Geodiversidade, Geoparques e Semiárido brasileiro: a valorização do ambiente para o desenvolvimento territorial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724623522022251

Palavras-chave:

geoambiente, território, semiárido brasileiro, patrimônio geológico

Resumo

O Semiárido brasileiro é um espaço dotado de singularidades naturais, potencialidades e limitações, que em sua essência resguarda paisagens de belezas cênicas com alto potencial à Geodiversidade. É nesse contexto que o trabalho tem por objetivo analisar como os geoparques, por meio da Geodiversidade, podem fomentar o desenvolvimento territorial do Semiárido brasileiro. Para tanto, a pesquisa foi sistematizada em três etapas principais: levantamento bibliográfico, revisão sistemática integrativa da literatura sobre Geodiversidade e Geodiversidade AND Semiárido brasileiro, e coleta de dados secundários. O conceito de Geodiversidade é relativamente novo e integra uma série de outros temas, estando intimamente ligado aos elementos abióticos do espaço terrestre, sobretudo de expressão geológica e geomorfológica. Por sua vez, os Geoparques, como unidades territoriais demarcadas pela presença de patrimônios geológico-geomorfológicos únicos de alto valor em sua diversidade e aplicações, podem possibilitar o desenvolvimento territorial dos locais que abrigam essas singularidades. Nesse sentido, entende-se que a Geodiversidade por meio dos Geoparques pode fomentar o desenvolvimento territorial do Semiárido brasileiro, na medida em que possibilita uma série de atividades satélites, como o Geoturismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Domiciano Gomes de Souza, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semiárido na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN.

Anny Catarina Nobre de Souza, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semiárido na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN.

Maria Losângela Martins de Sousa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN

Doutora em Geografia pela Universidade Federal do Ceará –UFC. Professora do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semiárido da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN.

Referências

AB'SABER, Aziz Nacib. Problemática da desertificação e da savanização no Brasil intertropical. Geomorfologia, São Paulo, n. 53, p. 1-19, 1977.

AMORIM, João Cassiano Pinto de; AQUINO, Cláudia Maria Sabóia de. Levantamento da geodiversidade do setor nordeste do município de Piripiri/Piauí, Brasil. Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Caicó, v. 6, n. 1, p. 36-41, jan./jun. 2020.

ALVES, Jessica; MEDEIROS, Wendson. Inventariação do património geomorfológico cárstico do Parque Nacional da Furna Feia (RN, Brasil) como proposta para uso geoturístico. Revista de Geografia e Ordenamento do Território (GOT), Porto, Portugal, n. 20, p. 122-148, 2020.

BORGES NETO, Inocêncio; XAVIER, Rafael; CUNHA, Lúcio. Patrimônio Geomorfológico do município de Gurjão, região semiárida da Paraíba, Brasil. Revista de Geografia e Ordenamento do Território (GOT), Porto, Portugal, Cidade: Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território, n. 19, p. 235-261, jun. 2020.

BARBOSA, Renata Nunes; AQUINO, Cláudia Maria Saboia de. Análise bibliométrica do tema geodiversidade no Brasil em revistas no período 2010-2016 e suas regiões de concentração. Terr@Plural, Ponta Grossa, v. 14, p. 1-14, e2015001, 2020.

BARBOSA, Elisabete do Nascimento. B. Um olhar sobre a Geodiversidade do Parque Estadual da Pedra da Boca (PE/PB). Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Caicó, v. 2, p. 1269-1278, 2016. Número especial.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente (MMA). Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca – PAN-BRASIL. [Brasília: MMA], 2004.

BRILHA, José. Património geológico e geoconservação: a conservação da natureza na sua vertente geológica. Braga: Palimage Editores, 2005.

CARVALHO, Margareth Sílvia Benício de Souza, et al. Compartimentação dos Domínios Naturais do Semiárido Brasileiro. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO - SBSR, 7., 2015, João Pessoa. Anais […]. São José dos Campos-SP: MCT/INPE, 2015. p. 6134-6139.

CARVALHO NETA, Maria de Lourdes; CORRÊA, Antônio Carlos de Barros; BÉTARD, François. Quantificação da Geodiversidade do Geopark UNESCO Araripe. Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Natal, v. 5, n. 2, p. 81-97, 2019.

CARVALHO NETA, Maria Lourdes; CORRÊA, Antônio Carlos Barros; BÉTARD, François. O Geopark mundial Unesco Araripe (Ceará) e seus Hot spots de Geodiversidade. In: SALES, Vanda de Claudino (org.). Geodiversidade do Semiárido. Sobral, CE: Sertão-Cult, 2020. p. 19-38.

CASTRO, Iná Elias de. Seca versus seca. Novos interesses, novos territórios, novos discursos no Nordeste. In: CASTRO, Iná Elias de; GOMES, Paulo César da Costa; CORRÊA, Roberto Lobato (org.). Brasil: questões atuais da reorganização do território. 4 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008. p. 283-324.

COSTA, Silas Samuel dos Santos et al. Marmitas do rio Potengi, Barcelona, Rio Grande do Norte: evolução e proposta de classificação. Pesquisas em Geociências, Porto Alegre – RS, v. 48 n. 2, 2021.

