Uma tragédia revalorizada: Lazzaro, de Francisco Pereira da Silva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103422021e0211

Palavras-chave:

Francisco Pereira da Silva, Tragédia, Intermezzo, Novo Testamento

Resumo

Este artigo discute a peça Lazzaro (1948), uma das primeiras obras do dramaturgo piauiense Francisco Pereira da Silva, que faz uso do gênero intermezzo, intercalado numa obra de caráter essencialmente trágico, para discutir sua função dramática na obra. A peça em estudo possui muitos pontos de contato com a tragédia Electra, a partir de ambas as versões, de Sófocles ou de Eurípides. Mas, enquanto nas peças gregas, Orestes não é instrumento da fatalidade cega, pois age como um vingador consciente do pai e defensor da irmã, na obra de Pereira da Silva o texto é um pouco mais complexo, porque mistura outros textos, seja a partir de diferentes mitos gregos, seja a partir de outras inspirações textuais, como a do Novo Testamento, bastando que se atente para o nome de batismo do personagem que dá título à obra. Além do mais, no texto do dramaturgo brasileiro encontramos a transposição do mito original para o espaço do Nordeste, com o ambiente familiar de uma decadente família nordestina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roseli Bodnar, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Doutorado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduação em Letras (UNESPAR), especialização em Língua Portuguesa e Literatura, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória - PR (Convênio com Universidade Estadual de Londrina - UEL).  Docente do curso de Pós-Graduação em Letras na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e no Curso de Graduação em Licenciatura em Teatro da mesma universidade

Antonio Carlos Hohlfeldt, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Doutorado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS -1998). Mestrado em Letras pela mesma universidade (1991). Graduado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS - 1973). Professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Referências

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: O contexto de François Rabelais. São Paulo-Brasília, Hucitec, 2008.

BARBOSA, Francisco de Assis. “Romance, teatro e regionalismo”. In: SILVA, Francisco Pereira da. Teatro completo. Organização Virgílio Costa. Rio de Janeiro: Funarte, 2009, Vol. I, II e III.

BODNAR, Roseli. Entremez: jogos de espelho em um labirinto sem fim - A dramaturgia de Ariano Suassuna, Francisco Pereira da Silva e Hermilo Borba Filho.2017.367f. Tese (Doutorado em Letras) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Letras, Porto Alegre, 2017.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. Vários tradutores. São Paulo: Paulus, 2008.

BORBA FILHO, Hermilo. Teatro selecionado. Leda Alves; Luís Augusto Reis (Org.) Rio de Janeiro: Funarte, 2007, Vol. I, II e III.

COSTA, Virgílio. “Nota inicial do organizador”. In: SILVA, Francisco Pereira da. Teatro completo. Organização Virgílio Costa. Rio de Janeiro: Funarte, 2009, Vol. I, II e III.

DOMINGOS, Ana Cláudia Munari et HOHLFELDT, Antonio – “Seduzindo o leitor: os títulos das obras de Lygia Fagundes Telles” in RESENDE, Nilton e BUENO-RIBEIRO, Eliana (org.) – Pelo sonho é que vamos. Dossiê Lygia Fagundes Telles, Arapiraca, Editora da Universidade Estadual de Alagoas. 2020, edição digital.

FERREIRA, Juca. “Apresentação”. In: SILVA, Francisco Pereira da. Teatro completo. Organização Virgílio Costa. Rio de Janeiro: Funarte, 2009, Vol. I, II e III.

HELIODORA, Bárbara. “Um autor brasileiro”. In: SILVA, Francisco Pereira da. Teatro completo. Organização Virgílio Costa. Rio de Janeiro: Funarte, 2009, Vol. I, II e III.

GUIMARÃES, Rute. Dicionário da mitologia grega. São Paulo: Cultrix, 1974.

GRIMAL, Pierre. A mitologia grega. Lisboa: Europa-America, s/d.

MANBERTI, Sérgio. “Francisco Pereira da Silva”. In: SILVA, Francisco Pereira da. Teatro completo. Organização Virgílio Costa. Rio de Janeiro: Funarte, 2009, Vol. I, II e III.

RYNGAERT, Jean-Pierre. Introdução à análise do teatro. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

RODRIGUES, Nelson. Senhora dos afogados. Rio do Janeiro: Nova Fronteira, 2004.

SILVA, Francisco Pereira da. Teatro completo. Organização Virgílio Costa. Rio de Janeiro: Funarte, 2009, Vol. I, II e III.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

BODNAR, R.; HOHLFELDT, A. C. Uma tragédia revalorizada: Lazzaro, de Francisco Pereira da Silva. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 42, p. 1-27, 2021. DOI: 10.5965/1414573103422021e0211. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20108. Acesso em: 18 maio. 2022.