A realidade de risco de movimentos de massa em Petrópolis, RJ: uma contribuição da Educação Ambiental para a Proteção Civil

Autores

  • Cristiane Oliveira Ferreira
  • Edileuza Dias de Queiroz
  • Monika Richter

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984724618362017034

Resumo

O presente trabalho visa discorrer sobre a realidade das pessoas moradoras de áreas de risco no município de Petrópolis-Rj e como a educação ambiental crítica pode vir a favorecer na prevenção de desastres naturais, relacionados aos movimentos de massa, que afetam fortemente a população mais vulnerável.  Em parceria com a Escola Municipal Stefan Zweig, localizada na comunidade Amazonas, Bairro Quitandinha, 1º distrito de Petrópolis, uma das mais afetadas pelos movimentos de massa, desenvolveu-se atividade didática para sala de aula na forma de oficina. Esta teve como público-alvo alunos do 9º ano e contou com a participação do professor responsável pela disciplina de geografia, bem como da coordenação da escola. A etapa de elaboração e planejamento da atividade baseou-se em princípios da educação ambiental, com o objetivo de contribuir para a proteção civil dos estudantes dessa escola. Compreendemos que estes desastres naturais são frutos da distribuição desigual do espaço, tratando-se de uma injustiça ambiental, sendo necessário contextualizar estes riscos na realidade local, visando o estímulo na reflexão crítica contra a exposição desigual dos riscos e favorecendo a criação de uma cultura de proteção civil.

 

Palavras-chave: Educação Ambiental. Movimentos de Massa. Desastres Naturais. Injustiça Ambiental. Proteção Civil.

Biografia do Autor

Cristiane Oliveira Ferreira

Formada em Licenciatura Plena em Geografia (Instituto Multidisciplinar- UFRRJ). Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia- UFRRJ.

Edileuza Dias de Queiroz

Bacharel e Licenciada em Geografia (UFRJ). Mestre em Educação (UFRRJ). Doutoranda em Geografia (UFF). Docente nos Cursos de Licenciatura em Geografia(Departamento de Geografia -Instituto Multidisciplinar- UFRRJ) e Licenciatura em Turismo na modalidade EaD do Consorcio CEDERJ.

Monika Richter

Graduada em Engenharia Florestal(UFRRJ). Mestre e Doutora em Geografia(UFRJ).  Docente nos cursos de graduação Licenciatura em Geografia(Departamento de Geografia - Instituto Multidisciplinar - UFRRJ), Bacharelado em Turismo e Licenciatura em Turismo na modalidade EaD do Consorcio CEDERJ.

Downloads

Publicado

2017-07-12

Como Citar

Ferreira, C. O., de Queiroz, E. D., & Richter, M. (2017). A realidade de risco de movimentos de massa em Petrópolis, RJ: uma contribuição da Educação Ambiental para a Proteção Civil. PerCursos, 18(36), 34 - 65. https://doi.org/10.5965/1984724618362017034