Cosmodança

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102412021e0209

Palavras-chave:

Selecionado:Cosmodança, Ciberdança, Cosmodansintersemiotização, Cosmodansintermediação, Alquimia na dança

Resumo

Esse artigo/ensaio realiza um percurso metodológico o qual evoca a imagem figurativa das deusas Minemosine e Terpsicore sua filha, patrona da arte da dança, para os desdobramentos metafóricos das qualidades de criação do feminino percebido e narrado como uma experiência cósmica no sentido de um pensamento filosófico da Cosmodança. Tal percurso inclui o atual contexto de criação coreográfica remota, com mediação tecnológica, no qual os esforços corporais enfrentam desafios de conexões. Nesse processo há uma distensão do entendimento de presentidade do gesto dançado, inaugurando diversas possibilidades de registro, edição, apresentação e armazenamento da imagem. Nesse movimento entre a dimensão mítica, a experiência encarnada e o universo tecnológico o texto vai sendo desenvolvido na discussão de cosmodansintermediações e cosmodansintersemiotizações e suas alquimias no multiverso cosmopolítico da dança.

Palavras chave: cosmodança; ciberdança; cosmodansintersemiotização, cosmodansintermediação; alquimia na dança.

Biografia do Autor

Soraia Silva, Universidade de Brasília (UnB)

Doutora em Literatura pela Universidade de Brasília. Professora no Departamento de Artes Cênicas da Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Artes pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Graduada em Dança pela UNICAMP. Professora na Graduação e Pós- Graduação Artes Cênicas na UnB.

Referências

DA MATA, Antonio Candido Silva. A escrita conceitual e a revolução do corpo textual: em direção a um leitor ciborgue, Revista Rascunhos Culturais, Coxim (MS), v. 11, n. 21, p. 144 163, 2020.

DELEUZE, Gilles & GUATTARI, Félix. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia. Rio de Janeiro: Editora 34. V. 3, 1996.

CARLOVICH, Carol. Phygital: Entenda o novo conceito que está tomando conta do mundo da moda. Glamour. São Paulo: 16 nov. 2020. Disponível em: https://revistaglamour.globo.com/Moda/Fashion-news/noticia/2020/11/phygital-entenda-o-novo-conceito-que-esta-tomando-conta-do-mundo-da-moda.html.

Acesso em: 30 nov. 2020.

COSTA, Adriano Belisário Feitosa da; Eliska. FERREIRA, Pedro P. Perspectivas tecnoxamânicas e tecnomágicas no ativismo digital brasileiro recente: uma trajetória possível. Contemporânea, São Carlos, v. 6, n. 2, p. 335-367, 2016.

LATOUR, Bruno. O sentimento de perder o mundo, agora, é coletivo. Entrevista concedida a Marc Bassets. El País, Madrid. 31 MAR 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/03/29/internacional/1553888812_652680.html?fbclid=IwAR0K6_5Sn54wlnGGgkY9KgjWAer2nDmx2fcV4uPk_aMsd0d6lYybcEz8qEw. Acesso em: 30 nov. 2020.

MELITOPOULOS, Angela, & LAZZARATO, Maurizio. O animismo maquínico. Cadernos de Subjetividade. São Paulo, n. 13, p. 7-28, 2011.

SILVA, Soraia Maria. O Expressionismo e a Dança. In: GUINSBURG, Jacó (org.) O Expressionismo. São Paulo: Perspectiva, p. 287-360, 2002.

SILVA, Soraia Maria. O Pós-Modernismo na Dança. In: GUINSBURG, Jacó & BARBOSA, Ana Mae (org.) O Pós-Modernismo. São Paulo: Perspectiva, p. 429-472, 2005.

SILVA, Soraia Maria. O Surrealismo e a Dança. In: GUINSBURG, Jacó & LEIRNER, Sheila (orgs.) O Surrealismo. São Paulo: Perspectiva, p. 405-462, 2008.

SILVA, Soraia Maria. O Naturalismo na Dança. In: GUINSBURG, Jacó & FARIA, João Roberto (org.) O Naturalismo. São Paulo: Perspectiva, p. 641-664, 2016.

STENGERS, Isabelle. A proposição cosmopolítica. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, n. 69, p. 442-464, 2018.

TRISMEGISTOS, Hermes. Corpus Hermeticum. São Paulo: Hemus Editora, S.D.

Downloads

Publicado

2021-08-14

Como Citar

SILVA, S. Cosmodança. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 41, p. 1-19, 2021. DOI: 10.5965/1414573102412021e0209. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/19168. Acesso em: 5 dez. 2021.