Corpos encarcerados: Socioeducação numa experiência com a dança em Cuiabá

Autores

  • Elka Mouro Victorino Universidade Federal de Mato Grosso
  • Maria Thereza Oliveira Azevedo Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731033920200123

Palavras-chave:

Socioeducação, Dança, Estratégias

Resumo

A proposta deste artigo é o relato de uma experiência em dança com jovens internos no Centro de Atendimento Socioeducativo de Cuiabá (CASE-MT) e uma reflexão sobre as estratégias criadas para o enfrentamento de uma situação complexa e conflituosa. No espaço de encarceramento que tem em seu cerne a perspectiva coercitiva, como trabalhar o corpo na dança, com adolescentes encarcerados?

Biografia do Autor

Elka Mouro Victorino, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutora em Estudos de Cultura Contemporânea pela UFMT (2019). Performer, bailarina. Analista do Sistema Socioeducativo da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Mato Grosso.

Maria Thereza Oliveira Azevedo, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutora em Artes Cênicas pela USP. Professora no Programa de Pós Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea da UFMT.

Referências

BRASIL. Plano Nacional de Atendimento Socioeducativo: Diretrizes e eixos operativos para o SINASE. Brasília, DF: SDH/PR: CONANDA, 2013.

CONCÍLIO, Vicente. Teatro e prisão: dentro da cena e da cadeia. In: Sala Preta. São Paulo, v. 5, p. 151-158, 2005. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/57273/60255 acesso em 10 out. 2020

ESTADO DE MATO GROSSO. Secretaria do Estado de Educação de Mato Grosso. Estruturação e Concretização de uma prática pedagógica nas unidades Socioeducativas do Estado de Mato Grosso. Diário Oficial da União. Cuiabá-MT. 2011. Disponível em:http://cos.seduc.mt.gov.br/upload/permanente/Arquivo/PROJETO%20EDUCAR%20I%20-%20SOCIOEDUCATIVO77703069839599.pdf. Acesso em: 20 mar. 2018.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1999.

LE BRETON, David. A sociologia do corpo. Petrópolis: Vozes, 2006.

MALVASI, P. A. Entre a Frieza, o Cálculo e a “Vida Loka”: violência e sofrimento no trajeto de um adolescente em cumprimento de medida socioeducativa. Saúde Social, São Paulo: v. 20, n. 1, p. 156-170, 2011.

MARQUES,L. J.Berselli, M. Entre a cela e a cena: desafios de uma pedagogia teatral e carcerária.AMARgem, Uberlândia, v. 17, n. 1, jan-jun.2020.

Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/amargem/article/view/56341. Acesso em: 10 out. 2020.

MAUSS, M. Ensaio sobre a dádiva. Forma e razão da troca nas sociedades arcaicas. In: Sociologia e Antropologia. v. II. São Paulo: Edusp, 1974.

PEREIRA, S. E. F. N. SUDBRACK, M. F. O. Drogadição e atos infracionais na voz do adolescente em conflito com a lei. Psicologia: Teoria e Pesquisavol.24, n.2.p. 151-159, 2008.

RODRIGUES, J. C. O tabu do corpo. Rio de Janeiro: Achiamé, 1983.

SCISLESKI, A. (2010). Governando vidas matáveis: as relações entre a saúde e a justiça dirigidas a jovens em conflito com a lei. Tese de Doutorado. Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Psicologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre 2010.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

VICTORINO, E. M.; AZEVEDO, M. T. O. Corpos encarcerados: Socioeducação numa experiência com a dança em Cuiabá. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 39, p. 1-16, 2020. DOI: 10.5965/14145731033920200123. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/18875. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê temático: Artes da Cena atrás das grades