CORDEIRO, Abner Monteiro Nunes; BASTOS, Frederico de Holanda. Potencial geoturístico do Estado do Ceará, Brasil. CULTUR, Ilheús-BA, ano 08, n. 02, p. 86-113, 2014.

CUNHA, Tony Jarbas Ferreira et al. Principais solos do Semiárido tropical brasileiro: caracterização, potencialidades, limitações, fertilidade e manejo. In: SÁ, Iêdo Bezerra; SILVA, Pedro Carlos Gama. Semiárido brasileiro: pesquisa, desenvolvimento e inovação. Petrolina: Embrapa Semiárido, 2010. p. 49-87.

FERREIRA, Joyce Clara Vieira et al. Geodiversidade e geoconservação do estuário e manguezal rio Potengi: teoria prática com alunos da Escola Municipal Terezinha Paulino. Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Caicó, v. 4, p. 191-203, 2018. Número especial.

GLOBAL GEOPARKS NETWORK. Geopark Map, [s.I], 2021. Disponível em: http://www.globalgeopark.org/GeoparkMap/index.htm. Acesso em: 30 out. 2021.

GRAY, Murray. Geodiversity: valuing and conserving aciotic nature. Londres: John Wiley & Sons, 2004.

HENRIQUES, Diógenys da Silva; SOUZA, Anny Catarina Nobre de; SOUZA, Sérgio Domiciano Gomes de; SOUZA, Maria Losângela Martins de. Heranças da paisagem semiárida: os relevos residuais de Alexandria-RN, Brasil. Revista Cerrados, [s. l.], v. 18, n. 02, p. 208-226, 2020.

HENRIQUES, Maria Helena; BRILHA, José. UNESCO Global Geoparks: a strategy towards global understanding and sustainability. Episodes, [s.l], v. 40, n. 4, p. 349-355, 2017.

JORGE, Maria do Carmo Oliveira; GUERRA, Antônio José Teixeira. Geoturismo e geoconservação: conceitos, teorias e métodos. Espaço Aberto, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, p. 151-174, 2016.

KUCHENBECKER, Matheus. Evolução geológica dos vales do Jequitinhonha e Mucuri: uma revisão. Revista Espinhaço, Diamantina, n. 7, n. 1, p. 53-64, 2018.

LOPES, Francisca Lusimara Sousa; SALES, Vanda Carneiro de Claudino. Geoconservação e geodiversidade na área de proteção ambiental da Bica do Ipu – Ceará: desafios para a sustentabilidade. Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Caicó, v. 5, n. 2, p. 61-80, 2019.

LIMA, Iana Barbara Oliveira Viana; SILVA, Edson Vicente da; FENANDES, Laura Mary Marques; SOPCHAKI, Carlos Henrique. Análise do turismo de aventura no município de Quixadá (Ceará-Brasil). Revista Turydes: Turismo y Desarrollo, Málagma, Espanha, n. 29, p. 1-19, 2020.

MAIA, Rubson Pinheiro; BEZERRA, Francisco H. R. Condicionamento estrutural do relevo no Nordeste Setentrional Brasileiro. Mercator, Fortaleza, v. 13, n. 1, p. 127-141, 2014.

MEIRA, Suedio Alves; NASCIMENTO, Marcos Antonio Leite do; SILVA, Edson Vicente da. Geoturismo e roteiros turísticos: propostas para o parque nacional de Ubajara, Ceará, Brasil. Geo UERJ, Rio de Janeiro, n. 36, e39943, p. 1-24, 2020.

MEIRA, Suedio Alves; SANTOS, Gisele Barbosa dos. Inventário e quantificação da potencialidade educativa do patrimônio geológico da Serra dos Tapuias, Riachão das Neves (BA). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 17, n. 58, p. 34-52, jun. 2016.

MEIRA, Suedio Alves; MORAIS, Jader Onofre de. Os conceitos de geodiversidade, patrimônio geológico e geoconservação: abordagens sobre o papel da geografia no estudo da temática. Bol. geogr., Maringá, v. 34, n. 3, p. 129-147, 2016.

MOURA, Magna Soelma Beserra; SOBRINHO ESPÍNOLA, José; SILVA, Thieres George Freire. Aspectos meteorológicos do Semiárido Brasileiro. In: XIMENES, Luciano Feijão; SILVA, Maria Sônia Lopes da; BRITO, Luiza Teixeira de Lima (ed.). Tecnologias de convivência com o Semiárido brasileiro. Fortaleza: Banco do Nordeste do Brasil, 2019. p. 85- 105.

MOURA, Pâmella; GARCIA, Maria da Glória Motta; BRILHA, José. Identificação de sítios geológicos para gestão prioritária: propostas para a geoconservação no Domínio Ceará Central, Nordeste do Brasil. Anuário do Instituto de Geociências - U F R J, Rio de Janeiro, v. 41, n. 2, p. 252-267, 2018.

