p. 314-331, 2022. DOI: 10.5965/2175234614342022314. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/20284. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Proposições, registros e relatos artísticos