Estratégias para sair de si ou de que vida se trata? : Aula online de atuação em tempo de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102412021e0126

Palavras-chave:

Processos formativos em arte, Processos criativos, Ensino remoto, Percepção, laboratório cênico

Resumo

O artigo analisa práticas pedagógicas realizadas na universidade, em aulas de atuação cênica, em ambiente remoto, no período pandêmico. Os estudantes foram convidados a refletir sobre os regimes atencionais mais operantes na sociedade contemporânea, e a investigar, em suas casas e espaços cotidianos, um regime de percepção outro, estruturado em torno do silêncio, da paragem, do alargamento do tempo e da saída de si mesmo na direção dos outros. As experiências criativas individuais gestadas nesse novo ambiente atencional foram analisadas coletivamente, transformando a sala de aula em um laboratório onde a arte se apresentava como um lugar propício à imaginação de mundos outros, menos violentos, individualistas e antropocentrados.

Biografia do Autor

Tatiana Motta Lima, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Professora associada da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), atuando no Departamento de Interpretação e no PPGAC. Diretora do coletivo Hanimais Hestranhos.  Membro do Conselho artístico e editorial do CLAPS (Cento Latino Americano de Estudos Stanislávski).

Marcelo Miguez, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Formado em Arte dramática pela Escola de Teatro Martins Penna. Bacharelando em Artes Cênicas com habilitação em Atuação Cênica na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Ator, pesquisador, educador e performer.

Valentina Ramos Carcano, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Licencianda em Teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Whiverson Reis, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Bacharelado em Atuação Cênica e licenciando em Teatro, ambas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Ator, pesquisador e professor de teatro.

Referências

ALSCHITZ, Jurij. Treinamento para sempre. São Paulo: Perspectiva, 2017.

BARROS, Manoel de. Memórias inventadas: a infância. São Paulo: Planeta, 2003.

BARROS, Manoel de. Memórias inventadas: a terceira infância. São Paulo: Planeta, 2008.

BARROS, Manoel de. Poesia Completa. São Paulo: Leya, 2010.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Experiência e alteridade em educação. Tradução: Maria Carmen Silveira Barbosa e Suzana Beatriz Fernandes. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 19, n 2, p. 04-27, jul./dez. 2011. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/download/2444/1898. Acesso em: 08 jun. 2021.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Tradução: João Wanderley Gerald. Revista Brasileira de Educação. n.19, p. 20-28, jan./abr. 2002. Disponível em:

https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Ycc5QDzZKcYVspCNspZVDxC/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 08 jun. 2021.

BROOK, Peter. Shakespeare é um pedaço de carvão. In: O ponto de mudança: Quarenta anos de experiências teatrais: 1946-1987. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1994.

CITTON, Yves. The Ecology of Attention. Cambridge: Polity Press, 2017

COCCIA, Emanuele. A vida das plantas: uma metafísica da mistura. Florianópolis: Editora Cultura e Barbárie. 2018.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. Tradução Mariana Echalar. 1. ed. São Paulo: Boitempo, 2016.

GROTOWSKI, Jerzy. Em busca de um teatro pobre. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1987.

HAN, Byung-Chul. Psicopolítica – O neoliberalismo e as novas técnicas de poder. Tradução de Maurício Liesen. Belo Horizonte: Editora Âyiné, 2018.

KRENAK, Ailton. A vida não é útil. 1º ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2020.

LIVE com Vicente Franz Cecim sobre Viagem a Andara O Livro Invisível. Realização de Vianzza Tv. Pará, 2020. (210 min.), son., color. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WbtHbN8mDjk . Acesso em: 10 jun. 2021.

QUILICI, Cassiano. O Ator-Performer e as Poéticas da transformação de si. São Paulo: AnnaBlume, 2015.

SANCHES, Pedro. A Relevância Política de Alguns Princípios do Contato Improvisação. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v.1, n.37, p. 356-376, 2020.

SIMPÓSIO Práticas de Atenção - A Atenção na Experiência Estética e no Trabalho do Cartógrafo. Realização da Fundação Bienal de São Paulo, em parceria com o Sesc-Sp. 2018. Live (39 min.), son., color. Palestra de Virgínia Kastrup. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=07vIatGHfSI. Acesso em: 10 jun. 2020.

SIMPÓSIO Práticas de Atenção - Por uma Política de Ruminação em Tempos de Dispersão Hiperconectada. Realização da Fundação Bienal de São Paulo, em parceria com o Sesc-Sp. São Paulo, 2018. Live (33 min.), son., color. Palestra de Maria Cristina Franco Ferraz. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=iGnl3ZTjhgU. Acesso em: 08 jun. 2021.

VAGAMUNDOS - Um Laboratório Cênico: Abrindo Terreiros - Cosmovisões Terra. Realização de Centro de Pesquisa Teatral - Sesc. São Paulo, 2020. Live (116 min.), son., color. Convidados na live: Ailton Krenak, Maria Thais. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=G8LZd7nxd9w. Acesso em: 11 jun. 2021.

Downloads

Publicado

2021-09-16

Como Citar

LIMA, T. M.; MIGUEZ, M.; CARCANO, V. R.; REIS, W. Estratégias para sair de si ou de que vida se trata? : Aula online de atuação em tempo de pandemia. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 41, p. 1-34, 2021. DOI: 10.5965/1414573102412021e0126. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20473. Acesso em: 5 dez. 2021.