Figurinos e figurinistas do Festival de Ópera do Theatro da Paz em Belém (PA): estudos preliminares

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/27644669030520230203

Palavras-chave:

Festival de Ópera, ópera, Belém, Amazônia, figurino, Theatro da Paz

Resumo

É intuito do referido estudo trazer à tona um apanhado histórico sobre o processo de advento dos espetáculos operísticos na capital do estado do Pará, Belém, e o papel da ópera no perpassar histórico da cidade. É esse panorama inicial histórico que ajuda a desenvolver o estudo principal do trabalho: uma análise da presença e protagonismo de artistas-técnicos locais, sobretudo figurinistas, nas montagens do Festival de Ópera do Theatro da Paz. O argumento é construído a partir da análise das diferentes relações das gestões políticas do Estado com a cultura e, mormente, com a ópera.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Victor de Alcantara, Federal University of Para

Figurinista de Belém, Pará.  É graduando em Arquitetura e Urbanismo na UFPA, técnico em Figurino Cênico pela ETDUFPA e estudante do curso técnico em Cenografia pela ETDUFPA.

 

Graziela Ribeiro, Federal University of Para

Figurinista de Belém, Pará.  Possui graduação em Letras e Moda, formação técnica em Figurino Cênico, Mestra e Doutora em Artes, pesquisadora de visualidade na cena e docente da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará.

Referências

CASTRO, Fábio F. de. A política cultural do PT no governo do Pará. In: Política cultural e gestão democrática no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2016.

FREITAS, Ana Paula de Nazaré. O patrimônio e a encenação das identidades: uma política cultural identitária no Pará (1995-2006). Políticas Culturais em Revista, [s.l.], v. 4, n. 1, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/pculturais/article/view/5305. Acesso em: 10 jul. 2023.

JESUS, Alan de. Theatro da Paz: a arquitetura e o social unidos pela arte. Revista Design.com, Belém, 21 set. 2021. Disponível em: https://revistadesign.com/theatro-da-paz-arquitetura-e-o-social-unidos-pela-arte/. Acesso em: 10 jul. 2023.

KUNZE, Nelson Rubens. Erguendo os cenários: financiamento, políticas culturais e instituições públicas. In: SAMPAIO, João Luiz. Ópera à brasileira. São Paulo: Algol Editora, 2009.

PÁSCOA, Márcio. Ópera em Belém. Manaus: Editora Valer, 2009.

SALLES, Vicente. Épocas do Teatro no Grão-Pará ou a apresentação do teatro de época. Belém: UFPA, 1994. V. 2.

SAMPAIO, João Luiz. À procura da ópera brasileira. In: SAMPAIO, João Luiz. Ópera à brasileira. São Paulo: Algol Editora, 2009.

PARÁ. Secretaria de Estado de Cultura. Governo do Pará. Festival de Ópera do Theatro da Paz. [2021]. Disponível em: https://www.secult.pa.gov.br/projeto/2/festival-de-opera-do-theatro-da-paz/. Acesso em: 10 jul. 2023.

SOUZA, Márcio. Afinal, quem é mais moderno neste país?. Estudos Avançados, [s. l.], v. 19, n. 53, p. 87-96, abr. 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-40142005000100006. Acesso em: 10 jul. 2023.

VIANA, Fausto Roberto Poço; CAMPELLO NETO, Antonio Heráclito Carneiro. Introdução histórica sobre cenografia: os primeiros rascunhos. São Paulo: Fausto Viana 2010.

Downloads

Publicado

2023-06-30

Como Citar

ALCANTARA, João Victor de; RIBEIRO, Graziela. Figurinos e figurinistas do Festival de Ópera do Theatro da Paz em Belém (PA): estudos preliminares. A Luz em Cena: Revista de Pedagogias e Poéticas Cenográficas, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 1–16, 2023. DOI: 10.5965/27644669030520230203. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/aluzemcena/article/view/23652. Acesso em: 24 fev. 2024.