POLÍTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS: como ela chega à escola <EM> NINE-YEAR ELEMENTARY SCHOOL POLITICS: how it reaches the school </EM>

Autores

  • Leonete Luzia Schmidt UNISUL

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar o impacto da política do ensino fundamental de nove anos sobre as escolas públicas em Santa Catarina. O mesmo também examina as principais demandas educativas relacionadas ao trabalho docente, tendo em vista a ampliação do ensino fundamental de oito para nove anos, com matrícula obrigatória das crianças aos seis anos de idade. Os dados foram coletados durante o desenvolvimento de cursos de formação continuada com professores de escolas públicas da região da Grande Florianópolis e da Região Sul de Santa Catarina. Constatou-se que as escolas foram surpreendidas sobre a obrigatoriedade da matrícula das crianças aos seis anos no ensino fundamental, e ao mesmo tempo não se sentiam preparadas para implantar a nova lei. Além disso, ficou evidente que ainda é preciso caminhar muito para aproximar a discussão/compreensão entre a política oficial e a prática cotidiana na escola. Uma das possibilidades para a melhoria do trabalho nas escolas parece estar relacionada à formação do docente.

Downloads

Publicado

2011-06-27

Como Citar

Schmidt, L. L. (2011). POLÍTICA DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS: como ela chega à escola <EM> NINE-YEAR ELEMENTARY SCHOOL POLITICS: how it reaches the school </EM>. PerCursos, 12(1), 105 - 117. Recuperado de https://periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/2294