Diálogos entre Dança na Escola e dança no TikTok: Propostas no ensino remoto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102412021e0112

Palavras-chave:

Educação básica, Pedagogia da dança, Redes sociais, Pandemia de COVID-19

Resumo

Baseado nas experiências de inserção do componente curricular Dança nos Colégios de Aplicação da UFPE e da UFRGS no ano de 2020, o trabalho compartilha proposições de atividades remotas de criação em dança a partir de ferramentas do TikTok. A pesquisa reflete sobre os pressupostos teórico-metodológicos dessas propostas em busca de uma práxis dialógica, tendo o recurso Duetos do aplicativo como uma possível metáfora para a construção do conhecimento em Dança na Escola. Observa-se que esta pesquisa artístico-pedagógica foi um interessante meio de compreensão das referências de dança da juventude, o que possibilitou a investigação em Dança, por docentes e estudantes, de forma horizontal, criativa e contextualizada.

Biografia do Autor

Débora Souto Allemand, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutoranda em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio do Grande do Sul (UFRGS). Mestrado em Arquitetura e Urbanismo, Licenciada em Dança e Arquiteta e Urbanista ambas pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Professora de Dança do Colégio de Aplicação da UFRGS.

Larissa Bonfim, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Mestranda no Programa de Pós-graduação em Dança da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Bacharel em Dança e Licenciada em Artes - Dança pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).  Professora de Dança do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Referências

BRASIL. Lei n. 13.278, de 2 de maio de 2016. Altera o § 6o do art. 26 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Diário Oficial da União, Brasília, 03 maio 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, 17 de março de 2020.

CANAL TECH. Tudo sobre TikTok. Disponível em: <https://canaltech.com.br/empresa/tiktok/>. Acesso em: 12 jun. 2021.

CHIES, Luiza; REBS, Rebeca Recuero. Pandemia e as motivações sociais para a produção de ciberdanças no TikTok. Revista da FUNDARTE, Montenegro, ano 21, nº 44, p. 01-19, janeiro/março de 2021. Disponível em: http://.seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/revistadafundarte/index>. Acesso em: 10 mai 2021.

CORRÊA, Josiane Franken; SANTOS, Vera Lúcia Bertoni. Dança na escola no Rio Grande do Sul: percursos históricos e pesquisas acadêmicas. Revista DAPesquisa, Florianópolis, v. 14, n. 23, 2019. Disponível em:

<http://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/1808312914232019034/10288>. Acesso em: 20 nov. 2019.

DELORS, Jacques. Educação um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: MEC: UNESCO. (Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional Sobre Educação para o Século XXI), 2001.

FRANCO, Paki Venegas; CERVERA, Julia Pérez. Manual para o uso não sexista da linguagem. Brasília: PROTECA/UNIFEM, 2006. Disponível em: <https://bibliotecaonlinedahisfj.files.wordpress.com/2015/03/manual-para-uso-nc3a3o-sexista-da-linguagem.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2021.

FREIRE, João Batista. O jogo: entre o riso e o choro. Campinas: Autores Associados, 2002.

FREIRE, Paulo. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2019.

PERETTA, Eden Silva. Presença e inacabamento: aproximações entre a dança e o pensamento crítico de Paulo Freire. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 36, 2019. Disponível em: <https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/15807/10931>. Acesso em: 04 jun. 2021.

PRIMO, Alex. Afetividade e relacionamentos em tempos de isolamento social: intensificação do uso de mídias sociais para interação durante a pandemia de COVID-19. Revista Comunicação & Inovação, v. 21, n. 47, 2020. Disponível em: <https://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_comunicacao_inovacao/article/view/7283>. Acesso em: 04 jun. 2021.

SANTOS, Airton Ricardo Tomazzoni dos. Lições de dança no baile da pós-modernidade: corpos (des)governados na mídia. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2009.

STRAZZACAPPA, Márcia. A educação e a fábrica de corpos: a dança na escola. Cad. CEDES, Campinas , v. 21, n. 53, p. 69-83, 2001.

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622001000100005&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 15 jul. 2020.

STRAZZACAPPA, Márcia; MORANDI, Carla. Entre a Arte e a Docência: a formação do artista da dança. Campinas: Papirus, 2006.

VALLE, Flavia Pilla do; IVANOFF, Vanessa de. Dança, educação e tecnologia: a docência em tempos de pandemia. Revista da FUNDARTE. Montenegro, ano 21, nº 44, p. 01-15, janeiro/março de 2021. Disponível em: http://.seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/revistadafundarte/index>. Acesso em: 03 mai. 2021.

Downloads

Publicado

2021-09-15

Como Citar

ALLEMAND, D. S.; BONFIM, L. Diálogos entre Dança na Escola e dança no TikTok: Propostas no ensino remoto. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 41, p. 1-30, 2021. DOI: 10.5965/1414573102412021e0112. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20480. Acesso em: 5 dez. 2021.