MOURA-FÉ, Marcelo Martins de. Evolução morfoestrutural cretácica da Ibiapaba Setentrional, região noroeste do estado do Ceará. Geo UERJ, Rio de Janeiro, n. 31, p. 389-416, 2017. Dossiê IV Seminário Rio de Janeiro.

MOREIRA, Jasmine Cardozo Moreira; VALE, Tatiane Ferrari do. Geoparks: educação, conservação e sustentabilidade. In: GUERRA, Antônio José Teixeira; JORGE, Maria do Carmo Oliveira (org.). Geoturismo, geodiversidade, geoconservação: abordagens geográficas e geológicas. São Paulo: Oficina de textos, 2018. p. 80-105.

MOCHIUTTI, Nair Fernanda. Os Valores da Geodiversidade: Geossítios do Geopark Araripe/CE. Anuário do Instituto de Geociências - U F R J, Rio de Janeiro, v. 35, n. 1, p.173-189, 2012.

NASCIMENTO, Flávio Rodrigues do. O fenômeno da desertificação. Goiânia: Ed. UGG, 2013.

OLIVEIRA, George Pereira de; SENA MEDEIROS, Lucivan Dantas; FERREIRA, Bruno. As cercas da geodiversidade: um retrato da apropriação e uso do patrimônio geológico no Seridó Potiguar, Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil. Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Natal, v. 1, n. 2, p. 74-91, 2016.

PEREIRA, Luciano Schaefer; PEREIRA, Ingrydy Schaefer. Geodiversidade da Parahyba no período colonial. Mercator, Fortaleza, v. 16, e. 16016, p.1-19, 2017.

RODRIGUES, Ana Alexandre Santos; MEIRA, Suédio Alves; MORAIS, Jáder Onofre Geodiversidade e geossítios da planície costeira de Almofala, Município de Itarema, Ceará. Revista de Geociências do Nordeste - REGNE, Caicó, v. 2, n. 2, p. 39-47, 2016.

RUSS, Bruna Ribas; NOLASCO, Marjorie Csekö. Revelando a geodiversidade através da educação ambiental: percepção de estudantes sobre o geossítio Manga do Céu. Anuário do Instituto de Geociências - U F R J, Rio de Janeiro, v. 35, n. 1, p.271-280,2012.

SANTOS, Francílio de Amorim dos. Geomorfologia e geodiversidade do médio curso da bacia hidrográfica do rio Poti (Piauí), nordeste do brasil. Geosaberes, Fortaleza, v. 8, n. 16, p. 121-131, set./dez. 2017.

SILVA, Cassio R. da (org.). Geodiversidade do Brasil: conhecer o passado, para entender o presente e prever o futuro. Rio de Janeiro: CPRM, 2008.

SILVA, Matheus Lisboa Nobre; NASCIMENTO, Marcos Antônio Leite. O sistema de valoração da geodiversidade, com enfoque nos serviços ecossistêmicos sensu Murray Gray. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Nat., Belém, v. 14, n. 1, p. 79-90, jan./abr. 2019.

SILVA, Matheus Lisboa Nobre; NASCIMENTO, Marcos Antônio Leite; MANSUR, Kátia Leite. Principais Ameaças à geodiversidade identificadas no território do projeto Geoparque Seridó. Holos, Natal, ano 35, v. 1, p. 1-16, 2019.

SILVA, Pedro Carlos Gomes da et. al. Caracterização do Semiárido brasileiro: fatores naturais e humanos. In: SÁ, Iêdo; SILVA, Pedro Carlos Gomes da. Semiárido brasileiro: pesquisa, desenvolvimento e inovação. Petrolina: Embrapa Semiárido, 2010. p. 17-48.

SOUSA, Márcia Evangelista; CAVALCANTI, Lucas Costa de Souza; FRANÇA, Luciana Freitas de Oliveira. Inventário do potencial pedagógico dos sítios de geodiversidade do município de Petrolina-PE. Geosul, Florianópolis, v. 33, n. 68, p.395-415, set./dez. 2018.

SOUZA, Marcos José Nogueira de, et al. Condições Geoambientais do Semiárido Brasileiro. Ciência e Trópico, Recife, v. 20, n. 1, p. 173-198, 1992.

SUDENE. Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste. Resolução nº 107/2017. Estabelece critérios técnicos e científicos para delimitação do Semiárido Brasileiro e procedimentos para revisão de sua abrangência. Recife/PB, jul., 2017. Disponível em: http:// sudene.gov.br/images/2017/arquivos/Resolucao-107-2017.pdf. Acesso em: 30 out. 2021.

TRANFIELD, David; DENYER, David; SMART, Palminder. Towards a methodology for developing evidence‐informed management knowledge by means of systematic review. British Journal of Management, [s. l.], v. 14, n. 3, p. 207-222, 2003.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

SOUZA, S. D. G. de .; SOUZA, A. C. N. de; SOUSA, M. L. M. de. Geodiversidade, Geoparques e Semiárido brasileiro: a valorização do ambiente para o desenvolvimento territorial. PerCursos, Florianópolis, v. 23, n. 52, p. 251 - 281, 2022. DOI: 10.5965/1984724623522022251. Disponível em: https://periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/view/21354. Acesso em: 29 set. 2022.