Teatro político nos anos Brejnev. A Tagánka

Autores

  • Béatrice Picon-Vallin Conservatório Nacional Superior de Arte Dramática de Paris
  • Tradutor: Edélcio Mostaço Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101262016012

Resumo

O artigo evoca o encenador russo Yuri Liubímov, fundador do Teatro da Tagánka, grupo que atravessou, sob forte censura, os anos de chumbo do regime soviético. Desenvolvendo forte relação com sua plateia o grupo resitiu, até o surgimento da perestróika, como uma referência internacional contra o arbítrio.

Biografia do Autor

Béatrice Picon-Vallin, Conservatório Nacional Superior de Arte Dramática de Paris

Diretora de pesquisas no CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique), professora de história do teatro no Conservatório Nacional Superior de Arte Dramática de Paris, diretora das coleções Arts du spectacle (CNRS), thxx (L’Age d’Homme, Lausanne) e Mettre en scène (Actes Sud-Papiers, Arles). Especialista em teatro do século XX, suas pesquisas incluem a história do teatro russo, as questões relativas ao teatro europeu do século XX, à encenação, ao trabalho do ator, compreendendo ainda as relações entre a cena e as imagens (cinema, vídeo, novas tecnologias), a pedagogia do trabalho da cena e a relação com as neurociências. .

Tradutor: Edélcio Mostaço, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Professor doutor do CEART/UDESC

Downloads

Publicado

2016-07-31

Como Citar

PICON-VALLIN, B.; MOSTAÇO, T. E. Teatro político nos anos Brejnev. A Tagánka. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 26, p. 012 - 019, 2016. DOI: 10.5965/1414573101262016012. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101262016012. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Desafios do teatro político